Álvaro Dias, Marina e Meirelles fazem registro no TSE

Jornal GGN – Alvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB) fizeram os devidos registros na Justiça Eleitoral por suas candidatura à Presidência da República. Dias vai munido com a coligação “Mudança de Verdade”, onde reúne Podemos, PRP, PSC e PTC. Na chapa, o vice é o economista Paulo Rabello.

Marina Silva, da Rede, tem como vice Eduardo Jorge, do PV. Henrique Meirelles, do MDB, concorre com Germano Rigotto como vice, em chapa “puro sangue”.

Como nas eleições deste ano não existem limites para o autofinanciamento de campanha, desde que os gastos não ultrapassem R$ 70 milhões no primeiro turno e R$ 35 milhões no segundo turno, é bom saber da situação financeira dos candidatos.

Meirelles, perto de 73 anos, é o segundo candidato mais rico a concorrer neste pleito, perdendo somente para João Amoêdo, do Novo. Ele declarou possuir um patrimônio de R$ 377,4 milhões distribuídos entre ações, fundos de investimento e em um apartamento de R$ 21,8 milhões. Seu vice, o emedebista Germano Rigotto, informou ter R$ 3,668 milhões.

Marina Silva, da Rede, é historiadora de formação e apresentou um patrimônio de R$ 118,8 mil, composto por imóveis. O seu vice, o médico sanitarista Eduardo Jorge, do PV, declarou patrimônio de R$ 320 mil. Os dois disputaram a eleição de 2014, para Presidência, sendo que ela ficou em terceiro lugar (21%) e compôs com Aécio Neves no segundo turno e ele recebeu 0,61% dos votos válidos.

Álvaro Dias, do Podemos, informou ter R$ 2,889 milhões em bens, e seu vice Paulo Rabello informou ter R$ 11,505 milhões. Dias é formado em história pela Universidade Estadual de Londrina, está em seu quarto mandato como senador e já foi governador do Paraná, entre 1987 e 1991, foi deputado federal por dois mandatos e deputado estadual. Ele começou como vereador há 50 anos atrás.

O prazo para requerer o registro se encerra hoje, às 19h. Dos 13 candidatos pré-aprovados em convenção nacional de partidos, faltam três entrarem com pedido de registro no TSE. O pastor Eymael, do DC; João Goulart Filho, do PPL; e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, ainda não o fizeram. O PT prevê para esta tarde o registro de Lula.

Até o dia 17 de setembro o TSE vai apreciar os pedidos de registro, que podem ser alvo de impugnação (questionamento) por parte de coligações, partidos e candidatos adversários, bem como do Ministério Público Eleitoral.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. A chapa do mdb ficaria melhor

    A chapa do mdb ficaria melhor adjetivada como a chapa puros sanguessugas.

    A fortuna do álvarodias é total escracho aos políticos em geral, afinal, passou a vida em cargos públicos e enriqueceu?

    A marina-da-floresta, com esse patrimônio, vive do quê, mesmo? Mora com quem? Quem a alimenta, veste e financia seu turismo diuturno? Tudo pago pelo partido que, assim, assim, é só dela?

    Como se vê, o Lula continua sendo o Lula, para desgraça desses trocentos bebedores do sangue do povo brasileiro.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome