Municípios enfrentam falta de recursos para volta às aulas

Cidades não tem condições para comprar material de higiene e saúde e garantir retomada presencial das aulas de forma segura

Foto: Idesp

Jornal GGN – Em meio a discussão sobre a volta às aulas presenciais, paralisadas em decorrência da pandemia da Covid-19, municípios precisam lidar com a falta de verba para a compra de materiais de higiene e saúde. As informações são da Folha de S. Paulo. 

Com a pandemia, foram perdidos cerca de R$ 31 bilhões dos R$ 154 bilhões disponíveis somente nos recursos dos municípios para educação. Além disso, as cidades enfrentam a ausência de recursos emergenciais da União.

Os dados são do Relatório do Movimento Todos Pela Educação e do Instituto Unibanco, feito pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) com 82 secretarias municipais de educação. 

O levantamento destacou que, entre a perda de recursos , neste ano ocorreu um aumento dos custos por aluno. A alta é resultado do investimento em atividades a distância e estratégias para o auxílio alimentação. Sendo assim, o custo médio adicional foi de R$ 770 por estudante.

Ainda, o estudo aponta que 55% dos municípios não iniciaram ou estão em fase inicial de planejamento para a volta às aulas presenciais. Apenas 15% das cidades já iniciaram ações para a retomada, incluindo a compra de materiais de higiene e saúde. 

Em meio a pandemia, Ministério da Educação (MEC) não criou nenhum mecanismo de apoio financiamento às instituições de ensino.  

A única ação do governo Jair Bolsonaro (sem partido) foi a autorização do Ministério da Saúde para transferência de R$ 454 milhões para as escolas públicas comprarem materiais de higiene, o que representa cerca de R$ 10 por aluno, contando com os 40 milhões de estudantes parte da educação básica. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro cede a Trump, e zera imposto sobre etanol dos EUA

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome