Covid-19: MS afirma que rede privada poderá adquirir imunizante a partir do segundo trimestre

Informação foi confirmada pelo empresário Carlos Wizard, que esteve em reunião nesta quarta-feira com secretário-executivo da Saúde

Jornal GGN – O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, afirmou ao empresário Carlos Wizard, simpatizante de Jair Bolsonaro (sem partido), que o setor privado poderá comprar vacinas contra a Covid-19 a partir do segundo semestre deste ano. As informações são da colunista Bela Megale, no O Globo.

O próprio empresário informou que aquisição de imunizantes pela rede privada acontecerá após cerca de 70 milhões de brasileiros prioritários serem vacinados contra o vírus, que já fez mais de 250 mil vítimas fatais no país.

A saúde espera vacinar essa parcela população em até quatro meses, a partir de março.  

“Perguntei qual a previsão de tempo para que essas 70 milhões de pessoas sejam vacinadas. Élcio disse que isso ocorrerá nos próximos quatro meses. Estamos falando de março, abril, maio e junho, ou seja, do primeiro semestre” disse Wizard à coluna.

Wizard e o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, estão à frente de um grupo de empresários que tenta articular a compra de vacinas, para distribuição e aplicação pelas empresas.

Leia mais: Ministério da Saúde volta a pedir por reserva de segunda dose da Coronavac

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora