Primeira rápida análise dos resultados da eleição, por Walter Falceta

Candidatura se constrói de baixo para cima, com prévias, nunca com votos de caciques. Revitalize-se a democracia.

Primeira rápida análise dos resultados da eleição

por Walter Falceta

1) A eleição mostrou que a tática de desacreditar pesquisas não funciona. Boulos era, de fato, o candidato do campo progressista mais apto a chegar ao segundo turno.

2) Exige-se de você, teimoso, humildade para reconhecer o grande equívoco. Tira seu bundão quadrado do sofá e vai lutar por essa oportunidade do campo progressista.

3) Candidatura se constrói de baixo para cima, com prévias, nunca com votos de caciques. Revitalize-se a democracia.

4) Lamentável que gente dentro do PT tenha trabalhado para destruir candidaturas de dentro do próprio partido. A principal ação desse tipo FRACASSOU.

5) Nossa companheira Juliana Cardoso foi reeleita, para desespero de dinossauros inescrupulosos.

6) A crítica precisa ser feita, sim, neste momento, porque é quando as pessoas estão dispostas a ouvir.

7) Lutamos com empenho, coragem e ardor pelas candidaturas do PT. Tomara que o companheiro de Diadema se eleja, é evidente.

8) A verdade, no entanto, é que o partido ENCOLHEU tremendamente desde 2016 pelos motivos já citados: comunicação analógica, distanciamento das bases, imobilidade, dificuldade em dialogar com os jovens, incapacidade de formar novos quadros.

9) Muita gente agora pede para se jogar tudo para debaixo do tapete e fingir uma atitude de Poliana. Errado. Erradíssimo.

10) É como um doente fingir que está bem e deitar-se na cama sem medicação com um poderoso vírus a destruir seu organismo.

11) Em São Paulo, sim, em cidades, perdemos de 169 a 2 do PSDB.

12) É normal isso? Mesmo com os ataques de mídia e da juristocracia? Todo mundo sabe que não é.

13) Onde o PT continua sendo o PT original, como em Araraquara e Maricá, resiste bravamente.

14) Ou esse partido muda sua direção confusa e caduca, começa a conversar com a periferia, procura compreender os estratos emergentes, reconhecer os novos modos de produção precarizados ou se tornará DEFINITIVAMENTE irrelevante.

15) Estamos muito felizes com a manutenção do mandato da Juliana, com as chances em Diadema e no Recife, mas o resultado geral, até agora, parece repetir 2016. Muitos outros companheiros e companheiras excelentes não conseguiram se eleger.

16) A direita neoliberal tucano-demista tradicional botou o bode na sala. O nome do bode é Bolsonaro. E agora procura tirá-lo.

17) Os bons entendedores entenderão.

18) De resto, é sempre lamentável a censura ao pensamento crítico e científico. É ele que faz as coisas avançarem, nunca a cabeça enfiada na areia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora