Doria antecipa calendário de vacinação contra covid-19

“A vacina vai vencer o vírus”, diz o governador de São Paulo; ciclo de vacinação terá início na próxima quarta-feira

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anuncia novo calendário de vacinação contra covid-19 Foto: Governo do Estado de São Paulo

Jornal GGN – O Estado de São Paulo antecipou em 30 dias a sua vacinação contra a covid-19. A expectativa é que, até o dia 15 de setembro, todos os moradores do estado tenham recebido pelo menos a primeira dose do imunizante.

“Esta antecipação significa mais de 7,450 milhões de pessoas entre 40 e 59 anos que entram imediatamente no programa de vacinação já nesse mês de junho”, disse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em entrevista coletiva realizada neste domingo.

“Essa é uma grande notícia para todos os brasileiros, paulistas e residentes aqui em São Paulo, com idade acima de 18 anos. Os adultos estarão vacinados até 15 de setembro”, disse Doria.

“A vitória é do trabalho e da ciência, de respeito à saúde e à vida. A vacina vai vencer o vírus, a saúde vai vencer o negacionismo e nós, aqui em São Paulo, estamos ao lado da ciência, da saúde e da vida”.

Segundo o governador, a população está imunizada pelo menos com a primeira dose da vacina do Instituto Butantan (CoronaVac), que são 28 dias de prazo entre a primeira e a segunda dose, e a outras vacinas que estabelecem 90 dias ou 60 dias.

A partir da próxima quarta-feira (16), as doses poderão ser aplicadas em qualquer pessoa na faixa de 50 a 59 anos. Pelo cronograma anterior, esta data estava definida para as pessoas com idade entre 55 e 59 anos, e agora o alcance foi expandido.

A partir do dia 23 de junho, São Paulo vai vacinar a população com idade entre 43 e 49 anos. No dia 30 de junho última quarta-feira deste mês, começa a imunização dos que têm entre 40 a 42 anos.

No dia 15 de julho, a campanha será estendida para a população de 35 a 39 anos. Depois, no dia 30 de julho, as pessoas com idade entre 30 e 34 anos também poderão ser vacinadas contra a COVID-19. A partir de 16 de agosto, a vacinação se estende para os adultos mais jovens, com idade entre 25 a 29 anos. Por fim, a partir de 1 de setembro, todos os adultos a partir de 18 anos poderão iniciar a imunização contra o coronavírus, com término previsto de aplicação da primeira dose para o dia 15 de setembro.

A ampliação dos públicos-alvo e a projeção do novo calendário se baseiam nas estimativas de entregas do Ministério da Saúde. Com a chegada ao Brasil dos novos imunizantes da Pfizer e da Janssen e mais entregas das vacinas do Butantan e da Fiocruz / Astrazeneca, São Paulo recalculou o cronograma e está intensificando a logística e distribuição dos imunizantes para os 645 municípios.

Reprodução: Redes Sociais – Governo do Estado de São Paulo

Em referência às declarações do presidente Jair Bolsonaro, que neste sábado atacou o governador durante passeio de moto realizado na cidade de São Paulo, Doria afirmou que São Paulo não é a terra da cloroquina. “Que triste é o país que tem que combater o coronavírus e que tem que combater também o vírus da displicência e do negacionismo”, disse o governador.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome