Rachadinha de Flávio virou Bolsolão da família presidencial

Tudo indica que o padrão de desvio executado por Flávio Bolsonaro na Alerj foi iniciado pelo pai, nos tempos de Câmara dos Deputados

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Em sua coluna no site UOL, nesta segunda (15), Chico Alves dispensou meias palavras para se referir ao esquema de desvio de recursos públicos de gabinetes por onde passaram Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro e Carlos Bolsonaro: é “bolsolão” de que se trata. Porque tudo indica que a rachadinha não ficou restrita ao hoje senado. Os desvios, escreveu Chico, aparentemente foram iniciados pelo pai, Jair, nos tempos de Câmara dos Deputados. “Também Carlos Bolsonaro tem indícios de que segue o figurino, como vereador carioca.”

Reportagem do próprio UOL detalhou o esquema. Há “ligação da rachadinha praticada por Flávio com movimentações iniciadas muitos anos antes no gabinete do então deputado federal Jair Bolsonaro. (…) No caso de Jair Bolsonaro — em cujo gabinete trabalharam nada menos que 18 parentes da ex-mulher, Ana Cristina —, apenas quatro integrantes da equipe do então deputado sacaram R$ 551 mil, o equivalente a 72% dos vencimentos.” Este é o modus operandi da família que hoje ocupa o Palácio do Planalto.

É por isso que, “depois de eleito, o presidente da República rasgou tão rapidamente a bandeira anticorrupção. A julgar pelas revelações de hoje, foi puro instinto de sobrevivência”, finalizou o colunista.

Leia mais:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora