EM OBSERVAÇÃO: Empresários ameaçam parar financiamentos no Insper se Haddad voltar a lecionar


Foto: Reprodução/YouTube

Atenção: o GGN decidiu eliminar essa nota pela ausência de indicações mais precisas sobre esse movimento. A primeira nota foi de um blogueiro inexpressivo, sem uma informação concreta sequer sobre o caso, nem nomes de empresários, nem de fontes confiáveis.

A notícia fica em observação até aparecerem dados mais concretos, confirmando ou desmentindo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Não cortem nosso futuro, por Pedro Gorki

2 comentários

  1. Calma, pessoal…

    Nassif: você se precipitou. Agora os enrustidos e safados, especialmente os ligados a FIESP, vão pra moita.

    Nesse primeiro momento, darão uma de joão-sem-braço.

    Como a coisa deve esquentar, no governo daBala, em 2019 cortarão só 10%. Em 2020, a navalha vai mais fundo, 80%. E, em 2022 será total.

    Esses safados, que armaram golpe desde 2005, saberão esperar mais uns4 anos. Qualquer coisa, os verdeolivas e os do judiciário seguram as pontas e darão cacife.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome