Coronavírus: Número de casos aumenta na Itália e Irã, e desacelera na China

Na Itália, com a região da Lombardia, a mais atingida, com 16 milhões de pessoas, há uma quarentena em curso.

Jornal GGN – Itália e Irã relataram mais casos e novos países confirmaram infecções, em meio a sinais de que o vírus está desacelerando na China e Coréia do Sul.

Na Itália, com a região da Lombardia, a mais atingida, com 16 milhões de pessoas, há uma quarentena em curso. Houve 133 mortes relatadas neste domingo, elevando o total para 366. Mais de 7.000 pessoas no país foram confirmadas como portadoras do vírus.

No Irã, foram 49 mortes. Com isto, 194 pessoas já morreram do coronavírus.

Mas os números da China e Coréia do Sul sugerem que o vírus pode estar diminuindo no nordeste da Ásia.

A China registrou 40 novos casos confirmados no domingo, em comparação com 44 no dia anterior. Esse é o número mais baixo desde que a Comissão Nacional de Saúde começou a publicar dados nacionais em 20 de janeiro.

Fora da província de Hubei, onde o vírus se originou no final do ano passado, a China não registrou novos casos transmitidos localmente pelo segundo dia consecutivo.

Na Coréia do Sul, também parecem estar diminuindo os casos de infecção.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome