GGN Covid: média diária semanal de óbitos supera os 2.000

As informações de UTIs lotadas, por todo o país, mostram que a curva de mortes irá se acelerar mais ainda. A demora na renda emergencial obriga pessoas de todo o país a saírem do isolamento para não morrer de fome.

A média diária semanal de óbitos bateu em 2.017, em uma sequência de recordes diários.

É 24% acima de uma semana atrás, 51,6% acima de 14 dias e 95% acima de 28 dias.

Ao mesmo tempo, a média diária semanal de casos bateu o terceiro pico de casos, abaixo apenas dos picos dos dias 12 e 13 de março.

E não se chegou ao pico. As informações de UTIs lotadas, por todo o país, mostram que a curva de mortes irá se acelerar mais ainda. A demora na renda emergencial obriga pessoas de todo o país a saírem do isolamento para não morrer de fome.

Em relação aos novos casos, 20 estados registram crescimento e apenas 4 mostram queda. Mesmo assim, as quedas ocorrem em estados com grande crescimento de casos, no período anterior. De tal maneira que, mesmo com a queda, as médias estão em níveis muito elevados ainda.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora