GGN Covid: a vergonhosa participação do Brasil nas mortes do continente

Confira os três gráficos abaixo. Os três mostram a relação entre percentual do país na população analisada e o percentual de óbitos:

Gráfico 1 – os países com maior número de novos óbitos.

Gráfico 2 – os países da América Latina, em relação à população e ao total global de óbitos.

Gráfico 3 – os países da América Latina, em relação à soma da população e de óbitos deles próprios.

O primeiro gráfico mostra que, com 2,7% da população mundial, a média semanal de óbitos no Brasil atingiu 30,3% do total mundial. O segundo colocado – Estados Unnidos – tem 4,2% da população mundial e 8,4% dos óbitos.

Em relação à América do Sul, o Brasil é o único país cuja proporção de óbitos supera a proporção da população mundial.

Em relação à comparação com a população e os óbitos dos países da América do Sul, com 49,54% da população do continente, o Brasil tem 81,7% dos óbitos. É um resultado desmoralizante. Com 10,53% da população, a Argentina tem apenas 2,3% dos óbitos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora