Presidência da França esclarece que fronteiras serão controladas, não fechadas

Da Agência Brasil

* Com informações da Agência Lusa

A Presidência da França esclareceu hoje (14) que não fechará as fronteiras, mas que vai restaurar fortemente seu controle. Ontem (13), em entrevista coletiva após os atentados que deixaram pelo menos 127 mortos, ocorridos em sete pontos de Paris, o presidente francês, François Hollande, havia dito que as fronteiras seriam fechadas para evitar a saída dos autores dos atentados do território francês e também para controlar a entrada de pessoas.

Hollande, disse a presidência em comunicado, “decidiu restaurar imediatamente o controle da fronteiras e não fechá-las”.

O restabelecimento do controle nas fronteiras tinha sido uma medida adotada e que estaria em vigor desde essa sexta-feira pelo período de um mês, com o objetivo de garantir a segurança na capital francesa devido à realização da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a COP-21, que ocorre de 30 de novembro a 11 de dezembro. Devem participar da conferência 195 delegações oficiais.

O presidente francês decretou estado de emergência depois dos atentados. A segurança nas ruas da cidade foi reforçada com 1.500 homens das forças de segurança.

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora