Coronavírus: Para conter propagação, Netanyahu anuncia ‘lockdown’ em Israel

Netanyahu, aliado de Bolsonaro, pretende com a medida conter os avanços da Covid-19 em período onde ocorre grande movimentação de pessoas, o Pessach

Jornal GGN – O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou hoje, dia 13, ‘lockdown’ nacional como forma de impedir a propagação do coronavírus Covid-19. A medida começa nesta terça, dia 14, das 17h, até 5h de quinta, dia 16. O ‘lockdown’ é a maneira mais restritiva de controlar a circulação de pessoas em meio à pandemia. A medida depende de aprovação do gabinete local.

Netanyahu, aliado de Bolsonaro, pretende com a medida conter os avanços da Covid-19 em período onde ocorre grande movimentação de pessoas, o Pessach, festa que marca o fim do êxodo do Egito e é considerada a Páscoa Judaica.

Uma quarentena obrigatória havia sido decretada até o fim da semana passada. O primeiro-ministro, além de desencorajar encontros de família, fez apelo aos jovens para que não visitassem parentes idosos.

Bolsonaro, presidente, vai na contramão até de Netanyahu, seu aliado, e desrespeita orientações mínimas para enfrentamento do coronavírus.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome