Faltarão insumos para tratar Covid-19 e sobrará cloroquina, diz órgão da Saúde

Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública anunciou risco de desabastecimento em documento, que aparece a descrição: "não fazer divulgação de dados"

Jornal GGN – Um comitê dentro do Ministério da Saúde alertou a pasta sobre o risco de faltar 267 insumos em todo o país para o combate ao coronavírus, enquanto poderá haver um excesso de cloroquina em estoque.

De acordo com reportagem do G1, que obteve a ata do Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública, foi relatado o risco de desabastecimento em todo o país dos insumos para o combate ao Covid-19. No documento, aparece a descrição que orienta “não fazer divulgação de dados”.

Se faltarão insumos para o tratamento da doença, segundo estimativa do órgão vinculado ao Ministério da Saúde, sobrarão cloroquina.

Segundo a matéria, que não detalhou que deve faltar no sistema de saúde do Brasil, estariam insumos e remédios. “O comitê também alertou o Ministério da Saúde para a possibilidade de o país ficar com excesso de cloroquina em estoque”, trouxe o jornal.

Em pesquisa recente feita pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), já se constatava a falta de medicamentos para pacientes internados em UTIs de 21 estados e no Distrito Federal. Foram listados pelo Conselho o desabastecimento de sedativos, anestésicos, bloqueadores neuromusculares, usados em pacientes que precisam ser entubados.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora