A barreira humana para impedir o coronavírus em Fortalezinha, no Pará

Para desespero dos moradores, nos últimos finais de semana, o local tem sido invadido por turistas sem máscaras e nenhuma preocupação com o isolamento social.

O vilarejo, que fica na Ilha Maiandeua, é invadido por turistas durante a pandemia sem as medidas necessárias para conter o vírus (Foto de Cícero Pedrosa Neto/Amazônia Real)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora