Aécio dá recado a Alckmin e breca ofensiva do tucanato paulista ao Planalto 2018

Para minimizar as chances do governador de São Paulo como candidato do PSDB à Presidência, Aécio lembrou que também há Aloysio Nunes, José Serra e até FHC
 
 
Jornal GGN – Depois do anúncio da cúpula do PSDB de São Paulo de apostar em Geraldo Alckmin para a corrida presidencial de 2018, o senador Aécio Neves brecou o adiantamento do tucanato paulista. Em claro recado aos defensores de Alckmin, Aécio sugeriu que o PSBD não “salte etapas” e que discuta o assunto “no momento certo”.
 
“É confortador para todos nós termos no PSDB, em condição de disputar as eleições e de vencê-las, nomes da estatura do governador de São Paulo. Mas teremos a responsabilidade de não saltar etapas. E, no momento certo, no momento das eleições, o PSDB tomará, unido, a sua decisão, e será aquela que for melhor para o Brasil”, afirmou o ex-candidato à presidência, derrotado nas eleições 2014.
 
Também já registrou a possibilidade de realizar prévias de disputa interna do PSDB, se mais de um tucano quiser disputar as eleições à Presidência da República. Para minimizar as chances de Alckmin, Aécio lembrou que o partido tem nomes como o senador Aloysio Nunes, José Serra, o governador de Goiás Marconi Perillo e até o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.
 
Por não vencer as últimas eleições, mas com margem apertada, Aécio confia em seu eleitorado para seguir na disputa, em nome do PSDB, ao Planalto em 2018. Reafirmou que a escolha de um candidato tucano não é a atual “agenda” do partido. “Essa é uma questão que será discutida lá na frente. Mas essa não é a agenda hoje do PSDB”, disse. “Mas vejo com muita alegria que o PSDB tem um leque de opções e de de alternativas que nenhuma outra força partidária no Brasil, com todo respeito que tenho a elas todas, tem a oferecer”, amenizou.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Cuiabá – Eleições

19 comentários

    • Puro sangue

      Esta é uma chapa puro-sangue ( tadinhos dos quadrupédes).

      Agora imagina a chapa  Farol e o Cunha! Não ia sobrar lugar para tanto ego! Uma verdadeira egotrip!

  1. Vai ser engraçado…

    Ver esses dois brigando pela vaga em 2018 e no final o candidato ser o Serra, com alguim desconhecido como o Índio da Costa como vice, os dois levando porrada do Lula…

  2. “Para minimizar as chances de

    “Para minimizar as chances de Alckmin, Aécio lembrou que o partido tem nomes como o senador Aloysio Nunes, José Serra, o governador de Goiás Marconi Perillo e até o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.”

    Hum! Acabei de botar a lista tucana numa balança de precisão. De um lado, os bicudos; do outro, Lula. Deu o petista com sobras. Tentei usar Richa como contrapeso, mas só piorou a situação das aves de voo curto.

    Com a economia na normalidade em 2018, para mim certeza absoluta, o “recall” do grande ex-presidente vai prevalecer. Enquanto o fatídico ano eleitoral não vem, dá um prazer danado ver os penudos se degladiarem. Tá voando pena de tucano pra tudo que é lado.

    PS1. Eduardo Cunha deveria comparecer a convenção tucana.  Já pensou adentrar a gaiola, digo, recinto em que se dará a pajelança acompanhado da fina flor dos “impincheiros” paulistas. Seria ovacionado de pé, seria um desagravo as vaias na convenção petista. No outro dia poderia declarar a união PMDB/PSDB. 

    PS2. A comitiva tucana que vai a Venezuela queria ir de força aérea, de graça. Fala-se agora em voo comercial e até, pasmem, de ônibus. Aconselho seguir a orientação da senhora Hulck, ir de taxi. Já que os aviões andam perigosos.

  3.  
    Parece piada, Jamais havia

     

    Parece piada, Jamais havia presenciado uma coisa dessas. Assistir a um bando de tucanos de bicos danificados, brigando para obter proioridade na indicação de próximo a ser depenado pelo Nunca Dantes. Olhe! Me deixe, viu?

    Orlando

  4. PSDB

    Com a quantidade de acusações que o mineirinho , os paulistinhas, o goiano e o paranaense têm e não são condenados, periga eles ficarem juntos num palco e este desmontar, tamanha a blindagem e o peso decorrente. Isto sem falar no FHC, que sozinho desmonta qualquer palco, tamanha a blindagem nacional e internacional.. rá,rá,rá , só rindo p/ continuar levando a vida neste país.

  5. Não sei para que tanta

    Não sei para que tanta frescura dessa turma do PSDB.

    Para perder qualquer um serve.

    Ou eles acham realmente que tem condições de ganhar a eleição para presidente depois dos 12 % ?

    Esses caras vivem num mundo paralelo, eles pensam que o eleitorado brasileiro é igual aos coxihas do SP e PR.

    • Não pelo fato de ter

      paulistas que não são tucanos (concentrados na capital e na grande são paulo, no interior é raridade) e o PSDB tem força fora de sp(tanto que o Fachin teve o apoio de um tucano paranaense)

       

      eu msm queimei o voto de governador no Maringoni para ñ contribuir com a reeleição do alckmista no primeiro turno…

  6. VAI TER DOSSIÊ

    voando na bico de um monte de tucano! ahahahah ..

    Esse Serra é bão nisso.. E agora, como Senador, vigê! Imagine o poder de “produção” deste homi, sô!

     

  7. Eleições 2018: PT X PSDB

    O PSDB está unido e organizado. Focado em fazer oposição ao governo Dilma. Já o PT em frangalhos. Os grupos de Dilma e Lula em guerra pelo poder interno do partido. Um tenta salvar o governo, o outro tenta de descolar do desgaste da presidentA, na tentativa de viabilizar a candidatura de Lula para 2018. Acho que nenhum dos dois se salvará.

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome