As suspeitas sobre eleições sem o voto impresso

Do blog Democracia Direta

Todos os brasileiros podem estar sendo roubados

Comentário à publicação “Urna eletrônica: vulnerabilidades no software e necessidade de impressão do voto”

Sem o voto impresso, eles podem fraudar a eleição do jeito que quiserem, e a gente nem fica sabendo. Porque o TSE não revela o código fonte do programa, para que nossos programadores possam acessá-lo. Ou seja, a eleição é feita sem nenhuma auditoria.

O voto impresso cai na urna (saco de pano) sem contato manual, após o eleitor conferi-lo. Depois, a urna é lacrada, e assinada pelos ficais dos partidos. Quando sair o resultado da apuração eletrônica, 2% das urnas (saco de pano) são sorteadas, para que seja feita a auditoria, e verificado se o resultado bateu com o eletrônico.

Até agora, temos sido obrigados a confiar cegamente na “justiça” eleitoral e seus técnicos. A mesma “justiça” que rasgou a Constituição, e manteve o Aécio Neves em seu cargo de senador, sem prendê-lo, apesar do flagrante em que foi pego.

Para se ter uma ideia, a urna pode vir programada, apenas para registrar quantos eleitores votaram, e emitir um boletim de urna com esse mesmo número de votos. Entretanto, ela já estaria programada para ignorar nossos comandos, e registrar os votos para outros candidatos no boletim. Ou seja, os porcentuais de votos deles já viriam pré programados na urna; e de forma diferente em cada aparelho, para não levantar suspeita. Aliás, para não desconfiarmos, eles podem até se basear nas pesquisas de boca de urna, a fim de não fugir muito da realidade.

Confiram mais aqui

 

Leia também:  Gilmar é sorteado para analisar pedido de investigação da PF sobre Glenn Greenwald

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. A questão é a desconfiança

    O maior problema com o sistema eletrônico está na desconfiança da população em relação às autoridades, empresas envolvidas e ao TSE, em geral. Ocorre que as elites que golpearam o Governo estão simplesmente atropelando a população, em todas as frentes. A solicitação do papel impresso é uma amostra de desconfiança. E temos muitos motivos para desconfiar. A discussão técnica é para os técnicos e, pelo que parece há muitas razões para questionar a votação eletrônica, mas, o que realmente preocupa aos eleitores é manifestar a sua desconfiança na elite golpista. O povo está no seu direito, pois o voto é dele e não do TSE, além do mais o povo é quem paga a conta.

  2. as….

    Eleições Ditatorialmente Obruigatórias em Urnas Eletrônicas submetidas à Biometria Escravagista.  Soa Opinião e Soberania, jogadas na Latrina. Trocadas por qualquer Golpista que arranje meia dúzia de votos se vendendo aos interesses do resto da Quadrilha. Esta é a nossa Farsa Redemocrática em 30 anos de ConstituiçãoEscárnioCaricaturaCidadã. 3 Presidentes Impostos e Impostores dentre 5. Ditadura de Federações. O voto Paulista valendo 1/4 do Acreano. E Estamos discutindo Impressão de Voto? A Latrina da Representação Política Mundial. Nossa Condição Medieval e QuintoMundista é de muito fácil explicação. Pobre País Rico. Miserável é sua melhor definição. 

  3. “Entretanto, ela já estaria

    “Entretanto, ela já estaria programada para ignorar nossos comandos, e registrar os votos para outros candidatos no boletim”

    Ótimo. Então, após a carga e lacre das urnas, quando elas já estiverem prontas para a eleição, sorteia-se uma delas, de uma determinada sessão, sorteio este na presença da imprensa e dos partidos políticos. Aquela sessão sorteada passará então para votação manual, digamos. Aí, a urna eletrônica sorteada é trazida, na presença de representantes da imprensa e de partidos, praa um local para passar por uma votação controlada. Se a urna já estivesse “programada para ignorar os comandos”, o teste feito na presença da imprensa e dos partidos falharia, e, no momento da impressão do boletim de urna, a fraude seria revelada sem a necessidade de voto impresso.

  4. E com a estupidez chamada

    E com a estupidez chamada biometria poderão até controlar como o eleitor votou,

     

    já que dará para ligar o momento da identificação com o voto, estapafurdio, e elimina a odireito ao sigilo, não consigo imaginar por que os partidos politicos não peitam o tse, eleição é direito do eleitor-cidadão, não propriedade de uma justiça que nem deveria existir……..

    Até compreendo que não resolveria questionar no stf porque, como tragédia é pouco, são as mesmas figuras do tse, mas poderiam elaborar leis que tornam-se as eleições mais seguras, incluindo abolir essas malfadas urnas eletronicas que só são aceitas por aqui…..

  5. Devolução: jamais!

    Vocês acham que os golpistas devolveriam o poder, via eleição, à esquerda progressista e nacionalista? Ora, acordem. O golpe custou caro. Quem o solicitou, elaborou e aplicou não vai, agora, ir para casa deixando de usufruir o que foi conquistado. Os golpistas acabaram com o país que estava apenas começando. Eles não gostaram do que viram e resolveram não permitir o prolongamento de conquistas sociais, políticas e econômicas para o país e seu povo em geral. Esse país foi concebido para uma minoria administrá-lo em seu próprio proveito. A inclusão dos demais brasileiros não é bem vista por parte dessa elite que o comanda. Eles apenas permitem que se viva aqui, mas interferências ou modificações no que foi estabelecido pelos donos do poder, jamais. Ou aceitamos essa condicional ou procuramos um outro lugar para viver. Os donos que controlam o país são os mesmos que fazem as leis e as leis devem ser aplicadas apenas ao conjunto da população que não pertence à cadeia de comando. 

     

  6. A mudança de voto do Gilmar no TSE

    O TSE não tem imparcialidade, impessoalidade e moral p/ nada, depois que o GM mudou o voto p/ cassar a chapa Dilma/Temer pra proteger o Temer depois da Dilma ser impeachmada.

  7. A impressão representa desrespeito ao sigilo do voto

    A Procuradora-Geral Raquel Dodge alega que a impressão representa desrespeito ao sigilo do voto.

    Acho que ela deveria entrar com uma ação pleiteando a seja proibida a impressão de extratos bancários pelos clientes dos bancos pois essa impressão representa desrespeito ao sigilo bancário.

    A Receita Federal também não deveria imprimir a declaração de bens e renda dos contribuintes a fim de que não haja desrespeito ao sigilo fiscal.

    Procuradora considera que a impressão representa desrespeito ao sigilo do voto

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome