Veja exporta tecnologia de “assassinatos de reputação” para a Argentina

Por Marco St.

Máfia Midiática na América Latina

Passou despercebido por aqui o fato da Veja estar exportando sua tecnologia de “assassinatos de reputação” para a Argentina. A jogada toda foi coordenada entre Veja e Clarin, que são soldados da mesma Máfia, com sede na SIP em Miami. Uma clara tentativa de se tirar o foco sobre a sonegação do Grupo Clarin no caso HSBC.

do Blue Bus

Filho de Cristina Kirchner vai processar a Veja

por Daniel Oiticica

O filho da presidente argentina, Máximo Kirchner, afirmou hoje que vai processar a Veja por uma matéria reproduzida em seu site que o acusa de possuir contas no exterior. A denúncia de Veja foi repercutida na manchete da 1ª página do jornal Clarín, na sua ediçao de hoje, o que levou Máximo – líder do movimento jovem La Cámpora, e herdeiro do legado político de Nestor Kirchner – a conceder uma entrevista em uma rádio local.

Máximo nunca havia dado uma entrevista para a grande mídia argentina e sua apariçao foi tao inesperada e surpreendente que a entrevista imediatamente começou a ser transmitida simultaneamente em diversos canais de TV e emissoras de rádios do país. Na conversa de mais de 30 minutos com o jornalista Victor Hugo Morales, além de negar a existência de contas no exterior em seu nome, Máximo afirmou que vai processar a revista Veja por calúnia e difamaçao. Segundo Máximo, ele nao viaja ao exterior desde 2002.

Assim como a versao de sua fonte (a revista Veja), a matéria do jornal Clarín nao apresenta nenhuma prova concreta da existência de contas de Máximo no exterior e a todo momento cita fontes nao identificadas. Surpreendente também é a quantidade de verbos no condicional, 13 no total, além da própria manchete.

Até mesmo importantes jornalistas de meios de comunicaçao considerados opositores ao governo Kirchner, como o La Nación, saíram a criticar a matéria do Clarín. Hugo Alconada Mon, pró-secretario de redaçao do La Nación e ferrenho crítico da administraçao kirchnerista, publicou em sua conta de Twitter: “Supostas contas secretas de Máximo Kirchner e Nilda Garré (Ministra da Defesa): manejar com cautela; inconsistências nos documentos bancários que circulam“.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

15 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tony

- 2015-04-06 04:18:54

SIP / Millenium / NED

Similares Grupos Clarin / Globo, Revistas Veja / Noticias, Tv's TodoNoticias (TN) / GloboNews, et caterva, fazem parte tudo da mesma sopa... Ou da mesma SIP... Já ouviu falar?

Todos são coordenados, seguem as diretrizes e fazem parte da mesma rede: a National Endowment for Democracy (NED), a NSA e o Instituto Millenium com financiamento da CIA.

André Araujo deve ter mais informações...

http://www.voltairenet.org/article167223.html

http://www.elperiodico.com.ar/2013/02/25/las-ongs-financiadas-por-usa/

http://es.wikipedia.org/wiki/Fundaci%C3%B3n_Nacional_para_la_Democracia

Ramalho12

- 2015-04-06 00:28:06

Campanha contra a Argentina?

De se notar que o ataque da Veja ao governo argentino ocorre quase que simultaneamente ao ataque da subsecretária americana de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson, ao governo portenho (ver, abaixo, nota da chancelaria argentina).

Ramalho12

- 2015-04-06 00:20:24

Repressão aos crimes de fundo político

O vácuo de autoridade deixado por Dilma foi ocupado inicialmente por Veja e Globo (principalmente estes) e subsidiariamente pela Folha; agora, por Eduardo Cunha, achacadores e Renan Calheiros. Dilma tem de reprimir, baseada nas leis de nosso Estado democrático, os crimes de fundo político, se é que se importa com a liberdade democrática (hoje se vive libertinagem golpista) e com a manutenção da democracia. Se a autoridade passar a ser exercida pelos achacadores et caterva, passaremos todos por tempos muito difíceis.

Ramalho12

- 2015-04-06 00:04:26

Argentina rebate falácias de representante estadunidense
Da Prensa Latina  

Imagen de muestra

Buenos Aires, 5 abr (Prensa Latina)

A Argentina qualificou hoje de comentários ingerencistas aqueles proferidos pela figura pública do governo estadunidense sobre o comportamento da política e economia deste país.

Em um comunicado, a Chancelaria afirma que diferente dos Estados Unidos, Argentina não costuma opinar a respeito das questões internas de outros países ainda que, sim, critique e seguirá criticando a ingerência nos assuntos internos de outras nações.

A resposta foi dada a partir dos comentários da subsecretaria de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson, que emitiu uma opinião negativa sobre a marcha da política e da economia argentina, ao afirmar que "está em muito má forma".

A nota ministerial falou que "antes de opinar sobre a realidade de outros países, os servidores públicos dos Estados Unidos deveriam se ocupar da realidade de milhões de seus compatriotas".

Destacou que quase 12 anos de uma política econômica autônoma, soberana e inclusiva têm ensinado aos argentinos a não se deixar atemorizar por expressões falaciosas de representantes de governo estrangeiro.

Depois das declarações de Jacobson - realçou o comunicado - é necessário assinalar que a atual crise financeira internacional, a qual causou que grande parte do mundo se encontre "em muito má forma", se originou pura e exclusivamente no coração do sistema financeiro estadunidense. O documento cataloga de tendenciosas as falas da subsecretaria de Estado, e assinala que os "Estados Unidos nos têm acostumado a este tipo de excessos".

Na resposta, a Chancelaria realça a queda da dívida pública de 137,8% em 2003 para 42,8% em junho de 2014 o que permitiu reorientar os recursos para fins produtivos e às políticas sociais que o país demandava.

Assim mesmo, destaca alguns lucros dos últimos anos, como o crescimento econômico médio de 2003 a 2014 de 5,7 %, e que a taxa de investimento se localizou em 19,8% do PIB em 2014, isto é, 5,5 pontos percentuais acima do registrado em 2003.

O comunicado também faz ênfase no aumento das exportações e o equilíbrio na frente externa, que permitiram acumular reservas internacionais e aplicar uma profunda política contra o endividamento.

Essa política -sustenta- foi fundamental para proteger à economia interna dos efeitos contrácteis da economia mundial resultante da crise iniciada nos Estados Unidos.

O Governo também critica a Washington por seu papel no conflito com os fundos oportunistas, em particular seu Poder Judiciário.

O caminho do não endividamento tem tido uma única ameaça em todos estes anos, que tem sido o acionar dos fundos oportunistas, que têm encontrado importante respaldo na justiça e o congresso norte-americanos, critica a nota.

Por último, o texto considera que diferente do ocorrido durante a década neoliberal de 1990, Argentina hoje reafirma que é um país soberano que decide suas próprias políticas em função dos interesses de seu povo, e não procurando ser o melhor aluno dos Estados Unidos.

lma/mh/ccModificado el ( domingo, 05 de abril de 2015 )

 

Edi Passos

- 2015-04-05 21:34:10

Exato!

Logo que comecei a ler a reportagem me veio à cabeça: a revistinha de esgoto virou uma quadrilha internacional de falsários, bandidos e picaretas disfarçados de jornalistas!

Emma

- 2015-04-05 18:15:19

AQUI E LÁ

No caso argentino, o tiro saiu pela culatra, pois Màximo se mostrou tão bem articulado na defesa dele que subiu no conceito do partido para disputar algum cargo importante.

Mas, foi constrangedor ouvir o repórter do Clarin dizer que não ouviu a outra parte (Máximo, no caso) porque estava na hora do fechamento da página e não deu tempo ! Verguenza ajena !

Aqui, Ariel Palacios entrou ao vivo na Globonews, contando a história SEM citar que a fonte original da "denúncia" era de uma revista brasileira, a famosa VEJA!  Onde estao indo parar os preceitos básicos do Jornalismo?

emerson57

- 2015-04-05 16:43:17

zóia, sempre inovando

E agora com formação de quadrilha interncional!

 

Carlos Henrique Machado Freitas

- 2015-04-05 16:21:04

PÉROLAS DOS PERSONAGENS DA

PÉROLAS DOS PERSONAGENS DA DIREITA QUE QUEREM O IMPEACHMENT DE DILMA.
- "Não adianta eu bancar a sensual porque o pessoal me enxerga como uma loira com peitão e bundão. (Barbie Fitness)

- "em 1964 as “marchas das famílias pela liberdade” aglutinaram as forças políticas aos militares contra o populismo presidencial" (FHC)

- Li "Milton Santos" vomitei, entrei em coma, voltei, li de novo e estou vomitando mais uma vez. (Fernando Holiday - MBL)

- "Se você puder contribuir financeiramente para continuarmos nesta GUERRA entre o BEM e o MAL, estamos precisando, não temos ninguém por trás de nós, só temos Deus na nossa FRENTE...Deposito ou transferência BANCO SANTANDER Agência: 0990 - C/C: 010021246 Marcello Reis BANCO DO BRASIL Agência: 2947-5 - C/C: 17.049-6 (Marcello Reis - Revoltados Online)

- Médico em Cuba não é pessoa física, é mercadoria. Não vem com diploma, vem com nota fiscal. (Caiado Cachoeira)

- Lula está morto (Reinaldo Azevedo)

- Um jovem que decepa um bebê, estupra sua mãe e esfaqueia outra criança não sabe o que está fazendo? 12/04 vai ser maior! (MBL)

- “Apoiar políticos que seguem premissas do movimento, pra 2016, é uma discussão totalmente presente em nossa pauta” (Rogerio Chequer - vem pra rua)

- domingo marcharemos unidas,canhontas e destras, pois quem disse que mãe de piá de condomínio de luxo não pode marchar? (Lider das madames peneleiras)

 

 

Edsonmarcon

- 2015-04-05 15:21:26

zelotes no PIG

A operação zelotes está aí a pelo menos uma semana, e o PIG nada..... até hoje.

 

Hoje a bandnews estava falando da lava-jato e do depoimento do tesoureiro do PT, quando o repórter entrou falando da zelotes, dizendo que o Cartaxo foi do Carf durante a administração do PT, e que o prejuízo chegaria a bilhões.  Depois voltou para o depoimento do tesoureiro do PT.

 

Sobre as empresas que pagaram propina para reduzir os impostos,  nada.

 

A zelotes só é  notícia no PIG se puder ser relacionada com o PT.

Franbeze

- 2015-04-05 15:18:04

Onde anda o processo que a senhora Dilma

iria mover contra o lixo (vulgo veja)? 

Essa Dilma é uma piada e a pior piada que ela contou foi: "Não ficará pedra sobre pedra"

 

José C Lima

- 2015-04-05 14:45:45

O esgoto que jorra da Veja
O esgoto que jorra da Veja indo além-mar...o pais que tiver um modelo oligopolista de midia como o nosso estará fadado ao fracasso pq os interesses do baronato do pig serao sempre anti-povo e anti-democracia

saulogeo

- 2015-04-05 14:37:35

Tabelinha do Vale Tudo

A fonte da Vesga "especialista americano em investigações do setor financeiro" é o genérico para espião?

Como demonstra o caso Pasadena, com o vaazamento de dados da consultoria da Petrobrás, a espionagem americana têm fornecido "munição" para que "patriotas" nativos, em última instância, defendam os interesses hegemônicos do império.

Um Brasil assertivo e mais justo socialmente, incomoda muita gente....

É a geopolítica!

sergio m pinto

- 2015-04-05 14:22:28

O azar da óia é que essas

O azar da óia é que essas ações ( são duas, até agora) não vão ser julgadas no Brasil, muito menos em Pinheiros.

Nádia Ramos

- 2015-04-05 14:05:02

Máfia Midiática Tem que ter um Fim.

Quem que dar um fim à esses mafiosos barões midiáticos, eles ultrapassaram todos os limites do bom senso.

Messias Franca de Macedo

- 2015-04-05 12:57:14

  Um exemplo cabal de uma das

 

Um exemplo cabal de uma das verdades que o escroto folhetim panfletário não divulga!

Organização criminosa!

Da Série 'Viu estropício maligno e hipócrita?!'

###################

TCU DENUNCIA ESQUEMA DE EMPREITEIRAS NA GESTÃO *[ANTÔNIO] IMBASSAHY (PSDB/BA)

[*carlista roxo de carteirinha!

Ao lado do deputado bochechudo, um dos mais animados arruaceiros da [eterna] oPÓsição ao Brasil e ao honesto povo trabalhador brasileiro! Adendos do matuto]

O deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA), que é vice-presidente da CPI da Petrobras e uma das vozes mais aguerridas da oposição, poderá ficar numa saia justa; empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras são acusadas de superfaturar as obras do metrô de Salvador, empreendimento que teve início na gestão do tucano e foi uma das mais lentas do mundo; Tribunal de Contas da União detectou superfaturamento de R$ 166 milhões, em valores da época, e deve responsabilizar os gestores indicados por Imbassahy; metrô de Salvador foi feito por um consórcio formado por Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Siemens, levou 14 anos para entregar primeiros trechos e consumiu mais de R$ 1 bilhão

5 DE ABRIL DE 2015 ÀS 06:27

(...)

FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/bahia247/175870/TCU-denuncia-esquema-de-empreiteiras-na-gest%C3%A3o-Imbassahy.htm

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador