Pré-candidatos evidenciam clima de campanha eleitoral

Escolha do novo presidente só deve ocorrer em outubro de 2022; Bolsonaro e Lula já polarizam debate, mas Ciro e PSDB também se movimentam

Jornal GGN – O clima de corrida eleitoral já é visto pelo país a pouco mais de um ano das eleições presidenciais de 2022. Em nenhum momento a disputa começou tão cedo.

De um lado, o presidente Jair Bolsonaro tem focado na reeleição desde a sua posse em 2018, mas passa pelo momento mais complicado de seu mandato seja pela queda dos índices de aprovação como pelas investigações da CPI da Covid no Senado Federal.

Na outra ponta, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem ampliado o diálogo com outras forças para fechar alianças eleitorais, como o recente encontro com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), além dos contatos com embaixadores e lideranças globais, explorando as relações ruins que o governo Bolsonaro tem no setor externo.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), por outro lado, tem disputado os nomes do centro com Lula, além de organizar sua estrutura com a qual pretende concorrer no ano que vem. E, em sua equipe, constam nomes que atuaram nas campanhas de Lula e de Dilma Rousseff (PT).

A movimentação também é grande no PSDB, que deve realizar uma prévia para escolher o candidato presidencial em 17 de outubro por pressão do governador de São Paulo, João Doria. As informações são do jornal Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome