Chioro alerta para ‘colapso’ no atendimento de saúde

Jornal GGN – Arthur Chioro, atual ministro da Saúde, alerta para um colapso no atendimento público de saúde no próximo ano, em razão da fata de recursos. Com sua saída quase confirmada para dar espaço a uma indicação do PMDB, Chioro afirma que “o que se aponta é uma situação inadministrável.”

Segundo o ministro, se o Projeto de Lei Orçamentáriam for aprovado da maneira que foi enviado ao Congresso, os recursos para pagar despesas hospitalares, ambulância e antendimentos só durariam até outubro de 2016. ” Essa é uma situação que nunca foi vivida pelo Sistema Único de Saúde nos seus 25 anos. Ela aponta para um verdadeiro colapso na área.”

Do Estadão

‘Saúde caminha para um colapso’ , diz ministro

Com sua saída do governo dada como certa para ceder espaço a um nome do PMDB, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, considera que o atendimento público de saúde pode entrar em colapso no próximo ano, por falta de dinheiro. “Estando eu à frente do Ministério da Saúde, ou qualquer outro gestor público, com mais ou menos experiência, com mais ou menos compromisso, o que se aponta é uma situação inadministrável.”

Para Chioro, aprovado o Projeto da Lei Orçamentária da forma como foi enviado ao Congresso, os recursos para pagar despesas hospitalares, ambulância e atendimentos médicos chegariam ao fim em setembro de 2016, deixando três meses descobertos.

Como foi receber a notícia de que seu cargo é negociado para tentar assegurar maior apoio ao governo no Congresso?

O cargo de ministro é delegação que pertence à presidente Dilma Rousseff. Vou continuar como ministro até o último segundo, exercendo da melhor forma possível minhas funções. Este último segundo pode ser na semana que vem, no fim do ano ou no fim de 2018. Quem tem experiência de gestão pública sabe que o cargo não depende dele. Sem chavão, enquanto puder ajudar o País, vou exercer plenamente o cargo de ministro.

Atuais políticas públicas podem ser prejudicadas se o sr. for sucedido por um peemedebista?

Essa pergunta tem de ser feita a quem conduz o processo de reforma política que está sendo feita. Quando fui convidado a assumir o Ministério da Saúde, talvez questionassem também se eu teria condições de assumir a tarefa. Nesse tempo todo que fiquei no ministério, me esforcei para isso. Procurei construir uma equipe competente, compromissada, estabelecer uma relação de confiança e transparência com todos os atores do Sistema Único de Saúde. Estou muito tranquilo em relação a isso.

Continue lendo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 comentários

  1. Pra que serve a UPA?

    Fui numa UPA tirar uns pontos de uma cirurgia. Disseram que “não fazem” esse serviço lá. Então de qual “pronto atendimento” estamos falando?

    Incrivelmente num PSF eu consegui tirar os pontos.

    • Talvez porque você tenha

      Talvez porque você tenha solicitado um atendimento na unidade errada da primeira vez, e acertou na segunda tentativa. Uma Unidade Básica de Saúde é para realização de atendimentos de atenção básica e integral a uma população, de forma programada ou não, nas especialidades básicas, podendo oferecer assistência odontológica e de outros profissionais de nível superior.

      Na primeira vez, você parece ter tendado atendimento em uma unidade destinada à prestação de assistência a pacientes com ou sem risco de vida, cujos agravos necessitam de atendimento imediato. É muito simples prever o momento de retirar os pontos, não requer urgente.

  2. O colapso nas universidades federais está acontecendo

    também, mas para mandar recursos para o sistema privado de educação através do fiés, a torneira não secou.

  3. o sangue ferve

    Quando leio noticias sobre o desmonte da suade, educação e previdencia publica meu sangue ferve.

    Ferve porque temos uma classe politica vendida aos interesses particulares, uma classe media alienada de tudo, um proletariado  que não consegue se organizar (com excepçoes) e so almeja ser classe média.

    Não precisa ser muito esperto para ver que viveremos todos muito mal(  fora a 71 mil familias + ricas), sem direitos basicos e custo de vida altissimo.

    E  isso já esta acontecendo.

     

  4. Embora o jornal tente obter

    Embora o jornal tente obter do ministro Chioro alguma crítica ressentida em relação à presidente Dilma, não logrou sucesso. Arthur Chioro sabe que a escolha de ministro é função discricionária da presidente da república e sabe muito bem como são conduzidas as escolhas dos ministros e das pressões políticas inerentes a tal ato.

    O que todos os brasileiros devemos fazer é colocar a boca no trombone em relação à tropa de Eduardo Cunha e o que há de pior no PMDB. O loteamento do MS, com a indicação de um mercadista para o ministério, atendendo a interesses de planos e saúde, laboratórios e fornecedores privados, assim como o desfinanciamento e atrofia do SUS devem ser motivo de protestos. Atenção, movimentos sociais! É preciso ir às ruas!

  5. Só uma perguntinha: se não

    Só uma perguntinha: se não estivesse na iminência de ser demitido, esse alerta sairia? Por que só agora, e não quando recebeu o cargo do seu antecessor? Apenas por curiosidade. 

    Pode, aliás, é bem provável que o cenário previsto seja verdadeiro. O financiamento da saúde pública brasileira é hoje, inegavelmente, o ponto mais nevrálgico do Estado brasileiro. Por fatores já exaustivamente discutidos: atendimento universal, aumento na perspectiva de vida  da população, cobertura ampla e total de procedimentos caríssimos relacionados com moléstias como o câncer, elevação da demanda por serviços de urgência em função da violência etc etc. 

    • Ricupero ???????????????????…..

      E, para melhorar tudo isto, a TUA presidentA achou melhor ENTREGAR o ministério que cuida da saúde dos mais pobres (em sua maioria) a um “menino bom” do PMDB….rsrsrsrsrsrsrs (a vontade é de chorar)….COVARDES…

      ACABOU o dinheiro de quem TRABALHA de verdade.

       

  6. E a quem ele está alertando ?

    E a quem ele está alertando ? Quem mandou a proposta orçamentária ? Cada vez mais surreal esse negócio todo, mas a culpa deve ser do entrevistador…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome