Ao vivo: PT faz ato para registrar a candidatura de Lula


Foto: PT
 
Jornal GGN – O nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula será registrado para disputar a Presidência da República nas eleições 2018, em evento organizado no Distrito Federal, com um ato de marcha em frente à sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aonde são esperadas mais de 30 mil pessoas.
 
Acompanhe ao vivo:
 
 

 
 
 
Entre os manifestantes, estão cerca de 5 mil camponeses do MST e da Via Campesina, que já caminharam 50 quilômetros desde o dia 10 de agosto, na Marcha Nacional Lula Livre, chegando nesta terça-feira (14) a Brasília.
 
Na manhã desta quarta (15), o ex-prefeito de São Paulo, candidato a vice de Lula e hoje a principal voz da campanha de Lula, Fernando Haddad, teve um encontro com deputados do PT e, posteriormente, se reuniu com governadores e a cúpula do partido, na sede. 
 
Haddad também participou do lançamento do livro “Caravanas da Esperança – Lula pelo Nordeste”, em debate que contou também com a presença de Manuela D’Ávila, apontada como a vice da chapa do PT e PCdoB.
 
 
 
Durante o grande evento mobilizado pelo partido, Haddad deve ler uma carta escrita por Lula da prisão de Curitiba. Nas redes sociais, um recado do ex-presidente já foi divulgado pela manhã:
 
“De cada 10 crianças e adolescentes brasileiros, 6 vivem na pobreza, com poucas oportunidades de um futuro digno. Todos sabem que a situação seria ainda pior sem o Bolsa Família e os investimentos sociais nos governos do PT, que reduziram muito a pobreza no país e deram oportunidades para vários jovens serem os primeiros de suas famílias a chegar na universidade. Temos que retomar esse caminho, retomar a geração de empregos e os programas sociais de saúde e moradia no Brasil. Voltar a investir mais em educação do básico até a pós graduação, valorizando os professores. E um grande plano de obras de saneamento básico, que geram muitos empregos na construção civil para os pais e mães de família, e são obras que melhoram as condições de saúde e o meio ambiente onde vivem nossas crianças. Dá para construir um Brasil melhor e vocês sabem disso porque vivemos isso.”
 
Acompanhe:
 
 
 
 

3 comentários

  1. Vaidade e fantasia

    Tá faltando realismo ao PT. Sem entrar na discussão do mérito, não dá para ganhar no grito e os tribunais não vão ceder em hipótese alguma. Essa candidatura “triplex” não é estratégia coisa nenhuma; é simples porralouquice que vai prejudicar a esperada “transferência de votos ou prestígio”. Melhor seria Haddad e a Manoela de uma vez. Poderiam ter chance num segundo turno. Felizmente estão anos-luz à frente da futura senadora por Minas Gerais. Senão o PT vai caber numa Kombi.

  2. Tadinho do Paulo !

    A inveja dói mesmo ! Se o PT não “vencer” as eleições este ato já merece todas as glorias !

    O Alckmin já está “subindo” nas pesquisas , como acontece sempre com candidatos do PSDB. A Dilma só venceu as as últimas eleições pq houve uma falha dos estatísticos contratados, pois o Aécio já estava festejando. Mas Minas e Nordeste não permitiram. rsrsrs

  3. Você quer que tudo continue a mesma merda

    Alkmin é Temer, Temer é Alckmin

    Veja a declaração do larápio que deu o golpe:

    O emedebista Michel Temer, expoente do golpe ainda em curso no país, diz em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo que o candidato do governo na prática é Geraldo Alckmin; Temer afirma: “se você dissesse: ‘quem o governo apoia?’. Parece que é o Geraldo Alckmin, né? Os partidos que deram sustentação ao governo, inclusive o PSDB, estão com ele”; Temer ainda reforça que os partidos que votaram a favor de reformas vão continuar no governo se tucano vencer

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome