Aliado de Bolsonaro promete extinguir cargos comissionados que não existem

Foto: Agência Câmara
 
Jornal GGN – O chefe anunciado da Casa Civil de um eventual governo Bolsonaro, Onyx Lorenzoni (DEM), andou prometendo extinguir cargos comissionados que sequer existem. A revelação foi feita pelo jornal O Globo nesta quinta (18).
 
Lorenzoni disse que vai acabar com 25 mil cargos comissionados logo no primeiro dia de governo, caso Bolsonaro vença a Presidência. Mas O Globo apurou com o atual Ministério do Planejamento que não existem 25 mil cargos comissonados, segundo o último levantamento, de agosto passado.
 
O número correto, de acordo com o jornal, é 23.070 cargos comissionados. Quando informado de que tem feito promessas usando dados equivocados, Lorenzoni contornou a situação com a seguinte frase:  do Poder Executivo, segundo dados do Ministério do Planejamento relativos ao mês de agosto.
 
Informado, depois, pela reportagem, de que sua promessa excedia o número de cargos existentes, Lorenzoni respondeu: “Então, pode dizer que o corte será de 20 mil. Os números exatos só conheceremos na transição.”
 
Leia mais aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Em estratégia bolsonarista, Russomanno procura um militar como vice

1 comentário

  1. Tudo é uma folha em branco,
    Tudo é uma folha em branco, assinada pelos eleitores. Assim só saberemos da verdade quando a”Inês é morta”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome