Petrobras responde matéria sobre alerta de desvio à diretoria atual

Jornal GGN – A Operação Lava Jato ganha uma nova personagem de peso após o  Valor Econômico revelar documentos que indicam que a atual diretoria da Petrobras foi avisada sobre irregularidades em contratos e licitações muito antes da investigação da Polícia Federal tonar-se pública.

Quem entregou os indícios que comprometem Graça Foster, presidente da estatal, e José Carlos Cosenza, substituto de Paulo Roberto Costa da Diretoria de Abastecimento, é a geóloga Venina Velosa da Fonsenca. Após anos denunciando internamente tudo que sabia, Venina, que era subordinada de Costa, foi  transferida para a Ásia e  está afastada da empresa desde novembro passado. Ela vai depor ao Ministério Público Federal de Curitiba.

Na reportagem do Valor, Venina conta que há anos vem alertando sobre aditivos de contratos firmados com as empresas envolvidas na Lava Jato que aumentaram em muito os gastos da Petrobras. Uma das obras criticadas por ela é a Refinaria de Abreu e Lima.

Em uma passagem, Venina cita Lula.

“As suspeitas da geóloga tiveram início em 2008, quando ela verificou que os contratos de pequenos serviços – chamados de ZPQES no jargão da estatal – atingiram R$ 133 milhões entre janeiro e 17 de novembro daquele ano. O valor ultrapassou em muito os R$ 39 milhões previstos para 2008 e a gerente procurou Costa para reclamar dos contratos que eram lançados em diferentes centros de custos, o que dificultava o rastreamento. Segundo ela, o então diretor de Abastecimento apontou o dedo para o retrato do presidente Lula e perguntou se ela queria “derrubar todo mundo”. Em seguida, Costa disse que a gerente deveria procurar o diretor de comunicação, Geovanne de Morais, que cuidava desses contratos”, publicou o Valor.

O jornal também registrou na edição impressa três mensagens de Venina à Graça Foster e Cosenza. Duas delas datam deste ano, quando a Operação Lava Jato já tinha espaço cativo na mídia. Outra é de 2011, e fala em caráter confidencial à Graça Foster sobre a possibilidade de levar todos os documentos que ela recolheu nos últimos anos às autoridades competentes. A reportagem está disponível aqui.

A Petrobras emitiu sobre as denúncias no Valor:

“A Petrobras esclarece que, em relação à matéria publicada no Valor Pro de 11/12/2014, sob o título ‘Diretoria da Petrobras foi informada de desvios de bilhões em contratos”, instaurou comissões internas em 2008 e 2009 para averiguar indícios de irregularidades em contratos e pagamentos efetuados pela gerência de Comunicação do Abastecimento. O ex-gerente da área [Paulo Roberto Costa] foi demitido por justa causa em 03 de abril de 2009, por desrespeito aos procedimentos de contratação da companhia. Porém, a demissão não foi efetivada naquela ocasião porque seu contrato de trabalho estava suspenso, em virtude de afastamento por licença médica, vindo a ocorrer em 2013. O resultado das análises foi encaminhado às autoridades competentes.”

“Em relação aos procedimentos na área de Bunker, após resultado do Grupo de Trabalho constituído em 2012, a Petrobras aprimorou os procedimentos de compra e venda com a implementação de controles e registros adicionais. Com base no relatório final, a Companhia adotou as providências administrativas e negociais cabíveis. A Petrobras possui uma área corporativa responsável pelo controle de movimentações e auditoria de perdas de óleo combustível, que não constatou nenhuma não conformidade no período de 2012 a 2014.
Como mencionado em comunicados anteriores, a Comissão Interna de Apuração constituída para avaliar os processos de contratações para as obras da RNEST concluiu as apurações e encaminhou o Relatório Final para os órgãos de controle e autoridades competentes. Assim, fica demonstrado que a Companhia apurou todas as informações enviadas pela empregada citada na matéria.”

Oposição pede afastamento de diretores

Na tarde desta sexta-feira (12), a oposição ao governo Dilma Rousseff (PT) pediu o afastamento imediato da presidente da Petrobras Graça Foster, após as revelações de que a dirigente foi informado sobre irregularidades na estatal  por uma gerente executiva.

O senador Álvaro Dias (PSDB) disse que “Se não há participação direta (no esquema), há o crime de omissão, de conivência e de cumplicidade”, e isso é o bastante para que Dilma remova Graça da direção da companhia. “Não há como tolerar essa passividade do governo com relação aos gestores da Petrobras”, afirmou, segundo informações da Isto É. O tucano Antonio Imbassahy disse que Dilma “vai se transformando numa presidente fraca, que não tomou medidas para conter os desmandos na Petrobras”, disse.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

30 comentários

  1. Tô achando tudo tão

    Tô achando tudo tão estranho. 

    1 –  Os e-mails mais explosivos são de novembro de 2014 ( bem depois da lava-jato). 

    2 – Se ameaçam a mim ou minha família, denunciaria de imediato para a polícia e impresa. (ainda mais tendo prova). 

    3 – Ela foi afastada por uma comissão da petrobras que afastou alguns subornidados de Paulo Roberto Costa ( ela inclusa). Isso foi noticiado  na época.

     http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,petrobras-afasta-cinco-funcionarios-que-participaram-da-equipe-de-costa,1595209 

    4 – Se ela foi afastada por uma comissão, não foi algo arbitrario, basta olha as atas da comissão para verificar os motivos do seu afastamento. 

    Se eu trabalho numa empresa, descubro um monte de irregularidades com provas, e sou mandado para longe a contra-gosto eu denunciaria todo mundo. 

     

    Talvez eu seja muito pueril. 

     

    Ainda não consegui entender. 

     

     

     

     

     

     

     

    • OTIMO achado, cara!!!!!!  Ela

      OTIMO achado, cara!!!!!!  Ela so apareceu em novembro de 2014 e so apos ser afastada embora o texto dela diga que ela primeiramente denunciou corrupcao em 2008!!!!!!!!!!!!!!!!!!!  Mesmo tendo sido mandada pra Asia ela nao reclamou antes de ser “afastada” por “auditorias internas” da Petrobras!!!!!

      Nao faz sentido nenhum!

      Importante agora eh saber quanto tempo ela ficou “na Asia” (Singapura) porque ate prova em contrario ta parecendo que seria um trabalhao despedir la e houve um “acordo de cavalheiros” com os patroes e ela.  E nenhum desses detalhes do acordo esta claro ainda.

      • Não estranho… O sr. Paulo
        Não estranho… O sr. Paulo está enojado desde 2009. Porque sra. Venina teria dificuldades em conviver desde 2008 com esta situação? Simples. Foi conveniente; como agora é conveniente “apontar” o outro para que seus dedos sejam salvos. Há inverdades neste relato e impropriedades também. Quem está enojada sou eu. E ainda evocam governança transparente como motivação para este show de horrores. Resultado potencializado por esta nefasta delação premiada – respaldo para os Salieri e alcaguetes de plantão.

  2. O retrato do ex presidente

    O retrato do ex presidente Lula está em todas as salas de todas as repartições públicas do Brasil, e o fato desse criminoso apontar o dedo pra um retratro não quer dizer nada.

    Aliás, dá pra imaginar o que uma mente criminosa não é capaz de fazer pra conseguir seu intento.

    Se o cidadão prc morasse na China com toda certeza seria fuzilado pelos graves crimes que cometeu.

  3. “O senador Álvaro Dias (PSDB)

    “O senador Álvaro Dias (PSDB) disse que “Se não há participação direta (no esquema), há o crime de omissão, de conivência e de cumplicidade”, e isso é o bastante para que Dilma remova Graça da direção da companhia”:

    Da pra LER o que ela disse antes de cocomentar politica, Alvarinho?  Ou ta dificil ler na foto?

  4. A investigação na refinaria

    A investigação na refinaria Abreu e Lima começou em 2007. A PF entregou o relatório final das investigações em 2008 ao Procurador do Estado de PE para providências e abertura de processo. O sr. procurador sentou a bunda até o dia que estourou a Lava Jato. E assim os ladrões continuaram roubando até o momento da operação. O procurador está sob investigação no CMPF.

  5. Quem foi demitido por justa

    Quem foi demitido por justa causa foi o gerente  Geovanne de Morais e não P. R. Costa.

    Se confirmada o que essa Venina está dizendo a coisa vai ficar feia pro Gabrielli, o maior responsável por essa bagunça toda.

    A coitada da Foster vai ser sacrificada tal qual boi de piranha.

  6. PERGUNTAS QUE NÃO QUEREM CALAR

    Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas…

    1) Presidenta Dilma, e a ação contra a Veja, como é que anda? Já tem o número do processo? Dá para passar pra gente, pra acompanhamos o andamento?

    2) Ministro Zé da Justiça, como é que vão os processos administrativos contra aqueles delegados tucano-paranaenses da PF, que vomitaram desaforos contra a Presidenta e o ex-presidente Lula no Face, durante a campanha presidencial? Estão andando? Alguém já foi chamado a esclarecer os fatos?

  7. Inocência…

    O que os jornalões escondem, é que ela não era uma simples geóloga… ela era uma GERENTE EXECUTIVA! SIMPLESMENTE O BRAÇO DIREITO DE PAULO ROBERTO COSTA, como muitos falavam!

    Será que foi pega no esquema?

     

    • Me parece que o relato traz
      Me parece que o relato traz inversão nos sinais – quem denunciou, quem pleiteou a permanência do Sr. Giovanni, etc… Muito a esclarecer, mas o objetivo não é este. O objetivo é o de, no momento em que a empresa coloca os pontos nos is em um assunto, surgir alguém para dar mais uma estocada – vocês já viram como o touro é fustigado numa tourada ? – e sangrar mais um pouquinho. Há grupos ávidos pelo enfraquecimento da empresa e por seu desmembramento e dissolução. Só quem não acompanha a história para achar que estão todos em busca de governança transparente e combate à corrupção. E claro há os que neste contexto estão enchendo as burras de $$$$ aàs custas do desgaste.

  8. Essa Venina, super
    Essa Venina, super photoshopada e alçada à condição de heroína, é mais uma Lina Vieira. Será usada como bucha de canhão em mais uma tentativa de desgaste do governo, depois que nada for provado será cuspida como um chiclete usado.

  9. A Petrobrás…

    virou a nova Geni (a do Chico) do Patropi.

    Todo mundo agora sabe de algum “indício” de robalheira, mas somente a partir de 2003.

    Muita gente querendo tirar uma casquinha, até a “puríssima” Força Sindical.

    Imaginem vocês se antes disso (principalmente no reinado de FHC) na Petrobras só haviam dirigentes e gerentes samaritanos e puros de coração (e de bolso).

    Como sou funcionário aqui desde 1982 eu vos digo que não, que já tivemos diversos “figurões” mandados pra o olho da rua por ladroagem pura, como normalmente são procedimento internos fica por aqui mesmo… a questão é que com a Lava Jato a direitona está salivando pra encontrar um gancho e desalojar a Dilma do Planalto, simples assim.

    Não será fácil, muitos dos gerentes e diretores da era tucana permaneceram nos cargos… e com as mesmas práticas, dai que fatalmente o andamento da operação encontrará penas tucanas nas planilhas e listas… é só esperar ou acompanhar o semblante de Bonner no JN… quando ele começar a fazer biquinho é sinal de que a vaca deles tá indo pro brejo.

  10. Tem caroço…

    A funcionária estava afastada da sua função desde pelo menos 19/11/14.

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,petrobras-afasta-cinco-funcionarios-que-participaram-da-equipe-de-costa,1595209

    Quem sabe não foi esse o motivo pelo qual ela buscou proteção junto à oposição. A famosa proposta: “Acusa o PT que ajudamos a livrar a tua cara…”

    Pelo retrospecto, aconselharia à geologa a não acreditar neles. A história pode terminar mal para ela.

     

  11. O PGR já avisou.
    Troquem esse

    O PGR já avisou.

    Troquem esse comando da empresa para poupar o Brasil do prejuízo e da vergonha de terem que indiciá-los ainda no cargo.

     

  12. Asqueroso…
    Me parece que esta Sra. está em busca de ganhos materiais e imateriais. Há muito neste cenário que ainda não está esclarecido. Considerando quem está investigando e porque tenho dúvidas se realmente teremos os esclarecimentos necessários inclusive sobre o contexto e correlação de forças por ocasião das três demissões. Imaginei num primeiro momento que poderia ser vendetta, mas um sr. muito sábio me disse: nada disso, é uma transação comercial.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome