São Paulo anuncia quarentena para Natal e Ano Novo

Quarentena valerá em todo o estado de São Paulo entre os dias 25 a 27 de dezembro e 01 e 03 de janeiro. Nos demais dias, mantém a Fase Amarela, exceto Presidente Prudente que recuou para Fase Vermelha.

Jornal GGN – São Paulo anuncia uma Operação de fim de ano, com o aumento das medidas restritivas em todo o estado, com a aplicação de quarentena entre os dias 25 a 27 de dezembro e 01 e 03 de janeiro, período em que funcionarão somente os serviços essenciais.

Além disso, a partir desta semana, a região de Presidente Prudente sofreu uma reclassificação para a Fase Vermelha. A justificativa para a mudança de restrições em Presidente Prudente foi o aumento da ocupação de leitos por Covid-19, que atingiu 83% de sua capacidade.

O restante do estado, até o dia 24 de dezembro, dos dias 28 e 31 de dezembro e entre os dias 04 ao 07 de janeiro, mantém a Fase Amarela.

Ainda, no anúncio feito pelas Secretarias do governo de João Doria (PSDB), durante todo o mês de janeiro, não haverá o retorno à Fase Verde, ou seja, o estado estará em estado de atenção, com alguns serviços proibidos e outros permitidos, dependendo da fase que será anunciada.

Atualmente, a Fase 3 Amarela permite o funcionamento de comércio, shoppings, restaurantes, entre outros, mas com a restrição e limite de pessoas dentro dos estabelecimentos, horários reduzidos, etc.

Já a Fase 1 Vermelha proíbe o funcionamento de estabelecimentos comerciais, shoppings, restaurantes, eventos, atividades culturais, etc. Os serviços essenciais que estão permitidos são alimentação, abastecimento, saúde, bancos, limpeza e segurança.

Essa é a fase que voltou a assumir a região de Presidente Prudente. E para as demais regiões, essa é a fase que valerá também para o período especial de Natal e Ano Novo.

“Eu gostaría muito de estar aqui dizendo que vamos poder celebrar, de uma forma livre, com as nossas famílias, nas ruas, em aglomerações, mas essa não é a realidade. O coronavírus não vai embora no Natal”, disse a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

“Infelizmente esse ano, no Natal e Ano Novo, não estamos em período de festas”, completou.

“Se nós mantermos o comércio funcionando normalmente, se mantivermos os shoppings funcionando normalmente, estaríamos sinalizando à população que estamos em uma situação que podemos sair”, disse o coordenador do Centro Estadual de Contingência Covid-19, João Gabbardo.

O governo de São Paulo anunciou, ainda, que a próxima reclassificação ocorrerá no dia 7 de janeiro. Ou seja, as possíveis mudanças de fase para o estado serão anunciadas nesta data, um dia após a reunião agendada entre a equipe do governo de São Paulo e os novos prefeitos que assumirão os municípios do estado.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora