Após críticas da Pfizer, Anvisa mostra disposição com AstraZeneca/Oxford

Anúncio ocorre um dia após o Reino Unido aprovar no país o imunizante que é a base do programa de vacinação do governo Bolsonaro

Foto: Marcelo Camargo/ABr

Jornal GGN – A Fiocruz pedirá o uso emergencial da vacina da AstraZeneca contra Covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. A informação foi divulgada pela própria Anvisa, após reunião da agência com o laboratório AstraZeneca do Brasil, nesta quarta (30).

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o pedido de uso emergencial será feito pela Fiocruz, que é o parceiro do laboratório no Brasil.

O anúncio ocorre um dia após o Reino Unido aprovar o imunizante que é a base do programa de vacinação do governo Bolsonaro, mas que até o momento não havia recebido o aval da Anvisa.

A Fiocruz já tinha anunciado que fará o pedido de registro até o dia 15 de janeiro. A reunião ocorre como um gesto da agência regulatória brasileira, criticada pelos bloqueios e burocracias solicitadas aos laboratórios e farmacêuticas.

Ainda nesta, a Anvisa teve que recuar dos requisitos solicitados aos laboratórios, argumentados pela Pfizer como impedimentos para o uso emergencial das vacinas contra a Covid-19.

No comunicado divulgado, a agência afirmou que “segundo a empresa [AstraZeneca], não foi identificada dificuldade regulatória para atendimento aos requisitos da Anvisa, estabelecidos pelo Guia n. 42/2020, que trata dos requisitos mínimos para submissão de solicitação de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas Covid-19” – uma clara resposta às críticas recebidas pela entidade.

Ainda, o organismo mostrou ampla disposição para liberar a vacina da Oxford. “Na reunião, a Anvisa se colocou à disposição para esclarecer eventuais pontos ainda necessários sobre a submissão do pedido de uso emergencial.”

“Anvisa, AstraZeneca e Fiocruz manterão os canais de comunicação abertos”, concluiu.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora