É o segundo dia consecutivo sem registros de mortes por Covid-19 em Araraquara

Jornal GGN – Pela primeira vez em dois meses, Araraquara, município paulista, zera registro de mortes provocadas pela Covid em segundo dia consecutivo. O município contabiliza 335 óbitos desde o início da pandemia, sendo 219 deles registrados a partir de fevereiro. As decisões do prefeito, Edinho Silva (PT) foram fundamentais para o enfrentamento da alta de casos e óbitos, bem como da superlotação de leitos e UTIs.

Araraquara foi um dos primeiros municípios paulistas a viver um colapso no sistema de saúde em 2021. A partir da segunda semana de fevereiro, o número de infectados e de óbitos no município subiu drasticamente, por isso, no dia 21/02, após seis dias de UTIs superlotadas e sendo o município com maior confirmações da cepa brasileira do novo coronavírus, o prefeito decidiu decretar lockdown na cidade.

As restrições severas duraram dez dias e o município passou por uma série de mudanças para enfrentar o colapso no sistema de saúde. Um antigo motel da cidade foi usado para atender os pacientes que testaram positivo e não tinham condições de fazer isolamento social em casa. Além disso, uma igreja foi usada como Unidade de Pronto Atendimento para internações precoces. Tais medidas surtiram efeitos e o município registra queda no números de novos casos, internações e mortes.

Ademais, na última semana, a prefeitura antecipou dois feriados e fez barreira sanitária em pontos estratégicos da cidade, a fim de impedir a entrada de turistas. Mais de seis mil veículos foram abordados, sendo que 408 foram barrados e tiveram que voltar para as cidades de origem. Nessa fiscalização, foram feitos mais de 800 testes rápidos, em que 27 deram positivos.

Fontes: Folha e G1

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora