Como Aécio e Gilmar agilizaram a ADIN que pede alteração da Lei Geral da Copa

Jornal GGN – A Ação Direta de Inconstitucionalidade 5136, que pede alteração na Lei Geral da Copa quanto à liberdade de expressão e manifestações, foi protocolada pelo candidato Aécio Neves, no dia 9 de junho, na condição de presidente do PSDB. A defesa do presidenciável utilizou o argumento dos gêmeos recém-nascidos de Aécio para justificar a existência e o imediato andamento do processo, ainda que sem a assinatura do candidato. Nos próximos dias, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já deve se manifestar sobre o caso.

“Protesta pela juntada do instrumento de procuração no prazo de 72 (setenta e duas) horas, tendo em vista que o representante do requerente, senador Aécio Neves da Cunha, teve filhos gêmeos recentemente, que se encontram hospitalizados”, comunicou a defesa na petição.

O ministro relator Gilmar Mendes acatou à agilidade referida por Aécio Neves e, no dia seguinte à ADI ser protocolada na Suprema Corte, emitiu despacho solicitando:

“Considerando-se a relevância da matéria, (…) determino: 1) Requisitem-se as informações, a serem prestadas no prazo de 5 dias; 2) Após, remetam-se os autos, sucessivamente, ao Advogado-Geral da União e ao Procurador-Geral da República, para que se manifestem no prazo de 3 dias”.

Entre as discordâncias do candidato à presidência está o parágrafo 1º do artigo 28 da lei, que veda “portar ou ostentar de cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, de caráter racista, xenófobo ou que estimulem outras formas de discriminação”, além de restringir “o direito constitucional ao livre exercício da manifestação e plena liberdade de expressão”.

O PSDB argumenta que o artigo vale-se de conceito indeterminado e que abre para interpretações distintas entre autoridades. Um dos exemplos usados pelos advogados de Aécio é a lista de itens proibidos, como as roupas com “tema ideológico” ou que “prejudiquem a reputação do evento”, indicados na lei.

Além do nascimento dos filhos de Aécio, a defesa sustentou que o pedido deve ser analisado rapidamente diante do início dos eventos da Copa do Mundo

A ação solicita a inconstitucionalidade do §1º do art. 28 da Lei n. 12.663, “ou, caso assim não se entenda, que se dê, então, interpretação conforme ao dispositivo impugnado, para excluir qualquer exegese que possa impedir o acesso de cidadãos a estádios em razão de usarem roupas que manifestem ‘tema ideológico’, salvo – e tão somente – se incitarem a violência ou qualquer tipo de discriminação”.

Constitucionalidade da Lei Geral da Copa

Outra Ação Direta de Inconstitucionalidade já foi analisada pelo STF contra a Lei Geral da Copa. Obtendo maioria desfavorável na Corte, o processo foi aberto pelo Ministério Público Federal e foi julgado em maio deste ano.

Ela foi considerada constitucional, sem colocar a soberania da legislação brasileira em risco. Segundo os magistrados em direito desportivo, Gustavo Delbin e Paula Gambini Vazquez, a Lei Geral da Copa é a formalização do hosting agreement ou Host City Agreement no âmbito legislativo pátrio.

“Os 71 dispositivos insculpidos na Lei Geral da Copa representam a convergência das exigências da entidade máxima do futebol com as possibilidades e garantias do poder público brasileiro e que juntas possibilitam a realização do evento Copa do Mundo de Futebol. A lei materializa compromissos assumidos pelo país sede com a entidade organizadora, portanto faz com que se honre com a palavra empenhada quando da assinatura dos termos da candidatura”, explicaram na coluna do Consultor Jurídico.

“Nesta linha, é comum ocorrerem alterações legislativas no país sede, ainda que temporárias e provisórias, para atender aos anseios da entidade detentora dos direitos do evento desportivo”, completaram.

A defesa do PSDB disse que a atual ADI se referia a outro artigo, ainda não julgado pelo Supremo Tribunal Federal.

Leia a petição de Aécio, em nome do PSDB, na íntegra:

37 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Andre B

- 2014-06-17 14:48:32

Alguém me explica

Não entendi a lei geral da copa. Ela proibe 'manifestações ofensivas'; então os movimentos sociais na rua levam porrada da policia; mas a elite cheirosa pode manifestar ofensivamente nos estádios. Como toda lei de repressão no Brasil ela vale para alguns (os pobres e os movimentos sociais) e não para outros (os ricos).

Ricardo 1

- 2014-06-17 04:09:59

Ele é mais americano que o

Ele é mais americano que o Obama.

Ricardo 1

- 2014-06-17 04:07:07

"Entre as discordâncias do

"Entre as discordâncias do candidato à presidência está o parágrafo 1º do artigo 28 da lei, que veda “portar ou ostentar de cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, de caráter racista, xenófobo ou que estimulem outras formas de discriminação”".

Então, quando o Gilmar liberar as ofensas em cartazes, a turma VIP do Aécio vai poder exibir um com aquela frase proferida contra a presidente? Aécio, que baixaria.

DanielQuireza

- 2014-06-17 02:26:51

Ja cansei de repetir aqui e a

Ja cansei de repetir aqui e a maioria ainda nao entendeu. 

O grande problema do STF é a PAUTA que é manipulada monocraticamente para ser fazerem as mais diversas CHICANAS processuais para beneficiar A ou B. 

 

+almeida

- 2014-06-17 01:34:31

Quantos ministros?

Seria prudente que o STF informasse a população quantos ministros, além de Gilmar, vestirão a camisa do PSDB para a campanha presidencial. Esse STF, heim? Quem te viu e quem te vê.

MOKITI

- 2014-06-17 01:03:18

Não sei se ele se utilizou

Não sei se ele se utilizou dos filhos recém nascidos para fazer política,acredito que não!,mas que ele é mais Carioca que Mineiro isso ele é,os filhos dele são cariocas,pois nasceram no RJ,não deveriam estar em MG ?,uma amiga de Minas me disse  certa vez que os dois sonho do Aécio na Política é ser Governador do RJ e Presidente da República,ele é mais carioca que eu,e vivo no RJ desde que nasci.É capaz dele querer fazer o caminho contrário do seu conterraneo JK,e trazer a Capital Federal de novo para o RJ....RSRSR.

El Cid

- 2014-06-17 00:43:31

e pra variar...

...outro comentário

 

do seu !!

Jorge Fernandes

- 2014-06-17 00:40:32

(Sem título)

Leonardo M. G.

- 2014-06-16 23:48:50

Nojo!

Se antes tinha aversão a este ser chamado Aético Neves, já sinto nojo. Usar os filhos pra fazer políticagem é de uma baixeza tremenda... Fico pensando que tipo de inspiração encontrarão no pai...

 

 

NOTA AO CENSOR DO PSDB E AO MINISTÉRIO PÚBLICO: estou falando de Aético Neves, não de Aécio Neves. O primeiro é irmão gêmeo maligno separado no nascimento do famoso Senador e candidato a Presidente. Ele é facilmente identificável: usa cavanhaque e tapa-olho (ele não é caolho - usa o acessório para parecer bem malvadão, como é típico de Irmãos Gêmeos Malignos Separados no Nascimento de Senadores e Candidatos a Presidente Famosos - IGMSNSCPF).

Cristiana Castro

- 2014-06-16 23:14:20

Isso aí já tava previsto;

Isso aí já tava previsto; gêmeos, normalmente, nascem prematuros e ele sabia disso. Está usando isso como pretexto para justificar o nascimento dos filhos no RJ e não em MG. Aécio mora no Rio e seus filhos são cariocas; de MG só quer os votos e o sobrenome do avô. ( Alô, MP esse PC é do meu vizinho ).

Cristiana Castro

- 2014-06-16 23:10:47

Ah, tá... é aquilo mesmo que

Ah, tá... é aquilo mesmo que está no post. Aécio e a Globo querem mostrar os cartazes que fizeram para a Copa, cujos panfletos explicativos já foram distribuídos ( vc está recebendo esse cartaz pq nossa luta contra a corrupção e bla bla bla... ) Mas o Aécio não quis assinar para não queimar o filme, aproveitou o nascimento dos filhos para tirar o time de campo e, caso, seja um novo tiro no pé, como os xingamentos da área VIP, diz que não teve nada com isso. Já no STF, é aquilo que a gente já sabe; quis o destino que a tentativa de criar imagens negativas para o Governo/Brasil fosse sorteada para GM e, agora estamos no suspense pq GM já sabe que não pode autorizar mas quer criar um clima pq não está aguentando dividir os holofotes com a festa da Copa. O pessoal do STF ficou tão empolgado com a exposição midiática que tá achando que dá para pegar, pelo menos, uma ponta no espetáculo. Vamos ver se a Corte vai se prestar a mais um papel ridículo. Que vença o melhor! Agora é STF X Copa 2014 ou seja, MUNDO! Aécio é engraçado, que mostrar cartazes para o mundo mas quer prender todo mundo que fala dele nas redes. Acho que em termos de mico o STF já bateu a cota, né?

rios

- 2014-06-16 21:58:32

Inacreditável
Como um ser humano tem a coragem de se utilizar dos filhos recém nascidos para fazer política? Se ele é capaz de fazer isso com a própria prole, imagine o que não faria com os demais mortais.

Mailson

- 2014-06-16 21:29:16

Aécio quer que Gilmar bagunce a Copa

É esse bagunceiro que quer ser presidente da República?

Vai cafungar, playboyzinho  insignificante.

Marly

- 2014-06-16 19:58:55

O conluio...

Pobre de meu país e de nós, brasileiros honestos e dígnos!  Quanta desfaçatez e gasto para manter pessoas como essas! PSDB, Aécio, Gilmar Dantas... tudo a ver!  É muita vergonha que sinto! Infelizmente não podemos ou melhor, não devemos enumerar o circo de horrores!!! 

Snaporaz

- 2014-06-16 19:56:47

"Não vai ter  Coca!".Essa é

"Não vai ter  Coca!".Essa é  a causa ,justificável, do pedido  da ADIN.Quem  não estaria ,em seu lugar, desesperado com essa perspectiva? Primeiro, a perda irreparável  do Helicóptero de  500kg,de difícil reposição no mercado,tendo em vista o modelo e a capacidade. Depois, as  dificuldades    impostas  pelas seguradoras.Sempre elas....Quando mais se precisa,viram às costas.Como certos paulistas... Enfim, é a  pantera da  ingratidão...

Marly

- 2014-06-16 19:51:09

Carone continua preso...

Enquanto isso, o helicóptero está soltinho!

rosenvald flavio barbosa

- 2014-06-16 19:49:17

ele sonha em governar o Brasil

é este político mineiro/carioca que pretende governar o Brasil????

Marly

- 2014-06-16 19:46:59

Os gemeos...

Os gemeos nasceriam perto das eleições!  Mas como bons meninos anteciparam sua chegada, mostrando que não querem ser usados!  Esses gemeos sabem das coisas...

wendel

- 2014-06-16 19:45:02

Sugestão.....

Como estamos citando muito o faributto, pretendente ao cargo de presidente da nação pelo psdb, sugiro doravante não citar o nome do cujo, e sim usarmos o vocabulo - FARABUTTO, que é uma expressão italiana e quer dizer: 


- canalha, malandro, safado, vigarista, trambiqueiro, trapaceiro, cafajeste, patife, etc, e etc!!!!!!

Alexandre Medeiros de Carvalho

- 2014-06-16 19:30:36

Muito bem Vera!

Muito bem Vera!

jns

- 2014-06-16 19:12:16

IMPRENSA

A perseguida que Aécio gosta

Rogério Correia: “Como Aécio comete ilegalidades na vida pública e apronta muito na vida privada, ele precisa de blindagem absoluta na mídia”   Rogério Correia

 "Como Aécio comete ilegalidades na vida pública e apronta muito na vida privada, ele precisa de blindagem absoluta na mídia."

Pelo interesses de esconder obscuros acontecimentos, a imprensa se tornou a perseguida de Aécio Neves. Stalking que ele promove por gosto e vício.

O patronato não faz a imprensa. E sim os jornalistas divididos em três tipos: os verdadeiros, os frouxos e os vendidos.

“Aécio fez com jornalista do Rio o que sempre faz em Minas. Censura, cala e até prende quem denuncia o que ele faz de errado”

Escreve Conceição Lemes: Nessa semana, a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro, a jornalista Rebeca Mafra, do Canal Brasil, teve a casa invadida por policiais e apreendidos um computador, dois HDs externos, pen drives, um iphone sem uso, chips de computador, CDs de fotos e um roteador.

A acusação é de que ela e outras quatro pessoas fariam parte de uma espécie de “quadrilha virtual” organizada para difamar nas redes sociais o senador e candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves.

Rebeca, além de não conhecer os demais acusados, nunca falou nada de Aécio nas redes sociais.

Em entrevista à TVT, Rebeca confirma que a denúncia partiu do senador tucano.

“Uma denuncia feita pela assessoria de imprensa dele, diretamente ligada à candidatura”, frisa. “Pelo que eu soube, foram 17 buscas e apreensões no Rio. No mandado que tinha o meu nome eram mais quatro pessoas.”

Nenhuma novidade para jornalistas e políticos mineiros. Não à toa deputados estaduais criaram o bloco parlamentar de oposição Minas Sem Censura (MSC), integrado por PT, PMDB e PRB.

“Aécio não tem limites, é um perigo à democracia. Em Minas, não há democracia. O que existe é um poder de exceção feito a partir do dinheiro e do poder”, denuncia Rogério Correia, deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) e vice-líder do MSM. “O que acontece hoje em Minas é uma amostra do que Aécio fará no restante do Brasil, se eleito. O caso da jornalista do Rio de Janeiro é a prova.”

“Como Aécio comete ilegalidades na vida pública e apronta muito na vida privada, ele precisa de blindagem absoluta na mídia”, prossegue. “Tem que frear tudo que contraria seus interesses.”

“Aécio fez com jornalista do Rio o que sempre faz em Minas. Censura, cala e até prende quem denuncia o que ele faz de errado”, alerta Rogério Correia.

“Um dos objetivos centrais de Aécio, caso eleito, será limitar o acesso à informação. Tanto que não ele queria a aprovação do marco civil da internet”, previne o deputado.

Rogério Correia fala de cadeira. Em 2010, o então governador Aécio Neves tentou cassar o seu mandato e o do deputado estadual Sávio Souza Cruz (PMDB-MG).

Segue a íntegra da nossa entrevista com um dos mais combativos deputados estaduais de Minas.

Viomundo – Surpreende-o o fato de Aécio Neves ter denunciado ao MP do Rio a jornalista Rebeca Mafra e outras quatro pessoas por difamação, embora ela nunca tenha falado dele na internet nem conheça os demais integrantes da “quadrilha virtual”?

Rogério Correia — Nenhum pouco. Aécio fez com jornalista do Rio o que sempre faz em Minas. Censura, cala e até prende quem denuncia o que ele faz de errado.

O senador não tem limite. Ele é completamente blindado aqui e agora está adquirindo blindagem nacional.

A Folha de S. Paulo fez reportagem sobre o assunto como se fosse um grande escândalo e o senador a vítima. Assim, o blinda, até porque é o candidato desse extrato das elites dominantes brasileiras.

Viomundo – O deputado Sávio Souza Cruz diz que em Minas “está tudo dominado” por Aécio e seus parceiros. Concorda?

Rogério Correia – Assino embaixo. Aqui, o controle de Aécio se dá em todas as esferas: Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Assembleia Legislativa… Além disso, há uma blindagem muito forte da imprensa quanto a qualquer tipo de análise negativa que possa ser feita sobre a sua administração como governador ou a respeito de sua vida privada.

Essa blindagem faz com tudo que é negativo em relação a ele se torne inquestionável. Também dá muita tranquilidade para que Aécio e seus parceiros possam agir fora da lei na certeza da impunidade.

Viomundo – Que tipo de impunidade?

Rogério Correia – Vou dar dois exemplos. Um é a não aplicação de recursos estipulados pela Constituição em relação à Saúde e à Educação.

Desde o governo Aécio desviam-se em Minas recursos da saúde. Na gestão Antônio Anastasia, isso virou ação institucionalizada.

Explico. A Constituição determina a aplicação de, pelo menos, 25% dos recursos dos Estados em Educação e, no mínimo, 12% em Saúde. Mas mediante um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), firmado em 2012 com o Tribunal de Contas do Estado, o governo de Minas foi “autorizado” a não cumprir o mínimo constitucional para Saúde e Educação. O Tribunal de Contas deu permissão para o governo de Minas cumprir o que estabelece a Constituição somente depois de 2015.

Um absurdo no campo da gestão pública. E o que é pior. Com o aval do órgão que deveria fiscalizar e impedir que esse tipo de coisa acontecesse.

Apesar de auditores fiscais, parlamentares e três promotores do Ministério Público mineiro questionarem esse absurdo, o governo de Minas nunca recebeu uma punição.

Aqui, tudo é arquivado, esquecido, engavetado,diante do poder ditatorial de Aécio e do PSDB em Minas. O que permite que o senador e aliados, como o ex-governador Antônio Anastasia, saiam impunes. Resultado: Aécio segue infringindo a lei, pois sabe que sairá impune.

Aliás, esta semana, foi noticiado o arquivamento de mais uma denúncia contra o senador tucano.

Viomundo – O outro exemplo.

Rogério Correia — É a Lei 100. Mesmo sabendo que era ilegal, Aécio efetivou 100 mil professores sem concurso público. Ele age com a complacência da Justiça, já que isso vai ser julgado muito tempo depois, quando ele já não estará mais no governo. Em consequência, não dá inelegibilidade para ele.

Depois que ele conquista essa blindagem, ele acha que está impune a tudo, inclusive na sua vida pessoal. Por isso faz também da sua vida pessoal uma baderna.

É o menino mimado do avô. Então, tudo é protegido para ele. A irmãzinha [Andréa Neves] protege-o de tudo o que ele faz de errado. Ele virou um garoto mimado.

Viomundo – Como se dá a blindagem em Minas?

Rogério Correia – Aqui há o que eu chamo de pacto das elites dominantes, que têm um projeto em torno do Aécio. Elas o paparicam com discursos do tipo “Aécio é mineiro e vai retomar Minas”. Essa mesma elite ocupa os mais altos cargos dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de Minas. No caso da mídia, não é só a elite amiga que mantém o controle, mas também a sua própria família.

É uma ação de mão dupla, pois o governo de Minas garante muitos ganhos para essas classes mais altas. Aqui, já saiu o aumento salarial para o Ministério Público, que ganha o que quer de dinheiro. O Tribunal de Contas e os juízes, idem.

Para eles, não tem tempo ruim. Já para os professores e o pessoal da saúde, são migalhas. Na prática, é tudo para os amigos. A blindagem faz parte dessa troca de favores.

Viomundo – Já quem ousa divergir ou denunciar os malfeitos do senador corre o risco de ser preso.

Rogério Correia – É o que ocorreu com o jornalista Marco Aurélio Carone, do Novo Jornal. A pedido de Aécio, o seu site foi fechado e Carone está preso há quase cinco meses, apesar de problemas de saúde.

O Tribunal de Justiça de Minas negou o habeas corpus para libertá-lo e responder o processo em liberdade. A negativa do habeas corpus é uma proteção a Aécio.

O Carone não respeitava a censura imposta por Aécio ao restante da imprensa mineira e Aécio o calou. Assim como ele quis cassar o meu mandato e o do Sávio Souza Cruz. Aécio não admite adversário. Adversário é inimigo que tem de ser aniquilado politicamente.

Viomundo – Aliás, assim como o Carone, a jornalista Rebeca Mafra, do Rio de Janeiro, está sendo acusada de formação de quadrilha, embora ela não conheça os demais acusados.

Rogério Correia – Acho que a formação de quadrilha é a forma que Aécio encontrou no Judiciário para justificar e facilitar desmandos autoritários. Tanto que o Carone e o Nílton Monteiro estão com prisão preventiva acusados de intimidar testemunhas que comprovariam formação de quadrilha. Aécio cala as vozes dissonantes na imprensa e, ainda, se faz de vítima.

Além disso, ele põe os seus parceiros para fazer propaganda suja na internet, contrata robô para baixar o nível nas redes sociais, e o Ministério Público finge que não vê.

É um absurdo o que ele conseguiu agora no Rio de Janeiro. Depois, será no Ministério Público de São Paulo, no Ministério Público Federal… Aécio é um perigo.

Viomundo – Os mineiros estão totalmente a par dessa situação?

Rogério Correia – Uma parcela, sim. Só que, com essa blindagem absoluta, ele passa a imagem que quer. Por isso, boa parte da sociedade mineira desconhece os malfeitos do Aécio.

Viomundo – Diria que a imprensa mineira é responsável por essa desinformação?

Rogério Correia – Completamente. A mídia é fator fundamental. Conseguir pautar nos grandes veículos mineiros alguma notícia que critique o governo de Minas é trabalho árduo. Como Aécio comete muitas ilegalidades na vida pública e apronta muito na vida privada, ele precisa dessa blindagem absoluta, que é garantida por sua irmã Andrea Neves.

Nos dias de hoje, a internet e as redes sociais devem ser o inferno para Aécio, pois elas democratizam muito mais as informações.

Eu acho que, se eleito presidente – o que não acontecerá ! – , um dos objetivos centrais de Aécio será limitar o acesso à informação. Tanto que ele não queria o Marco Civil da Internet.

Ele tem que frear tudo. A ponto de se preocupar com a coitada da jornalista no Rio de Janeiro. Assim como já faz em Minas, ele está usando o Ministério Público do Rio de Janeiro para pôr em prática a sua censura.

Viomundo – O que acontece hoje em Minas poderá se repetir no Brasil?

Rogério Correia — Não tenho a menor dúvida de que o que acontece, aqui, há anos, é uma amostra do que Aécio fará no restante do Brasil, se eleito.

O caso da jornalista Rebeca Mafra é a prova. Por isso, eu reitero: Aécio é um perigo à democracia. Em Minas, não há democracia. O que existe é um poder de exceção feito a partir do dinheiro e do poder.

http://andradetalis.wordpress.com/tag/marco-aurelio-carone/

 

* * * * *

 

Os argumentos que levaram Carone a prisão servem também para prender os Mesquitas, os Frias, os Marinhos e Cia‏

Em Minas Gerais juíza manda prender jornalista sob pretexto de que ele faz parte de uma organização criminosa comandada por Nilton Monteiro, lobista responsável pela divulgação da Lista de Furnas na qual contém a relação de políticos ligados ao PSDB que receberam dinheiro de caixa 2 para financiamento de campanha. Monteiro está preso a mais de seis meses sem ter seus recursos julgados. 

[ Leia mais no link http://altamiroborges.blogspot.com.br/2014/01/aecio-e-prisao-do-jornalista-em-mg.html  ].

A juíza amparou os pressupostos de sua decisão "no requisito da conveniência da instrução criminal, já que em liberdade poderá forjar provas, ameaçar e intimidar testemunhas, além de continuar a utilizar o seu jornal virtual para lançar informações inverídicas”. Esta última frase é uma pérola: "além de continuar a utilizar o seu jornal virtual para lançar informações ". 

Se essa moda pega no Brasil pela ordem deveriam ser presos Os Mesquitas, proprietários do jornal o Estado, os Frias, da Folha de São Paulo, os Marinhos, das organizações Globo, os Civitas, da Abril, editora de Veja e seu séquito de celerados. Os Sirotsky do grupo RBS que publicam o Zero Hora e todos os proprietários da velha imprensa que fazem uso recorrentes de reporcagens mentirosas para assacarem contra a honra do presidente Lula e da presidente Dilma. 

A Folha usou uma ficha falsa de Dilma para influenciar o resultado das eleições passadas. Publicou uma série de denúncias baseadas na palavra de um bandido condenado pela justiça, Rubínei Quícolli que em suas páginas era chamado de consultor. Por causa desse jornalismo declaratório e bandido Erenice Guerra foi demitida da casa civil. A Veja teve por anos Carlinhos Cachoeira como informante, infiltrando arapongas num quarto de hotel para flagrar José Dirceu em alguma maracutaia. 

Esta mesma imprensa em uníssono cansou de chamar o presidente Lula de pinguço, em nome de um suposto "interesse público". Carone vem denunciando as constantes overdoses de cocaína de Aécio que segundo o portal Novo Jornal chegou a ser socorrido às pressas para uma clínica em BH e não entrar em óbito. 

Se isso não é usar veículos de comunicação para difamar, achacar autoridades é o quê? Então quando é um jornalista que se insurge, a única voz a bradar contra o mar de lama que escorre em Minas Gerais não pode, paga com a prisão, mas se for contra os governos do PT vale tudo? Onde nós chegamos, veja só o que é a justiça desse país. Essa infâmia não pode passar em brancas nuvens tem que ser denunciada a plenos pulmões.

Agora mesmo temos uma publicação na praça de um certo Romeu Tuma Jr ligado a um contrabandista que acusa o presidente Lula de ser informante da ditadura, informação que até o boquirroto de FHC rejeitou durante entrevista num programa da Globo News mas que a velha imprensa insiste em vender como verdadeira para fazer uma campanha midiática de desconstrução da imagem do ex presidente Lula que já sofreu toda sorte de vilipêndios em nome da liberdade de imprensa e nunca levantou um dedo para ingressar na justiça e exigir reparação financeira ou de ordem moral em desfavor de seus detratores por acreditar na livre liberdade de expressão embora seja seu direito exigir direito de resposta e indenização pelos danos que lhe foram causados.

Já essa turma do PSDB não aceita que nada de desfavorável lhe seja publicado. A verdade não pode ficar ad infinitum oculta e apesar da enorme blindagem que há em torno da fina flor do tucanato estão na praça para quem quiser conhecer o que é o PSDB e seus governos os livros, A Privataria Tucana, O Príncipe da Privataria, Operação Banqueiro e tantos outros publicados por meio alternativos como o dossiê da lavra do próprio Carone A justiça Tucana relatando com minúcias o desmonte do Estado e o saque ao dinheiro público tão maltratado por essa gente.

É de se perguntar: onde estão os órgãos defensores da liberdade de imprensa OAB, ABI, Fenaj, os velhacos que tanto falam da República Bolivariana do Brasil perigosamente ameaçada pelo lulopetismo que quer acabar com a liberdade de imprensa e por isso tem que ser contido a qualquer custo? Mais: e os pseudos jornalistas defensores da liberdade de imprensa ficarão silentes diante desse escárnio, um ato de força que só encontra paralelo nos regimes de exceção? 

Aqui cabe repetir a máxima do pai do jornalismo moderno Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma" e de Malcolm X:  “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo.”

 

* * * * *

 

Alex e o Clube da Esquina

O violeiro P. - de meu Parça - era entrosado com a galera do Clube da Esquina e, em particular, com (...).

P. (esta não é a incial do nome dele) é arquiteto, filho de um ex-vereador de uma cidade não muito distante de BH, butequeiro, cachaceiro e fofoqueiro.

Ele revelou ontem, sem papas na língua, um fato intrigante, enquanto tomávamos, como sempre, umas 'amargosas' sem moderação.

- "Quando o meu pai esteve internado no Hospital Mater Dei, em Belô, ninguém tinha acesso ao quarto andar e ninguém sabia o que estava ocorrendo alí. No entanto, como ele exercia um cargo político, logo ficamos sabendo que o andar estava reservado para também atender uma personalidade política que havia sofrido mais uma overdose de cocaína."

Dou um doce caseiro, feito de abóbora madura com coco ralado, prá quem adivinhar o nome do paciente que o P., apesar de 'mamado', não quis revelar.

 

* * * * *

 

Reconheçamos minha gente:

  

Ele está melhorando e, agora, quer recuperar "o direito constitucional ao livre exercício da manifestação e plena liberdade de expressão" através da oportuna "Ação Direta de Inconstitucionalidade 5136".

Após o deferimento desta ação, podem ter a certeza que não sobrará pedra sobre pedra...

vera lucia venturini

- 2014-06-16 19:08:26

Seguinte: perderam no "não

Seguinte: perderam no "não vai ter Copa", perderam no "imagine na Copa", perderam na agressão covade contra a presidente e agora só resta o TAPETÃO.

E a Copa esta saindo que é uma beleza. Cada jogaço! E os estádios   lotados de torcedores do mundo inteiro! O jogo de ontem da Argentina num Maracanã lindo, onde até o Messi se emocionou, e ver as brincadeiras das torcidas brasileira e argentina é tudo que se espera de uma competição esportiva.

Xô, urubu. Chega de politizar a Copa.

Assis Ribeiro

- 2014-06-16 18:57:59

É ele mesmo, o Aécio NevesO

É ele mesmo, o Aécio Neves

O mesmo Aécio que recentemente solicitou busca e apreensão na casa de uma jornalista carioca por supostamente ter sido atacado por ela na Internet. O mesmo Aécio que pediu busca e apreensão de computadores da UFRJ por supostamente ter sido atacado por alguém que estuda na universidade.

Aécio, e o que você diz sobre Marco Aurélio Carone, castigado porque denunciou o enriquecimento rápido e ilícito de sua irmã Andréia Neves?

Assis Ribeiro

- 2014-06-16 18:56:21

Haja falsidadce de Aécio. Segue a "honra ferida" (só) dele

PS do Viomundo: A assessoria do PSDB disse que o senador (Aécio Neves) não pediu busca e apreensão, que foi uma decisão do MP, mas podemos dizer que a ação policial resultou de uma demanda do candidato tucano.

PS2 do Viomundo: Como na caso envolvendo Carla Hirt e outros ativistas do Rio de Janeiro, este é mais um caso em que as pessoas acusadas de “formar quadrilha” não se conhecem!

processo

Fernando Monteiro

- 2014-06-16 18:55:50

Nossa senhora, que péssima

Nossa senhora, que péssima reportagem. Pergunta: a repórter leu a ADIN?

Tudo bem que é estupidamente eleitoreiro entrar com uma ADIN agora, mas a reportagem pelo menos poderia dizer sobre o que de fato se trata a ADIN.

CB

- 2014-06-16 18:54:03

Pois é, primeiro alimentam o

Pois é, primeiro alimentam o ódio CONTRA alguns, depois proporcionam meios para que eles possam externar este ódio. Bom, já se conhece uma parte do programa de governo e também o jeito que isto termina.

Assis Ribeiro

- 2014-06-16 18:51:50

Aécio do mesmo PSDB de

Aécio do mesmo PSDB de Aloysio Nunes que se considerou ter sido “vítima” do blogueiro Rodrigo Pilha ao questionar seu suposto envolvimento no cartel dos metrôs em São Paulo?

Alan Souza

- 2014-06-16 18:38:21

Eu não sabia nem que Aécio era casado

E de repente ele aparece com gêmeos! Será que foi tudo armado pelos marqueteiros?

Assis Ribeiro

- 2014-06-16 18:36:44

???????????

Entre as discordâncias do candidato à presidência está o parágrafo 1º do artigo 28 da lei, que veda “portar ou ostentar de cartazes, bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, de caráter racista, xenófobo ou que estimulem outras formas de discriminação”, além de restringir “o direito constitucional ao livre exercício da manifestação e plena liberdade de expressão”.

O que é isso?

Ele é a favor da discriminação?

Quer melar a copa?

Não tem o que fazer?

É ignorante?

Ou quer aparecer?

Segue a defesa da livre manifestação de Aécio:

[video:http://www.youtube.com/watch?v=9OFpIFqkqnk]

Gilson AS

- 2014-06-16 18:36:12

Vou torcer para que

Vou torcer para que consiga.

E tomara que os estádios encham-se de placas: "Aécio cheirador", "Vai ter Copa e Coca", babaca.

Como um cara desse quer dirigir o nosso país.

- 2014-06-16 18:34:16

O arauto da liberade de expressão

Pena que não eseja valendo para jornalistas, blogueiros, universitários, ou qualquer ser humano que o critique. 

DUDE

- 2014-06-16 18:31:49

URGÊNCIA NO ADIN, NEGADA PARA O GENOÍNO

Este ADIN, com certeza, é papo furado.

Mas o que mostra o desenho das preferências é que a urgência, no caso de Genoíno, que corre risco de morrer, a urgência ficou na saudade.

Este é o Judiciário de nosso País.

DeathDoor

- 2014-06-16 18:29:12

Coitados dos filhos, mal

Coitados dos filhos, mal nasceram e já estão sendo usados...

JB Costa

- 2014-06-16 17:59:34

"Considerando-se(sic) a

"Considerando-se(sic) a relevância da matéria..........." ministro Gilmar Mendes. 

Qual a relevância dessa matéria mesmo? Bem, talvez seja relevantíssima por envolver interesses partidários, qual sejam, "melar" com a chancela do STF,  a Copa.

Se aprovada ainda em tempo de ser aplicada, o que os tucanos farão: formarão grupo de "torcedores" postando faixas e cartazes de depreciação à Dilma e exaltação ao "neto de Tancredo"? Quem sabe  faixas com os dizeres "cívicos-patrióticos" VTNC aclamando Dilma e/ou Lula? 

Num Judiciário emperrado com tantas demandas, algumas urgentíssimas e a cargo do Supremo, alegar relevância numa iniciativa claramente animada pela política-partidária, revela de forma insofismável o quanto esse ministro Gilmar Mendes é comprometido com  interesses dessa agremiação política.  O quanto é irresponsável. 

aliancaliberal

- 2014-06-16 17:43:30

Participação popular petista,

Participação popular petista, tradução:

1- Você pode aplaudir o governo.

2- Você pode elogiar o governo.

3- Você deve concordar incondicionalmente com o governo.

 

Ivan de Union

- 2014-06-16 17:35:23

"Quanto tempo leva para

"Quanto tempo leva para julgar uma ADIN mesmo?":

Menos tempo do que a noticia de recem nascidos gemeos de Aecio leva pra chegar a Minas.

Athos

- 2014-06-16 17:26:04

Quanto tempo leva para julgar

Quanto tempo leva para julgar uma ADIN mesmo?

Vamos falar sobre outra cosia por favor...

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador