Criticado, governo Bolsonaro estuda fazer celebração da campanha de vacina

Enquanto a própria vacina não tem data, a festa já está sendo planejada para ocorrer na próxima terça (19). Falta Ministério da Saúde convencer Bolsonaro

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Criticado pelo atraso, omissão e indefinições sobre a vacinação contra Covid-19, agora, o governo de Jair Bolsonaro quer fazer um evento para celebrar a campanha de imunização do governo federal.

Até agora, o único anúncio dado pelo Ministério da Saúde é que o início da imunização ocorrerá no “dia D” e na hora “H”. Mas a festa já teria data, e está prevista para ocorrer na próxima terça-feira (19).

Ainda, acusado de tentar se apropriar de contratos de licitações feitos pelos governadores para a obtenção de agulhas, seringas e outros insumos médicos já adquiridos ou comprados pelos Estados brasileiros, os governadores estão na lista de convidados da celebração.

A cerimônia, apesar de confirmada por jornais e políticos, não foi garantida e ainda não consta na agenda. Isso porque o governo Bolsonaro enfrenta diversas polêmicas e críticas relacionadas à vacinação contra Covid-19.

Mas o Ministério da Saúde estaria trabalhando para realizar o evento. Estariam tentando, segundo reportagem da Folha de S.Paulo, convencer o próprio presidente, uma vez que Bolsonaro deixa claro que não quer tomar a vacina.

A pasta de Eduardo Pazuello, contudo, avalia que a cerimônia seria utilizada para divulgar o último plano de vacinação mais atualizado, com as supostas datas, enquanto que o governo é amplamente criticado pelas incertezas e demora em comparação ao restante do mundo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome