Pela pandemia e por omissão em saúde, Brasil teve 22% a mais de mortes em 2020

Os óbitos também foram resultados da omissão de cuidados sanitários em outros problemas de saúde, gerados pelo medo ao contágio de Covid-19

Foto: Reuters

Jornal GGN – Além do fracasso no enfrentamento à pandemia, o Brasil teve 22% a mais de mortes por causas naturais do que o esperado em 2020.

O número é um levantamento da organização global de saúde Vital Strategies, que revela que houve 275.587 mortes a mais no ano passado do que o que era esperado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Apesar de ser ano de pandemia, os pesquisadores indicam que a infecção pelo coronavírus não foi, necessariamente, a causa direta para a alta mortalidade do ano passado. Em 2020, era esperado que 1.231.020 pessoas morressem por causas naturais.

“O número de óbitos superior ao que era esperado para o período pode também ser reflexo indireto da epidemia”, escreveram os pesquisadores.

Isso porque os óbitos também foram resultados da omissão de cuidados sanitários em outros problemas de saúde, gerados pelo medo ao contágio.

“Mortes provocadas, por exemplo, pela sobrecarga nos serviços de saúde, pela interrupção de tratamento de doenças crônicas ou pela resistência de pacientes em buscar assistência à saúde, pelo medo de se infectar pelo novo coronavírus”, esclareceram.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora