A próxima tacada será no TSE, por Luis Nassif

Tribunal poderá ser a única alternativa para aqueles que querem barrar a candidatura não apenas de Lula, mas de um escolhido do PT 
 
https://www.youtube.com/watch?v=RVHIeGNekPo height:394
 
Jornal GGN – Mesmo com a propaganda maciça contra Lula e, finalmente, sua prisão os índices de rejeição contra o ex-presidente e o PT vem caindo na medida em que aumentam em liderança nas pesquisas de intenção de voto. E, quanto mais perto chega-se do primeiro turno da eleição, maiores são as chances de Lula ser bem sucedido na transferência de votos, caso seja barrado para participar do pleito.

 
Diante desse quadro, Luis Nassif avalia que a saída para os grupos que lutam para impedir que PT e Lula voltem ao poder é inviabilizar a chapa deste partido, custe o que custar. Ele lembra, por exemplo, de recente entrevista do cientista político, estreitamente ligado ao PSDB, José Álvaro Moisés para a GloboNews pontuando duas convicções: primeiro que dificilmente Jair Bolsonaro deixará de ir para segundo turno. Portanto, daí vem a segunda convicção, para evitar que o embate no segundo turno seja entre o candidato do PSL e um candidato do PT, sugere que a chapa do PT seja interditada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
Outro personagem que merece atenção, segundo Nassif, é o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Seu posicionamento na “luta” contra as fake news (notícias falsas), sob o argumento de evitar a influência de informações inverídicas nas eleições, poderá interferir no livre debate de ideias nas redes sociais, campo que para alguns pesquisadores políticos deverá ser decisivo nestas eleições. 
 
“É muito possível que venha pelo TSE a tentativa de brecar não apenas a candidatura do Lula, mas também do PT”, afirma Nassif completando que estão entrando no Tribunal três figuras que foram relevantes no golpe parlamentar que resultou no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff: a ministra Rosa Weber e os ministros Luis Roberto Barros e Edson Fachin. 
 
 
Nova presidente do TSE, ministra Rosa Weber
Foto: EBC. Rosa Weber toma posse nesta terça-feira (14) na presidência do TSE.
 
 

33 comentários

  1. Porque ainda estamos

    Porque ainda estamos quietos?

    Vamos assistir calados a destruição do país?

    Se sim, teremos o que merecemos.: FERRO NO RABO.

  2. TSE que se livrou de “FUX

    TSE que se livrou de “FUX Mata no Peito” e que ganhou “ROSINHA ENROLADINHA”, a mocinha dengosa que pra não ficar de mal dos coleguinhas da GLOBO (empregadora do filho), alegou que votaria contra a LEI, a Constituição e a própria CONSCIÊNCIA, pela MANUTENÇÃO da prisão de LULA …isso tudo só pra ficar de acordo com uma MAIORIA SIMPLES no STF que ela, COM aquele mesmo VOTO DELA, então formaria  ….dããããã  ..6×5 ou 5×6, óh duvida, teria dito ?!

    E pra não deixar os colegas tristes e desanimados, aviso que mais dois morcegões do STF compõem aquele juri  ..BARROSO (o defensor do direito casuístico e heterodoxo – aos inimigos) e FACHIN FRAQUINHO, o VERME de Curitiba (segundo amigos)

    ..qual seja, melhor os advogados de LULA já irem pensando nos recursos  e, claro, quem sabe, os acampados de BRASILIA se convencerem de que se não for com “uma forcinha”, aquela SUCIA não se emenda nem recua

    O GOLPE veio pra ficar ..afinal, é o pescoço dos GOLPISTAS que esta a prêmio

    Retorno da democracia, se assim, só com pressão internacional  ..pois o BRASILEIRO já mostrou que é um povo parvo e corno manso, mesmo

     

     

  3. Para completar o golpe, bem completo…

    … é preciso destituir os ministros Fux, Fachin, Weber, Cármen Lúcia, Toffoli, Barroso e Lewandovski.

    Afinal, foram nomeados pela quadrilha petista, não é mesmo? Tem de ser defenestrados já, e não adianta dizer que mudaram de lado. É evidente que estão só dissimulando; quando as circunstâncias permitirem, voltarão ao projeto bolivariano.

    • Sério: bolivarianismo de novo
      Cara que piada, a justiça do está pensando só nela, com 2 férias por ano, autos salários, beneficios a rodo reajustes astronômicos e politicagem os ministros que vc falou foram indicados pelos partidos que compunham a base de governo do PT aí vcs esquecem de falar de Gilmar Mendes e companhia, e ainda vem com esta piada de bolivarianismo, sendo que quem está aí está entregando o país aos estrangeiros de graça, só palhaço para por um comentário deste.

  4. Juntando os dois videos….

    Concordo com os dois videos…………este e o anterior(acho, se não perdi um no caminho….), onde Nassif pregava a “boa palavra” do comedimento, calma e moderação………mas as vezes tenho a impressão que nosso judiciario faz questão de galgar os “pincaros” da imbecilidade,do “sem noção” e da senvergonhice, sem medo de ser feliz(e sem medo de pedir aumento)…….se não a outra alternativa seria “querem porque querem” tacar fogo no circo….mesmo se concordo em parte com o comentario “irado” do Romanelli, numa definição nada cientifica diria que o povo brazuca é pacato e ao mas ao mesmo tempo extremamente violento….. me pergunto até que ponto essa galera acha que vai esticar a corda? Estão esperando que passemos para o lado escuro da força?(extremamente violento).Tão brincando com fogo…… 

  5. O que fazer?

    Nassif,

     

    Você falou em vídeo anterior que deve-se evitar o “acirramento dos ânimos” neste momento por que passa o país. Como então uma saída com pessoas tão autoritárias psicopatas e viciadas em dinheiro e poder, como as que estão no executivo, legislativo e judiciário?

  6. Será mesmo, Nassif? Porque

    Acho importante esse alerta, para manter alguma pressão, mas será mesmo, Nassif? Porque até agora os sujeitos deram um golpe, ‘mas, não é golpe’; investem contra os direitos sociais mais básicos, ‘mas é ajuste’, enfim, o tipo de golpe envergonhado que só os cafajestes são capazes. 

    Caçar a inscrição do Partido dos Trabalhadores é outra coisa, é um golpe escancarado, é confessar o crime para o mundo todo e não há conversa mole de convescotes e salamaleques que justifique, vão ter que prestar contas ao mundo seriamente, ou seja, é coisa pra gente corajosa.

    E coragem é matéria pra lá de escassa entre essa gente.

    Não descarto golpe, mas se vier, ou vem de outro lado, ou vem sorrateiro, de manipulações na calada da noite.

  7. http://cbn.globoradio.globo.c

    http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/205477/se-juizes-nao-rejeitarem-candidatura-de-lula-poder.htm

    O inefavel MERVAL PEREIRA com seu visual de Confeitaria Colombo no seu comentario de hoje da hora do almoço disse EXATAMENTE A MESMA COISA que o Jose Alvaro Moyses, parece que combinaram, a mesme tese, o mesmo exemplo

    “se for estrangeiro o TSE não registra”, uma completa imbecilidade porque a condição de estrangeiro é imutavel e a de

    condenado em 2ª instancia é mutavel, o exemplo é inutil e improprio.

    Mas é impressionante a CONSTRUÇÃO DA TESE, considerando que Meral é uma especie de ” diretor de cena” dos

    julgamentos dando o roteiro que a Globo goataria que fosse seguido e ao que parece o Jose Alvaro é o auxiliar do

    diretor, tanto que é convidado para o PAINEL, cuja escolha de participantes é personalissima.

  8. Nassif: erraram na titulação.

    Nassif: erraram na titulação. Não se trata de “tocada” mas de “estocada”. E Rosinha (minha canoa) promete se esmeirar dessa vez. Se contra o Zé, peixe pequeno, e num colegiado, ela condenou “porque a Lei lhe” permitia, imagine agora que ela chuta e corre pro gol. Num vai dar outra…

    • Piada d mau gosto nao Se nao conseguimos nem mobilizar a populaç

      Falar de luta armada é IRRESPONSABILIDADE. Já vi esse filme e nao gostei do final. É pretexto p/ liberar a repressao total. Pombas, vc nao lembra da ditadura nao? Vamos fazer luta armada com o que, se nem mesmo mobilizar a populaçao a gente tá conseguindo? Juízo, por favor.

      • Ah !Mas jogar umas Bombinhas
        Ah !
        Mas jogar umas Bombinhas aqui e ali .
        Criar uns tumultos centralizados .
        Fazer barulho na porta de ministros, não faz mal algum.
        A minha geração enfrentou os milicos.
        Por que a geração atual não enfrenta os togados.

        O que a esquerda precisa fazer no momento , é o mesmo que grupos de direita fizeram em 2013.

        “Não é por causa dos 0,20 centavos” era o mote, mas fizeram uns estragos bacanas , principemte no meio capitalista.

        Não precisa de luta armada, até porque não se tem armas.
        Mas se houvesse um movimento maior das esquerdas , mais agitação, convulsão, os togados já teriam colocado o galho dentro.
        Como não houve reação estão avançando.
        Principalmente depois da prisão do Lula.
        Não se estorou nenhuma bombinha numa agência bancária.

        Um tulmultinho de vez em quanto é bom. Cria medo e insegurança de quem pode ser alvo. Irão pensar duas vezes antes de avançar o sinal

        Estamos demostrando ao mundo que somos um povo fraco, que não defendemos nosso direitos.

        Se acontecer algo semelhante aos nosso hermanos Argentino, lá a porrada vai comer.

        Não precisa luta armada. Só um pouco mais de sangue quente e disposição para luta mais contundente.

        • Uns desaparecimentos forçados

          Uns desaparecimentos forçados poderiam fazer milagres.

          Somos covardes e safados.

          Os bandidos estão nos estuprando todos os dias e não fazemos nada.

          Diante da falta de reação eles podem até dizer que o estupro “foi consentido”.

          • Mobilização popular

            Se você não tem forma para mobilizar as massas, muito menos terá para uma solução de força.

            Sou a favor da revolução, mas uma revolução de massas, não acredito que ações isoladas possasm mudar o quadro geral, pelo contrário, iria agravá-lo.

            Uns desaparecimentos forçados iriam apenas servir de desculpa para o recrudescimento da repressão e do uso do aparelho policial contra a expressão popular. Digo recrudescimento porque já está acontecendo e dar uma desculpa para ele se intensificar seria fazer um grande favor aos golpistas.

            Se é para sermos corajosos (e acho que devemos ser) que seja para ir às ruas para expressar nossa opinião e principalmente levando mais e mais pessoas a se manifestarem também.

            Uma atitude extremamente corajosa são os flash mobs que estão sendo feitos em shoppings, mercados municiapis e outros lugares públicoas como o que ocorreu na feira de artresanato na praça da liberdade em BH , neste último fim de semana. Se essas ações se multiplicarem por todo o País e começarem a envolver milhares de pessoas com grande frequência, o jogo muda.

            O que é mais corajoso, jogar um bomba e sair correndo ou ir a um local público e expressar sua opinião contra toda a mídia canalha que esconde tais eventos e mente sobre qual é a opinião pública de verdade? Pessoalmente eu acho muito mais corajoso e efetivo a segunda opção.

            Portanto não discordo de você quanto à necessidade de ação e de coragem, apenas acho que as ações devem ser outras. Quando citei a luta armada foi uma provocação para levar a essa reflexão. O momento exige coragem, mas coragem coletiva,exige ação mas ações de mobilização. Somente tomando as ruas em massa podemos virar o jogo.

            Não é a luta armada que resta, é a luta da mobilização. A arma da democracia é a massa nas ruas, sem isso eles vencem.

        • Mobilização

          “Não precisa luta armada. Só um pouco mais de sangue quente e disposição para luta mais contundente.”

          Acho que é por aí mesmo. Há muita disposição para responder através do voto e pouca para ir ás ruas e participar de mobilizações. Se 5% dos eleitores de Lula saissem às ruas o jogo mudava.

          Amanhã haverá uma grande mobilização em Brasília, mas era para ser muito maior. Sei que é difícil viajar para lá, mas deveria haver mobilizações com centenas (no plural) de milhares de pessoas em cada capital se uma pequena parcela dos eleitores de Lula saisse às ruas.

          A democracia não irá retornar pelo voto mas pela mobilização popular.

          E se sairmos às ruas não precisa de bomba nem de arma, precisa é de gente, muita gente. E gente tem, está faltando é disposição, como você disse.

      • Fala sério!

        Você não gostou do que eu falei? Não estou nem aí… não escrevo para te agradar.

        Porém é ridícula essa sua reação. Primeiro porque eu não estou defendendo a luta armada, apenas citei como uma menção ao desalento e falta de perspectiva com a situação atual.

        Você deve ser o tipo de pessoa que, por falta de entendimento, leva ao pé da letra as figuras de linguagem das pessoas e acaba caindo no ridículo.

        Se alguém fala que está morrendo de frio o que você faz? Dá um sermão sobre as pessoas que são obrigadas a dormir na rua e realmente morrem de hipotermia nos invernos rigorosos, ou entende que se trata de uma expressão para dizer muito frio?

        Não, eu não estou defendendo a luta armada. E não disse isso. Perguntei se é só isso que resta, esperando ouvir as opiniões das pessoas e no lugar disso escuto um sermão de patrulha ideológica absolutamente sem sentido de uma pessoa aparentemente sem nenhuma capacidade de interpretação de texto.

        Eu hein! Quanto mais eu rezo mais assombração me aparece. (*)

         

        (*) Já que parece ser necessário eu explico: Não estou rezando nem acredito em fantasmas, é só uma figura de linguagem para dizer que não esperava por esse comentário bizarro.

        • Êta ego! E haja imaturidade…

          O seu comentário foi irresponsável. Se vc estava ou nao realmente defendendo a luta armada nao vem ao caso, mas o seu comentário estava aventando essa possibilidade. Ninguém tem bola de cristal nem obrigaçao de saber ler pensamento.

          Quanto a reaçoes ridículas, nada mais ridículo que demonstrar tal suscetibilidade a críticas. Crime de lesa-majestade, né? Ora, ora, vê se cresce.

          • A juiza do site

            E desde quando você é a “doutora Mora”, juiza de tudo e de todos que é publicado no site, para dizer que o meu comentário é irresponsável?

            Não é que eu seja suscetível demais, você é que me abordou sem educação.

            Minha resposta teve o mesmo nível de rispidez da sua mas você não gostou do que eu disse, como se vê pela réplica,

            Então é assim? Quando você é ríspida tudo bem e quem não gostar é “suscetível”, mas você não gosta de ser abordada nos mesmos termos. Parece o Moro mesmo.

            Ora vá catar coquinho.

          • Qto mais vc dá ataque de piti

            mais mostra como é egóico e imaturo… Nao te abordei sem educaçao, tive uma reaçao ao seu comentário. Vc é que começou a projetar mil coisas sobre mim, e a me criticar pelas coisas que vc projetou. Ok, nao me importo, só acho de uma infantilidade…

          • Como eu já disse

            Eu já disse mais acima mas vou ver se desta vez me expresso melhor:

            Eu estou CAGANDO para sua opinião sobre a minha pessoa.

             

      • Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

        Se os Bolcheviques, se o Fidel e o Che, entre outros, se os Maoistas e tantos outros movimentos revolucionários armados tivessem ficado com medo da repressão, em vez de enfrentarem-na, onde estaríamos?

        Certamente, na idade da pedra fudida.

         

        “Não tenha medo do integralismo
        anti-fascista 10/08/2005 14:46

        Não se preocupe. A crise do governo Lula, do PT capitalista e da falsa democracia burguesa vai ser benéfica e vai desembocar em uma Revolução popular, no Comunismo, expropriação da propriedade privada dos meios de produção dos grandes burgueses e num regime de democracia operária (totalmente diferente da ditadura de Fidel Castro na ilha capitalista de Cuba onde a companhia telefônica foi privatizada antes mesmo de FHC privatizar a Telebrás brasileira)

        O integralismo (assim como discurso de mentir pro povo dizendo “no tempo dos militares é que era bom, não tinha corrupção”) é um último recurso da elite desesperada desse país, querendo se agarrar em alguma coisa pra tentar se salvar.

        Mas não terão êxito, a população não é burra. A população é socialista. Esses galinhas verdes tardios no máximo vão conseguir ludibriar alguns poucos milhares de imbecis de classe média (não mais de uns 15 mil). Serão esmagados pelo povo insurreto, e NÃO HÁ NADA QUE A ELITE POSSA FAZER, a não ser pedir ajuda aos EUA para que Bush mande os marines, mas ele não vai mandar porque está atolado no Iraque.

        OTIMISMO TOTAL PARA OS REVOLUCIONÁRIOS, DESESPERO PARA A BURGUESIA!”

        Burros são as galinhas verdes que acham que ainda estamos nos anos 30 e 40 do século passado.”

         

        Viu a data desse comentário, Ana?

    • Há outra opção. A
      Há outra opção. A desobediência civil. Mas, mesmo assim haveria mártires tombando. Não temos fibra moral para. Como o reitor fez, com os os monges vietnamita fizeram.

      • Posso estar enganado, mas

        Posso estar enganado, mas acho que a desobediência civil não implica necessariamente em martirização e nem é exercida através da auto-imolação.

        Desobediência civil é o ato de descumprir alguma lei ou norma injusta e/ou imoral, ou nodescumprimento de regras pelo não reconhecimento de legitimidade da autoridade que as impõe.

        Um falta d comparecimento em massa às urnas seria um ato de desobediência civil (já que no Brasil o voto é obrigatório), gerada pelo não reconhecimento da legitimidade das eleições.

        Seria uma forma de ação e não envolveria nem mártires nem auto-imolação, as pessoalmente eu acho muito pouco efetiva e seria a última das últimas alternativas, caso mais nada pudesse ser feito para permitir a expresão da vontade popular nas urnas. Enquanto houver alguma possibilidade de participação nas eleições, por mais tolhida que seja, ela deve ser feita, o que não legitima a eleição, mas apenas representa umaforma de luta mais efetiva que a abstinência.

        A desobediência civil pode se expressar em outros momentos da vida pública. Comparecer a uma manifestação proibida, deixar de recolher impostos, interromper o trânsito para apresentar uma faixa com uma denúncia, pixar palavras de ordens como a famosa “abaixo a ditadura” vista em vários muros na ditadura anterior (a militar), etc.

        Desobediência civil é uma forma de mobilização popular e uma forma de luta válida contra o arbítrio.

  9. Ninguém guem reclamou ?Ao
    Ninguém reclamou ?

    Ao final do vídeo Nassif diz que o embaixador Azambuja trata o problema da nossa democracia como sendo algo de interesse mundial ..e Azambuja teria dito que o processo democratico se recuperaria qdo…

    ..qdo ? ..o vídeo fica sem som

    Caramba, qdo será q recuperamos hein ?

  10. É muita sorte do PT
    Se

    É muita sorte do PT

    Se continuasse a politica de dilma roussef e joaquim levy o país estaria bem pior que no dia do impeachment e, talvez, a eleição de aecio neves seria um passeio no parque

    Mas não, temer teve de chutar o balde e, como agente americano, teve de aplicar as  medidas da cia imediatamente: a entrega do pré sal e as  basea estratégicas

    Nisso houve o chamada da justiça burguesa lava jatista (só com os inimigos) e a cobrança por anos de salarios altos, o resultado é uma esquerda que estava em queda e agora está em ascensão e uma direita revolvendo lixo racial para tentar ganhar o poder

    Ô PT sortudo, que mesmo preso continua um excelentíssimo estrategista

    • É tudo muito especulativo, mas…

      Não acho que a Dilma continuaria com o Joaquim Levy e aquela ideia absurda de “um pouquinho de ajuste fiscal”. Bem antes do golpe já ficou claro o erro brutal que ela cometeu ao tentar uma conciliação em vez de se apoiar nos movimentos populares que levaram à vitória eleitoral e seguir caminho diametralmente oposto ao neoliberalismo coxinha.

      O fato do PT não ceder à chantagem do Eduardo Cunha na comissão de ética já indicava que haveria um reconhecimento de que a conciliação era o caminho errado.

      Infelizmente aí ja era tarde demais, não na economia, mas na política. O golpe estava definido quando foi eleito o pior Congresso desde os tempos da ARENA. Talvez uma guinada à esquerda logo no início do mandato tivesse feito a diferença e sim, o erro foi grande. Mas na hipótese do golpe não ter ocorrido acho que o erro seria reconhecido e corrigido.

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome