Cada 3 internados na UTI por Covid-19, um morre

Um em cada 3 pacientes que foi internado na UTI com Covid-19 morreu. Na rede pública, números são maiores e mais da metade morrem

Foto: Reuters

Jornal GGN – Um em cada 3 pacientes que foi internado na UTI com Covid-19 morreu. É o que mostram dados da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), que revelam também que a mortalidade é maior na saúde pública, chegando a mais da metado dos internados (52,9%).

Já próximo dos 4 mil mortos por Covid-19 no Brasil, o levantamento mostra que nos hospitais privados o índice de óbitos é de 29,7%, de acordo com a plataforma UTIs Brasileiras, que coleta dados de 652 hostipais do país, equivalente a 25% das UTIS do Brasil.

Para o coordenador da plataforma, Ederlon Rezende, membro do Conselho Consultivo e ex-presidente da Amib, a rede pública de saúde está recebendo doentes em situação mais aguda, o que explica a discrepância.

“Quando a gente fala de UTI pública e privada, a primeira coisa a se observar é o porcentual de pacientes sob ventilação mecânica, ou seja, os casos mais graves. Nos hospitais públicos, isso representa cerca de 65% das pessoas atendidas, enquanto que nas UTIs privadas é 40%. O dado, por si só, já explica por que a mortalidade é maior”, disse.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora