Jovens impulsionam cada vez mais propagação do vírus, alerta OMS

Análises de seis milhões de casos com informações detalhadas reportadas à OMS entre 24 de fevereiro e 12 de julho mostraram um aumento na proporção de crianças e jovens infectados.

Agência Brasil - foto de 2018

Jornal GGN – A disseminação do coronavírus Covid-19 está sendo impulsionada cada vez mais por jovens, alerta a Organização Mundial da Saúde (OMS). Pessoas na faixa dos 20, 30 e 40 anos, que não sabem que estão infectadas pois assintomáticas ou com sintomas leves, são os agentes da disseminação.

Análises de seis milhões de casos com informações detalhadas reportadas à OMS entre 24 de fevereiro e 12 de julho mostraram um aumento na proporção de crianças e jovens infectados. Esses jovens, sem saber que estão infectados, passam o vírus para outras pessoas. As informações foram passadas por Takeshi Kasai, diretor regional da OMS para o Pacífico Ocidental.

Segundo os dados compartilhados com a agência Al Jazeera, a proporção de crianças afetadas de zero a quatro anos cresceu de 0,3% para 2,2%, entre cinco e 14 anos, foi de 0,8% para 4,6%, enquanto aquelas entre 15 e 24 anos cresceram de 4,5% para 15% do total de casos analisados.

“Embora vejamos diferenças entre as regiões, vemos uma mudança consistente em direção a mais pessoas mais jovens sendo relatadas entre os casos de COVID-19”, disse a OMS à Al Jazeera.

“Existem algumas explicações possíveis para essas tendências, incluindo um aumento no comportamento de risco entre os jovens depois que os bloqueios e outras medidas sociais e de saúde pública foram suspensas, a disponibilidade expandida de testes e uma maior disseminação do COVID-19 nas comunidades”, completa.

Globalmente, a pandemia do coronavírus infectou 21,8 pessoas, de acordo com dados coletados pela Johns Hopkins University, enquanto mais de 13,8 milhões se recuperaram.

Ao menos 774.000 pessoas morreram.

Com informações da Al Jazeera.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora