Pela primeira vez, menores de 70 anos são maioria de mortes por Covid-19

Se antes a preocupação com idosos e acima de 70 anos era maior, o novo comportamento e cenário de reação do vírus na população brasileira assustam.

Foto: Reuters

Jornal GGN – O número de mortes de pessoas com menos de 70 anos por Covid-19 é maioria, pela primeira vez, desde que a pandemia começou no Brasil. Se antes a preocupação com idosos e acima de 70 anos era maior, o novo comportamento e cenário de reação do vírus na população brasileira assustam.

Foram 55,5% as mortes de pessoas de faixa etárias mais jovens no mês de março. Os dados foram levantados por reportagem do Uol em certidões de óbitos nos cartórios de registro civil do país, e constam no site da transparência da Arpen-Brasil.

No mês passado, os cartórios registraram 77.202 mortes por Covid-19, o que também foi um recorde até hoje na pandemia. Até o mês de fevereiro, as pessoas com 70 anos ou mais representavam 50,5% a 57% dos óbitos, significando sempre a maioria dos cenários de fatalidade pelo coronavírus. Agora, foram 44%, ou 33.975.

Especialistas explicam que esse resultado se deve a dois fatores: a vacinação que começa a completar entre os mais idosos e o aumento de internações gravens em jovens este ano.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora