Vídeo: A duvidosa conversão dos militares

Live comandada por Luis Nassif no canal do GGN no Youtube repercute a carta de Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa, a Jair Bolsonaro

Na live comandada em 10/01/21 por Luis Nassif no canal do GGN no Youtube (inscreva-se gratuitamente aqui), a pauta é a duvidosa conversão dos militares brasileiros após o oficial general Antônio Barra Torres, presidente da Anvisa, enviar uma carta mandando Bolsonaro se retratar por ter insinuado que há corrupção por trás da vacinação das crianças contra a Covid.

Os convidados do programa são Fábio Rosa, diretor de Comunicação da Associação dos Servidores da Anvisa, e o historiador e pesquisador das Forças Armadas, Manuel Domingos, ex-vice-presidente do CNPq e da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED).

Rosa disse que Bolsonaro deveria agir com a “devida honradez” que o cargo de presidente demanda, e denunciou ameaças aos servidores da Anvisa por grupos radicais de extrema-direita, além do sucateamento da agência por causa da falta de concursos e dos salários defasados há anos.

Já Manuel Domingos analisou que os militares estão divididos. Embora Bolsonaro ainda detenha apoio de uma ala ligada ao clube militar, que tem uma mentalidade atrasada, outra parcela das Forças Armadas sabem que o atual governo vai afundar na eleição de 2022 e já busca um descolamento.

Assista:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vladimir

- 2022-01-11 14:33:16

A história nos ensinou que não existe o conversão de milicos. Os milicos agem em bando e sempre tem um preposto a frente. Em 64 foi aquele sujeito sem pescoço. Agora,em 2018,colocaram um sujeito sem cabeça. É preciso ficar claro:Assim com em 64,em 2018 houve a continuação do golpe perpetrado contra a presidenta Dilma em 2016,primeiramente com o fantoche civil e,depois,descaradamente, com o bando de milicos. A (de)formação dessa gente já vem de berço e é aprimorada na AMAN e ESG,por acaso,criada após orientação dos falcões do norte. Essa gente,como eles mesmos dizem,não são treinados, são adestrados. Precisa dizer mais alguma coisa?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador