NYT: Crise global do coronavírus está prestes a ficar pior

Em artigo, conselho editorial questiona o impacto da pandemia em nações com menor estrutura de saúde e governos menos confiáveis

Jornal GGN – Enquanto alguns lugares estão se questionando sobre o prazo para voltar ao trabalho, a pandemia do coronavírus está para começar em outras nações – e muitos dos países mais pobres não possuem meios de fazer muito para lidar com isso. E eles sequer podem contar com nações mais ricas para ajudar, dada a falta de organização e liderança da comunidade internacional diante de uma crise global.

Em artigo, o conselho editorial do jornal The New York Times explica que os países mais atingidos até agora estão entre as maiores economias do mundo (exceto o Irã), mas o que está por vir é a disseminação do vírus “por países devastados pelo conflito, por campos de refugiados e centros de detenção lotados em lugares como Síria ou Bangladesh, por cidades fervilhantes como Mumbai, Rio de Janeiro ou Monróvia, onde o distanciamento social é impossível e o governo é não confiável, através de países sem capacidade fiscal ou serviços de saúde para montar uma resposta viável”.

Levantamento elaborado pelo International Crisis Group indica que o impacto total da pandemia é difícil de ser estimado, mas caso a doença se dissemine por centros urbanos considerados “densamente compactados em estados frágeis”, pode ser praticamente impossível controlar.

“A dramática desaceleração econômica já em andamento interromperá os fluxos comerciais e criará desemprego que causará danos em níveis difíceis de prever e sombrios de contemplar”, diz o artigo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Faltou aos editorialistas acrescentarem que muitos dos países conflagrados estão nesta situação por causa do país deles, os Estados Unidos da América e seus consortes como o Reno Unido, por exemplo.

  2. Eles nunca se preocuparam com o que ocorre no resto do mundo e nem estão preocupados agora.
    A preocupação deles é que o descontrole no resto do mundo,por mais que fechem as fronteiras, pode provocar uma segunda onda da infestação antes da descoberta da vacina ou algum tratamento efetivo para a doença.
    Ou seja,quando essa gente diz que pensa na gente é melhor ficar atento.
    É como o anúncio de uma montadora chinesa representada por um grupo nacional que diz que não vai fazer publicidade de seus veículos mas passa o anúncio inteiro só falando da marca.

  3. Sem sistema de saúde estruturado e governo não confiável é exatamente a situação dos EUA, daí vem o descontrole total sobre a epidemia de Covid-19 no território estadunidense.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome