Relator da PEC Emergencial deve manter texto vindo do Senado

Manutenção incluiria deixar de fora desvinculação das verbas de saúde e educação, que Arthur Lira cogitou debater

Jornal GGN – O relator da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) emergencial, deputado Daniel Freitas (PSL-SC) deve apresentar uma minuta de seu relatório nesta segunda-feira.

Freitas se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe para discutir a matéria aprovada pelo Senado Federal na última quinta-feira. O objetivo do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), é aprovar o texto na próxima semana.

Segundo o líder do governo na Casa, Ricardo Barros (PP-PR), a diretriz do Executivo é que a PEC seja aprovada da forma como saiu do Senado, o que incluiria deixar de fora a desvinculação das verbas de saúde e educação, que Lira cogitou debater mesmo que fosse cortada pelos senadores.

Próximo do presidente Jair Bolsonaro, Daniel Freitas segue a mesma visão: embora a intenção seja dar celeridade ao tema, a matéria será debatida com os demais deputados, e não é recomendável que o texto volte ao Senado Federal. As informações são do jornal Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora