Coronavírus: imunidade coletiva pode ser obtida em dezembro

Prognóstico leva em conta manutenção do atual ritmo de vacinação, próximo de 1 milhão de doses/dia; cronograma de entregas traz incerteza

Reprodução

Jornal GGN – O Brasil pode atingir a chamada imunidade coletiva – quando 70% da população estaria vacinada – contra a covid-19 no mês de dezembro, caso cronograma de entregas e o ritmo de vacinação seja mantido até lá.

Especialistas ouvidos pelo jornal O Globo consideram que o patamar pode ser atingido caso o ritmo de 989,5 mil vacinas aplicadas por dia seja mantido, uma vez que as condições para que esse ritmo se mantenha ou aumente já existem.

Porém, o que justamente compromete tal prognóstico é a disponibilidade da vacina, já que o Ministério da Saúde revisou suas projeções diversas vezes. Atualmente, o cronograma indica que seria possível manter uma média de 1 milhão de doses aplicadas por dia.

A vacinação de 70% da população até o mês de dezembro também depende que a Janssen entregue pelo menos 30 milhões das 38 milhões de doses contratadas – e como esse imunizante é de dose única, quem receber uma aplicação já está protegido. Se as doses não forem entregues, o prognóstico se move para janeiro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome