Coletivo Mulheres Jornalistas pela Democracia declara apoio a Lula

Lula também representa o caminho para o livre debate democrático, com a participação de todas, todos e todes brasileiros, rumo a efetivação de políticas públicas que garantam os nossos direitos fundamentais.

Mulheres Jornalistas pela Democracia Votam em Lula

O Coletivo de Mulheres Jornalistas pela Democracia vem, neste momento histórico e grave pelo qual o país atravessa, reafirmar o seu compromisso com a defesa dos valores da Diversidade, Equidade e Igualdade étnico-racial, com o Estado Democrático de Direito, em respeito aos Direitos Humanos e à Justiça Social.

Repudiamos as ameaças e violências contra as mulheres jornalistas, que vêm crescendo desde o início do governo Bolsonaro, estimuladas pela atitude misógina e ditatorial do presidente da República. O próprio chefe da Nação sendo protagonista de vários casos de agressão!

Não suportamos mais o feminicídio e a violência sexual, ou qualquer outro tipo de ataque, contra meninas e mulheres no país.

Não suportamos mais o fascismo, a misoginia e o ódio contra os nossos corpos.

Conclamamos as mulheres a votar em Luiz Inácio Lula da Silva por ser a única candidatura contra a violência aos povos tradicionais, as comunidades, favelas, a população LGBTQIA+ e os refugiados.

Lula também representa o caminho para o livre debate democrático, com a participação de todas, todos e todes brasileiros, rumo a efetivação de políticas públicas que garantam os nossos direitos fundamentais.

O candidato do PT reafirmou o seu compromisso com proposta e ações de preservação do nosso meio ambiente e, assim, acabar com os garimpos ilegais nas terras indígenas e cuidar da nossa Floresta Amazônica.

A proteção ao nosso patrimônio natural nos alçará ao papel de potência ambiental e voz relevante na discussão sobre a crise climática mundial. Como disse a jovem líder indígena Txai Suruí: “Floresta em pé, fascismo no chão!”.

Nesta eleição, está em jogo o país que queremos ser! Na urna, os eleitores terão que fazer uma escolha muito séria entre civilização, representada por Lula, ou a barbárie, simbolizada pelo atual presidente. Nossa opção é cristalina: votaremos em Lula porque ele demonstra ( e já comprovou) a capacidade de resolver conflitos de toda ordem e promover vida digna e bem estar social para o povo brasileiro.

Com Lula, o Brasil tem condições efetivas de combater a desigualdade social, chaga secular que nos rebaixa como nação. Lula já mostrou que pode reduzir a humilhação da fome nos lares de milhões de brasileiros, verdadeiro flagelo que compromete o futuro saudável de crianças e jovens nas periferias e rincões de um Brasil esquecido.

Como mulheres comprometidas com a democracia, temos a obrigação de ajudar a semear novos tempos de oportunidades para os que hoje estão atados às incertezas sobre o amanhã e ao desespero de não ter como alimentar suas filhas e filhos.

O futuro solidário com segurança alimentar, saúde e educação públicas, emprego e bem estar para todas as famílias está ao nosso alcance. Este futuro só um candidato pode oferecer e é por isso que estamos com Lula!

É13

ColetivoMulheresJornalistasPelaDemocracia

Redação

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador