Venezuela envia tanques de guerra e soldados à fronteira com Brasil

Em ajuda humanitária que começa este sábado, Brasil também estaria se preparando para possível conflito militar

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Após o governo de Jair Bolsonaro assumir uma operação coordenada com os Estados Unidos contra o governo de Nicolás Maduro e favorável ao líder opositor Juan Guaidó, e permitir o uso do território brasileiro na fronteira com a Venezuela para o envio de apoio aos opositores, Maduro determinou o envio de tanques de guerra na fronteira com o Brasil.

A operação iniciada pelos Estados Unidos, país que foi um dos primeiros a rechaçar o comando de Maduro na Venezuela, contou com a palavra de apoio do Brasil, pelo governo Bolsonaro. Publicamente, ambos os países anunciaram que iriam levar ajuda humanitária aos opositores no dia 23 de fevereiro, este sábado.

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta terça (19) que Bolsonaro determinou o “apoio logístico” para que caminhões conduzidos por venezuelanos da oposição, liderados por Guaidó, busquem mantimentos em duas cidades de Roraima, Boa Vista e Pacaraima, que fazem fronteira com o país.

O governo brasileiro assumiu a responsabilidade própria de enviar produtos a postos nestas duas cidades. É a primeira vez que o Brasil se envolve de maneira contundente na crise política do país, após considerar Maduro um presidente “ilegítimo”.

“O governo brasileiro está mobilizando uma força-tarefa interministerial para definir a logística da prestação de ajuda humanitária ao povo venezuelano, a partir de 23 de fevereiro, atendendo a um apelo do presidente Juan Guaidó”, disse o porta-voz de Bolsonaro, na última terça.

Apesar de ser o Brasil o que irá colocar a ação em prática, por fazer divisa com a Venezuela, a operação está sendo calculada e coordenada pelos Estados Unidos. Por isso, para além de uma simples “ajuda humanitária”, trata-se de uma medida combatente contra o governo de Nicolás Maduro no país latino-americano.

Guaidó é o líder opositor, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, que se autodeclarou presidente interino do país em meio à crise política, e seu anúncio foi acatado pelos Estados Unidos, Chile, Brasil, Colômbia, entre outros países do continente.

O porta-voz de Bolsonaro havia explicado que alimentos e medicamentos seriam disponibilizados no território brasileiro, nas cidades que fazem fronteira com o país, para que caminhões liderados pela oposição e por Guaidó possam retirar.

Entretanto, a ajuda humanitária dentro do território brasileiro poderá ter consequências negativas: Maduro anunciou que tentará impedir o recolhimento desses produtos pelos caminhões dos opositores.

Para isso, já enviou tropas e veículos militares para a fronteira com o Brasil. Os tanques de guerra já passaram por Santa Elena, cidade venezuelana que fica a 15 quilômetros de Roraima.

De acordo com reportagem do Uol, fontes ouvidas pelo site afirmaram que o resultado dessa ação do Brasil poderá ocasionar uma “ação militar” de confronto: “É claro que não será dito isso publicamente, mas a verdade é que o Brasil está preparado para tudo, inclusive para uma eventual ação militar”, teria dito a fonte.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

23 comentários

  1. O s Venezuelanos nunca nos deram qualquer tipo de trabalho. Pelo contrário sempre fomos muito bem recebidos por lá sempre vivemos em paz. Agora, os falcões da guerra comandados por Trump querem criar um ódio que nunca existiu entre nós para desencadear uma guerra que será uma tragédia para todos da região. O mais lamentável é que o presidente do Brasil ao invés de cultivar a paz e promover a concórdia é o primeiro a apoiar essa iniciativa criminosa. Bando de criminosos.

    • O povo merece , povo burro , verás a guerra que virá … povo antigo , atrasado , eu sinceramente fico contra o Bolsonaro , abençoo a China e Russia que tragam a cabeça do Bolsonaro num balde e entre pra historia pra esse povo deixar de ser trouxa , a grande guerra , pra aprender o que é sofrer ……..

  2. FAÇA AMOR; NÃO FAÇA GUERRA. Deixem a Venezuela em PAZ. Não tentem invadir o território venezuelano, pois isto vai levar a um conflito militar. Nós brasileiros não queremos guerra, principalmente com nossos vizinhos, somente para atender os interesses dos americanos. A ajuda humanitária aos venezuelanos a Rússia e a China estão providenciando. A Venezuela já COMPROU 300 toneladas de alimentos e remédios da Rússia e negocia muito mais. Negocia também com a China. Deixem a Venezuela em PAZ.

  3. Tudo de acordo com o plano. O tirano Jair Bolsonaro quer a guerra para poder aplicar o Código Penal Militar aos inimigos dele acusando-os de serem Quinta-coluna venezuelana que opera atrás das linhas para minar a capacidade ofensiva do Exército. Vai ter matança e reação.

  4. É interessante: o Bolsa Família aqui, é coisa de vagabundo. A previdência é por demais benevolente com os trabalhadores e tudo está quebrado. De repente, ” não mais que de repente”, o governo se converte em Made Teresa e descobre recursos suficientes para enviar “ajuda humanitária” a outro país, que não precisa disso. A propósito, quem será o convocado para ir lutar nessa “Guerra Suja”?

  5. A guerra da Venezuela é inevitável porque assim o governo dos EUA quer, porque assim o governo brasileiro quer, porque assim o governo colombiano quer, porque assim o capital quer.

    O que quero ver é o que vai acontecer se não correr conforme o script que está sendo montado a partir de Washigton.

  6. Essa cambada de políticos bolsonaristas dizem que o Brasil está quebrado e preparam a cruel reforma da Previdência para apertar o cinto da população.
    Ao mesmo tempo está procurando chifres em cabeça de cavalo na Venezuela. Uma guerra a essas alturas iria jogar o Brasil na miséria absoluta, sem falar nas vidas de jovens brasileiros que se perderiam nessa ridícula aventura desse imbecil eleito por 58 milhões de cretinos FDPs.
    A culpa não será minha. Eu votei no Haddad.

  7. Se para mandar as Forças Armadas ao Rio de Janeiro para não fazerem merda nenhuma se gastou bilhões… Imagine se o Brasil se meter numa guerra com a Venezuela, que certamente será apoiada por China e Rússia.
    Só podia ser ideia desse presidente débil mental, corrupto, sonegador, racista, laranjeiro e admirador de miliciano.

  8. Vcs só olham para seus umbigos faz churrasco no final de semana bebe sua cervejinha e ajudar os outros nada pelo menos tem alguma ajuda para aqueles coitados. Eu sou a favor de ajudar o próximo queria que fosse no nosso país o que vcs iam fazer.

    • A Rússia já está mandando 300 toneladas de alimentos e remédios. Já chegaram 7.500 toneladas.
      A China também vai ajudar.
      Os EUA são responsáveis pelo boicote que levou a Venezuela a este caos: O povo tem o dinheiro para comprar, mas as prateleiras estão vazias.
      Os EUA estão oferecendo “ajuda” de pilantras caras de pau. E o Bozo não passa de um serviçal lacaio dos EUA.
      Os EUA não estão interessados em dar ajuda humanitária merda nenhuma. Estão interessados no petróleo.
      Por que eles não oferecem ajuda humanitária pro Haiti ou pra Etiópia ou para Serra Leoa?
      CAMBADA de FDPs!

  9. Se os países que apoiam a Venezuela não fizerem o mesmo que os apoiadores dos Falcões do norte,ou seja,guerrear,não haverá escapatória,será como no impeachment no Brasil:tira doce de criança.
    A Venezuela é hoje o maior elo de ligação dos povos oprimidos com o chamado bRICS (o b minúsculo ainda está aí de teimoso) e contra a hegemonia “democrática” de um só país.

  10. A Venezuela deve caminhar democraticamente.
    Maduro já era.
    O povo deve ter sua vontade respeitada.
    Como vizinhos devemos prestar ajuda sim.
    Humanitária.

  11. vitor silva não entendo vc. Abençoa uma nação desejando a morte de outro. E ainda mais uma nação alheia.
    Ou vc é de Deus ou é do diabo. Se fosse cristão não desejaria o mal mas pediria a Deus que primeiro desse a vc visão Espiritual de tudo isso que estamos vendo. Te digo isso pois usou o verbo abençoar. E quem abençoa é Deus e não o inimigo. Então você deve acreditar em Deus, porém precisa mudar a sua visão.
    Coloca o teu joelho no chão e vai orar.

  12. Caro “Jus”.
    Vc q chama seus irmãos brasileiros de “fdp” por exercerem seu direito ao voto, base de países democráticos, deveria migrar para a linda e progressista Venezuela, lá vc pode usufruir da “Democracia” q quer!
    Lá onde todos segundo vc tem “dinheiro “(não sei de onde tirou isso…vejam a condição dos q fugiram da Venezuela, sem um tostão sequer p comer!) mas não podem comprar nada por causa do embargo dos EUA.
    O povo vive em miséria faz tempo por causa da política ditatorial de Chávez e seu sucessor Maduro, muito antes de qualquer embargo econômico americano.
    Se informe melhor antes de ficar falando bobagem e ofendendo os outros. Não sou “bolsonariano” mas defendo a Democracia.
    Ajuda humanitária é dever de países democráticos como o nosso e é atitude exemplar!
    Agora um Presidente chegar ao cúmulo de determinar q seu povo morra de fome, impedindo a ajuda humanitária, isso é repugnante e crime contra a Humanidade, merecedor de punição exemplar!! Atenção pessoal dos Direitos Humanos, sempre presente na defesa de bandidos, o povo venezuelano precisa de proteção!!
    A propósito Sr. Jus, porque não pede p seus líderes do PT e demais partidos q apoiam e admiram o Ditador Maduro irem até a fronteira e negociar com seu “amigão” a entrada da ajuda p o povo???? e pedir p que ele sustente seu povo e que não faça com q seja obrigado a invadir outros países, como o Brasil com mais miséria!
    Fica a dica!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome