“Em nenhuma hipótese é o PT o nosso inimigo”, diz Ciro Gomes em carta aberta

Jornal GGN – O pré-candidato do PDT à Presidência Ciro Gomes divulgou um artigo na tarde desta sexta (3) criticando o acordo do PT com o PSB para isolá-lo na eleição deste ano, mas ressaltou que não por isso vai tratar o partido de Lula como inimigo na disputa. No texto, Ciro lembra que foi fiel a Lula por 16 anos e, inclusive foi “convidado” a deixar o PSB quando Eduardo Campos foi preterido na escolha de Dilma Rousseff como a sucessora de Lula. Apesar disso, Ciro diz que o Brasil não aguenta outra “aposta no escuro”, em alusão ao plano B do PT nesta eleição. Isto porque, conforme reafirmou Ciro, a Lula dificilmente será permitido que participe da corrida presidencial. 

Por Ciro Gomes

Muita calma nessa hora!

A política pode ser um jogo muito cruel e, por isso, desperta muitas paixões e ódios. É ela quem revela os extremos da alma humana: a extrema nobreza e, nestes tempos estranhos que vivemos no Brasil, mais ainda, a extrema indignidade.

Escrevo no início da tarde desta sexta-feira, dia 03 de agosto do corrente e crítico ano de 2018. Os fatos estão correndo de forma tão frenética e surpreendente que preciso datar e dizer a hora. Até o presente momento ninguém do PSB me informou que decisão tomaram ou tomarão acerca de sua posição na sucessão presidencial.

Diz a grande imprensa, com certa euforia, que o PSB teria acertado um acordo com a cúpula do PT. Não, como seria natural, para apoiar o candidato do PT, mas para me isolar na luta, tirando-me segundos de tempo de TV. Em troca, a burocracia do PT cortaria o pescoço de sua jovem candidata a governadora de Pernambuco, Marília Arraes, e o PSB faria o mesmo com o seu candidato a governador em Minas Gerais, Marcio Lacerda.

Leia também:  Os golpes de Estado todos se parecem! Por Carlos Russo Jr.

Minha palavra agora é para a militância da minha candidatura e para os brasileiros e brasileiras, todos e todas que tem simpatia pela questão nacional, se preocupam com a injustiça de nossa sociedade profundamente desigual e todas as expressões de preconceito e violência que humilham amplas maiorias de nosso povo, mas especialmente as mulheres, os negros e os pobres.

Minha palavra se dirige aos progressistas, todos e todas. Aos que trabalham, por primeiro, e a quem produz.

Muita calma nesta hora!

A violência e o grosseiro equívoco desta atitude da cúpula do PT não devem nos retirar a atenção do que realmente interessa: estas eleições são a última chance, como País, de salvarmos o Brasil da legitimação, pelo voto, desta agenda antipobre, antinacional e antidecência que nos governa desde que o golpe usurpou o poder através de Michel Temer e sua gangue.

Me comprometi, já em meus primeiros movimentos nesta caminhada, a montar um Projeto Nacional de Desenvolvimento. Já há duras consequências de minha posição e, é claro, os grandes interesses da cobiça internacional, mancomunada com o baronato escravista que nos domina, estão atuando. Não sejamos ingênuos nem muito menos paranoicos. É coisa prática. Alguns exemplos:

1. Desapropriarei, com as devidas indenizações, os campos de petróleo entregues a preço de banana a multinacionais e a estatais (!) estrangeiras a partir da revogação da Lei de Partilha pelos golpistas;

2. Desfarei, se consumada, a criminosa entrega da EMBRAER aos norte-americanos, conforme consequência de carta que enviei à BOEING e à EMBRAER pedindo que aguardassem a decisão popular que se aproxima;

3. Revogarei as aberrações impostas pela selvagem Reforma Trabalhista (fui vaiado por isso na Confederação Nacional da Indústria, cujo presidente fez muitos elogios a Jair Bolsonaro);

Leia também:  Lula reconhece trabalho de Doria, que deixa "discordâncias" de lado contra COVID-19

4. Revogarei a Emenda Constitucional 95, a chamada PEC da morte, que congela os investimentos em saúde, educação, segurança, ciência e tecnologia, cultura e infraestrutura POR 20 ANOS!

5. Desfarei o cartel dos bancos que, nos últimos 15 anos, concentraram, em apenas 5 deles, 85% de todas as operações financeiras do País, impondo ao nosso povo e à nossa economia a maior taxa de juros do mundo!

6. Suspenderei ou reverterei, se necessário, a privatização da Eletrobras, que transferiria para o capital estrangeiro o controle do REGIME DE ÁGUAS em nosso país;

São apenas um dos poucos exemplos do que está de verdade em jogo nesta hora terrivelmente ameaçadora de nosso próprio futuro como Nação. É ao redor deste conjunto de valores que devemos exercitar a nossa militância.

Compreendamos com humildade e paciência o péssimo momento que a burocracia do PT está vivendo. Já não é mais política, é religião, culto à personalidade, pragmatismo da cúpula de uma organização que parece não querer aprender mais nada. Calma! Falemos com o povo, acreditemos nele, compreendamos a justa gratidão que imensos contingentes de nossa população têm com Lula. Ele foi um presidente bom para muita gente.

Não aceitemos a armadilha de nos empurrarem para o conservadorismo ou para a violação de nossos valores, muito menos por alguns – ainda que preciosos – segundos de propaganda na TV. Em nenhuma hipótese é o PT o nosso inimigo!

A cúpula do PT terá de se haver perante a história com as consequências de seus atos de agora. Lamentemos, mas nossas baterias devem permanecer apontadas contra a reação nazi-fascista ou o neoliberalismo entreguista da turma TEMER, PSDB, PMDB. Estes são os inimigos da Pátria, estes os traidores da Nação, estes os comandantes da roubalheira de alto coturno que parte deslumbrada da cúpula petista quis imitar para dar no que deu. É contra estes que devemos manter nossa luta, nossas energias e nossos entusiasmo! É a favor de uma corrente encantadora de mudanças, que devolva a esperança perdida por nosso povo, que devemos nos emocionar!

Leia também:  E se Lula ou Dilma fossem presidentes na crise de coronavírus?, por Gustavo Conde

A viagem lisérgica da burocracia do PT tem data para acabar: pretendem enganar a boa gente que adora o Lula, com muitas razões, volto a repetir, de que ele será candidato. Se fosse, muito provavelmente como fiz ao longo dos últimos 16 anos, sem faltar nenhum dia, estaríamos juntos. Aliás, uma pitadinha de ironia do destino: fui convidado a sair do PSB, onde mantenho grande carinho, respeito e camaradagem, porque discordei de meu saudoso amigo Eduardo Campos para ser correto com o PT…

Não deixarão Lula ser candidato! Até as pedras do caminho sabem disso! Pior, a burocracia do PT também sabe muito bem disso. Ou seja, é para bailar à beira do abismo que os burocratas do PT convidam a Nação Brasileira.

Então fiquemos assim. Se for verdade que Lula será candidato, conversemos; se não for, por favor, Brasil: muita calma nessa hora! Nosso país não aguentará outra aposta no escuro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

18 comentários

  1. É isso aí!

    Não se trata de esquerda versus direita, de proletariado versus burguesia, mas de nacionalismo versus entreguismo, de colônia versus metrópole colonizadora. O Brasil não tem porte suficiente para ser um país independente? Tem que continuar como eterna colônia (Portugal–> Inglaterra–>EUA)?

    O Jacques Wagner está certo: sem Lula é Ciro!

     

     

  2. 1 – Não sou radical, sou

    1 – Não sou radical, sou moderado até demais, creio. Por outro lado, sempre votei na esquerda, desde criancinha. E o PT, no meu ponto de vista, representa melhor a esquerda no Brasil. Por isso, sempre votei nesse partido, independentemente de tendências, portanto, a chamada “burocracia partidária” não me afeta. Aliás, um partido que não tiver um grupo de pessoas que o defenda até as últimas consequencias, está com os dias contados. Usando uma expressão futebolistica, um time para ser grande precisa de uma torcida que não desista nunca, e que morra abraçado com seu time se  preciso for.

    2 – Sempre fui simpático as propostas econômicas do Ciro. Acho elas consistentes e relevantes. Acompanhava de perto seus debates de suas palestras, não perdia uma. Muitas delas, considerava uma aula. Quando começaram as ameças de impeachment de Dilma, Ciro bradava que isso não aconteceria porque ele sairia à rua com o povo para impedir. Depois, quando vieram as ameças de prenderem Lula, Ciro disse que se preciso fosse estava disposto a participar de um grupo para sequestrá-lo e levá-lo a uma embaixada. Dando a entender que ele não deixaria que isso acontecesse. Isso durou até o momento em que ele quis se lançar candidato. Aí, tudo mudou. Sua firmeza passou de um titubeio, até certa agressão ao Lula. De uma posição firme e assertiva, passou a uma postura política errática. Desde então, desisti de acompanha-lo. Ele deixou de passar a ideia de uma liderança firme e convicta. Passava a impressão de ser titubeante, uma hora falava uma coisa, ora outra. Aí, passei a me perguntar, será que nos assuntos econômicos, que defendia com tanta consistência e estusiasmo, ele também não estaria apenas “falando pelos cotovelos”? Deixei de ouvi-lo. Passei a vê-lo, com todo respeito à sua trajetória histórica, como um prepotente e falador.

    Para encerrar. Ciro, uma hora critica a Lava Jato, na outra elogia. Uma hora critica a imprensa e a Globo, depois elogia suas produções e diz que o controle é o remoto, sem questionar o oligopólio midiático. Critica o PMDB e tenta aliança com o DEM. Tenta aliança com o PSB e o PCdoB, o que indiretamente causaria o isolamento do PT e de Lula PRESO, mas quando o PT faz movimento idêntico é para isolá-lo e traí-lo. Por que ele pode fazer isso, naturalmente para ganhar forças para a disputa contra as forças de direita, mas quando outro partido, do mesmo campo faz isso, é para traí-lo e isolá-lo? Ele pode pode fazer aliança com o DEM, porque ele é puro(?), mas o PT não pode se aliar ao PMDB, por que? Porque o PT é impuro, diferente dele? Ele pode fazer alianças com o PSB e o PCdoB e isso não signifca querer isolar o PT, nem traí-lo. E por que o PT, se fizer o mesmo está o traindo e querendo isolá-lo? Por que ele é puro e o PT impuro?

    Ter uma burocracia que defende os interesses do partido é errado? Ele queria que a burocracia de um partido defendesse os interesses de outro ou de um candidato que não fosse o seu? Nenhum burocracia é santa, todos lutam com todas as armas legais para defender seus interesses, ou o partido dele não faz o mesmo.

    Por fim. Acho o Ciro um excelente quadro. O que ele errou na sua carreira política, que ele diz dedicar a vida para isso, foi não ter paciência e persistência para construir um partido. Aí ele ia ver o que é bom para tosse. Toda grande liderança associou sua carreira política com a construção de um partido. De Getúlio a FHC. De Brizola a Lula. E tantos outros exemplos. Construir grandes e fortes partidos faz parte da construção da democracia de um país.

    Para encerrar definitivamente, acho que Ciro seria um grande quadro para compor um governo democrático desenvolvimentista, nacionalista e progressista. Parece estar querendo encontrar um meio de retornar aos seus sem abrir mão de seu orgulho. Isso, ele nunca vai mudar. Mas espero que ao menos aprenda a ser mais moderado. Que para pensar mil vezes antes de falar. E como ele costuma dizer, Lula não é Deus. E ele não pode querer ser pai de Deus, para lhe dar lições. São dois políticos, um deles porém, fundou o PT, a CUT, foi duas vezes presidente do Brasil, elegeu duas vezes sua sucessora. E o outro, sem demérito, tem muito menos história e conquistas. Não deve nunca se rebaixar, mas também não pode querer se colocar como superior a alguém que tem muito mais histórias e conquistas.

    Vamos à luta companheiro. Com Lula pela liberdade, pela democracia, pelo povo, pelo Brasil.

    • Olha, Rpv, considero o seu

      Olha, Rpv, considero o seu comentário quase perfeito.
      Mas quanto à suposta postura oscilante que Ciro passou a demonstrar depois de se tornar candidato, tenho duas ponderações. Primeira. Lula não fez o mesmo durante sua história, assim como qualquer político? Não foi ele mesmo que se definiu como uma metamorfose ambulante? Segunda. Vamos tomar, por exemplo, a Lava-Jato: não terá ela aspectos elogiáveis e aspectos condenáveis? Que mal haveria em condenar uns e elogiar outros?
      A impressão que tenho é que o grande problema com o Ciro decorre do fato do público dos veículos esquerdistas ser majoritariamente de esquerda. Muitos deles, talvez, mais esquerdistas que o próprio Lula. E aí ficam cobrando de Ciro que ele também seja um esquerdista. Mas ele não é. Ele é de centro-esquerda. E, se eleito, fará o mesmo que o Lula: governará para todos os brasileiros, e não apenas para o partido. E também só será eleito com o voto de parcelas mais amplas da população.

    • O foco deve a ser o Brasil
      Importante o que colocou e deve ser discutida num outro momento. Hj a nossa briga é essa abaixo que Ciro colocou, dentre outras questões. Ainda acredito no pragmatismo do Lula. E ele ira unir a esquerda. Isso q ele faz de melhor.

      “1. Desapropriarei, com as devidas indenizações, os campos de petróleo entregues a preço de banana a multinacionais e a estatais (!) estrangeiras a partir da revogação da Lei de Partilha pelos golpistas;

      2. Desfarei, se consumada, a criminosa entrega da EMBRAER aos norte-americanos, conforme consequência de carta que enviei à BOEING e à EMBRAER pedindo que aguardassem a decisão popular que se aproxima;

      3. Revogarei as aberrações impostas pela selvagem Reforma Trabalhista (fui vaiado por isso na Confederação Nacional da Indústria, cujo presidente fez muitos elogios a Jair Bolsonaro);

      4. Revogarei a Emenda Constitucional 95, a chamada PEC da morte, que congela os investimentos em saúde, educação, segurança, ciência e tecnologia, cultura e infraestrutura POR 20 ANOS!

      5. Desfarei o cartel dos bancos que, nos últimos 15 anos, concentraram, em apenas 5 deles, 85% de todas as operações financeiras do País, impondo ao nosso povo e à nossa economia a maior taxa de juros do mundo!

      6. Suspenderei ou reverterei, se necessário, a privatização da Eletrobras, que transferiria para o capital estrangeiro o controle do REGIME DE ÁGUAS em nosso país;”

    • O foco deve a ser o Brasil
      Importante o que colocou e deve ser discutida num outro momento. Hj a nossa briga é essa abaixo que Ciro colocou, dentre outras questões. Ainda acredito no pragmatismo do Lula. E ele ira unir a esquerda. Isso q ele faz de melhor.

      “1. Desapropriarei, com as devidas indenizações, os campos de petróleo entregues a preço de banana a multinacionais e a estatais (!) estrangeiras a partir da revogação da Lei de Partilha pelos golpistas;

      2. Desfarei, se consumada, a criminosa entrega da EMBRAER aos norte-americanos, conforme consequência de carta que enviei à BOEING e à EMBRAER pedindo que aguardassem a decisão popular que se aproxima;

      3. Revogarei as aberrações impostas pela selvagem Reforma Trabalhista (fui vaiado por isso na Confederação Nacional da Indústria, cujo presidente fez muitos elogios a Jair Bolsonaro);

      4. Revogarei a Emenda Constitucional 95, a chamada PEC da morte, que congela os investimentos em saúde, educação, segurança, ciência e tecnologia, cultura e infraestrutura POR 20 ANOS!

      5. Desfarei o cartel dos bancos que, nos últimos 15 anos, concentraram, em apenas 5 deles, 85% de todas as operações financeiras do País, impondo ao nosso povo e à nossa economia a maior taxa de juros do mundo!

      6. Suspenderei ou reverterei, se necessário, a privatização da Eletrobras, que transferiria para o capital estrangeiro o controle do REGIME DE ÁGUAS em nosso país;”

    • O passo em falso de Ciro

      Comentário perfeito. Sintetiza qualidades e lacunas de Ciro. Mas o pé quebrado dele foi a tentativa de acordo com o DEM. O PT fazer acordo com o PMDB, à época, não podia, o PT e Lula são coniventes com a corrupção. Mas o Ciro pode acordar com o DEM e não tem problema. Ué!!! Bola pra frente, Ciro agora vai condenar o PT por outros motivos, não mais por este. 

      Mas o comentário também desmistifica a “denúncia” de Ciro quanto à burocracia partidária. Ora, ele  está errando bastante ultimamente exatamente por falta de gente ao seu lado pra ponderá-lo e ajudar a pensar. A fragilidade de Ciro está em não ter partido, apesar de suas qualidades como quadro político.

       

       

  3. CIRO NÃO PODE SER SÓ FERRO OU SÓ FOGO

    “NÃO DEIXARÃO LULA SER CANDIDATO! ATÉ AS PEDRAS DO CAMINHO SABEM DISSO!”. Caro Ciro em PRIMEIRO LUGAR – CIRO tem que parar de atacar o Lula, ele quer criticar o Lula e o PT? Vai lá, na cadeia onde está Lula e diga a ele pessoalmente, vai lá dizer pra ele que ele não será candidato, vai lá atacar o PT na cara do Lula.  Ficar destilando sua SINCERIDADE AGRESSIVA contra Lula ou o PT não vai ajudá-lo.  

                                                                                        

    SEGUNDO: AS PEDRAS que sabem que LULA NÃO VAI SER CANDIDATO são AS MESMAS PEDRAS que sabem QUE ELE NÃO SERÁ PRESIDENTE SEM O PT…

     

    TERCEIRO: ELE TEM  QUE PARAR SER ARROGANTE ninguém suporta gente arrogante, não é assim que ele vai CONQUISTAR A MASSA E MUITO MENOS A MILITÂNCIA PETISTA, ele já está MUITO VELHO para se comportar como POLÍTICO INEXPERIENTE. Será que nesses anos todo você ele NÃO APRENDEU NADA? ELE CULPA O PT POR TER TE PREJUDICADO, mas NÃO SE CULPA PELAS COISAS  QUE FALA SEM PENSAR. SE O PT O QUER COMO VICE É PORQUE O JULGA UM POLÍTICO QUALIFICADO, no entanto, o seu comportamento tem que mudar. Eu penso que ele não pode e nem deve ser SÓ FERRO OU SÓ FOGO. QUANDO O BUDA NÃO ESTAVA SEGUINDO O CAMINHO DO MEIO SEU MESTRE LHE MOSTROU UM INTRUMENTO E LHE DISSE… “SE VOCÊ ESTICAR A CORDA ELA ARREBENTA, SE FROUXAR ELE NÃO VAI TOCAR”, PORTANTO NADA PODE SER MUITO E NEM POUCO.

  4. Tudo bem. Teria sido com

    Tudo bem. Teria sido com esses objetivos de governo que Ciro Gomes foi buscar apoio no centrão, antro da direita? Ouvindo os discursos que vêm acontecendo ao longo dessa pré-campanha, tirando os sem chances, que disputam por outras razões não para ganhar e os menos ousados, não dá para perceber quem na oposição, exceto Lula ou um do PT ou a este partido ligado, poderá não significar uma aventura por falta de apoio no Congresso e apoio popular e mais com chances de ganhar. Transferir votos no mesmo partido não é coisa fácil; para aliado noutro partido, certamente menos, ainda mais em pouco mais de 60 dias. Não é uma questão volitiva de ninguém, é onde a História há muito nos colocou. Ninguém se viabilizou fora do PT. A falta de nome viável não é só na direita, que com o apoio da mídia contrabalança muito. Além do mais, tem ao seu lado a Justiça que comanda o golpe, as Forças Armadas, tudo ligado aos predadores da força de trabalho de nosso povo e de nossas riquezas. Lula livre, Lula, lá.

  5. Pessoal depois dessa do PT se
    Pessoal depois dessa do PT se aliar com golpistas,estou pendendo para o lado do nada santo Ciro,espero q no PT as espadas estejam afiando p cortar pescocinhos traíras da base,mas é assim mesmo,tem q dar corda p puxar(espero)chega de dubiedades !!!ACORDA LULAAA !!!

  6. Ciro é que já foi atacado e rasteirado

    é cansativo lembrar, citar as vezes das rasteiras pra um respeitável público que vê nele soberba e arrogância e não vê no PT. Ciro mal immitou o jogo sujo eleitoreiro da campaha de Dilma. Em campanha, ele que já tem língua solta, diz o que parte do público gosta, e outra parte se arrepia e o acha pouco confiável. Não foi o que achava quando foi ministro de Lula, de Itama, e cargo em Dilma, e sempre fiel, mais do que muita gente da hierarquia do próprio PT. É triste e engraçado se não usa foice e martelo no peito, nem vai a missa demagógica eleitoreira por Marisa. E sabe mais? Patrícia Pillar não ficaria com qualquer um.

  7. Não acredito

    Muita promessa vã para quem poucos dias atrás queria aliança com o Centrão, justamente a base parlamentar que entrega o Brasil para os EUA.

    Não acredito que tenha base política para fazer qualquer coisa, muito menos ser eleito.

    Muita pretensão querer a votação do PT para sim mesmo, e de graça.

    Não acredito na sua sinceridade em relação ao Lula, pois, havendo chance de ser inocente e de participar, mesmo mínimo, não pode ser a esquerda que deva rifar ao seu principal líder, mas sim devemos esperar que sejam os golpistas (com Supremo, com tudo) que façam esse serviço. Apenas depois disso podemos espernear e conversar.

  8. Ciro em carta aberta.
    Ciro está com discurso que alinha com o pensamento e une a esquerda e o torna tbm uma opção diferente para o centro.

    Não se surpreenda na chapa Lula-Ciro nas ultimas horas..no apagar das luzes…

    Como estratégia, isso avançaria até o dia 17 de setembro e na possibilidade de inelegibilidade do Lula.

    Ciro já assumiria a chapa com toda força do bloco de esquerda.

    Além disso,essa estratégia fortalece esse bloco na câmara.

  9. Ok, mas
    E o DEM?

    Ciro foi meu candidato, há pouco mais de ano… Até declarei por aqui. Mas me perdeu. É muito vacilo e “oscilo”.

    Fico pensando na Pillar… Ela deve se perguntar: “Por onde anda aquele Ciro???”

  10. Ciro é de longe a melhor alternativa para os petistas.

    Enumerou de forma corajosa, tudo que o Brasil precisa para sair dessa crise.

    Só em atacar os rentistas que consomem toda a receita orçamentaria do país, de forma clara, já

    é de longe o melhor candidato.

    Ciro é a única salvação do PT, depois do Lula. Pois Ciro, está mais que claro, respeita a memória de Lula,

    respeita o legado de Lula e não é antipetista.

     

    Ciro é o homem certo, na hora certa, do jeito de ser certo, na medida certa.

     

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome