Joaquim Barbosa não vai ser vice de ninguém, diz presidente do PSB

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O presidente nacional do PSB Carlos Siqueira disse à imprensa nesta quinta (19), após um encontro entre a cúpula do partido e Joaquim Barbosa, que o ministro aposentado da Suprema Corte não vai ser vice na chapa de Marina Silva (Rede), nem de Ciro Gomes (PT), nem de ninguém. “Quem tiver essa esperança pode esquecer”, disparou.
 
Apesar disso, Siqueira admitiu que Joaquim Barbosa ainda não acertou a candidatura a presidente pelo PSB. 
 
Segundo reportagem da Folha, o próprio Barbosa relatou ao final do encontro que “há dificuldade dos dois lados. O partido tem a sua história e as suas dificuldades regionais. E, do meu lado, eu tenho as minhas dificuldades de ordem pessoal. Não consegui ainda convencer a mim mesmo de que devo ser candidato”, disse.
 
O PSB, em alguns estados, prefere apoiar o PSDB (como é o caso de São Paulo), ou o PT (no Nordeste, onde Lula é melhor avaliado).
 
O comando do PSB saiu com “dúvidas” do encontro, reportou o jornal, pois estava seguro de que Barbosa se filiou ao partido com o único objetivo de ser o candidato presidencial.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Xadrez do fator Ciro Gomes, por Luis Nassif

10 comentários

  1. Dizem que ele não quer se
    Dizem que ele não quer se tornar presidenciável agora para não virar vidraça mais cedo.

    A elite vai apostar nele e Alkimin para chegar ao 2o turno.

    Se vai conseguir, só saberemos quando Outubro chegar

  2. Ué, foi só se aposentar que

    Ué, foi só se aposentar que as costas deixaram de martirizar o ministreco?

    Agora, até presidente da república poderá ser com todos os cerimoniais e viagens?

    Não estaria na hora de cassar sua invalidez?

    Baita picareta: cá com os meus botões: só pra encher linguiça: bem que poderia ganhar a governar negociando maioria no congresso…

    Ou daria os “pitis” a que estava acostumado no stfezinho de meia-pataca?

  3. Mais uma vez o PSB vai

    Mais uma vez o PSB vai prestar um desserviço ao país? Não basta a candidatura de Garotinho em 2002, bem como o apoio maciço ao golpe?

    É o sítio do socialismo amarelo…

  4. A globélica e seus folhetins: até quando? E a que preço?

    Acho surpreendente que um cidadão que saiu do STF por não aguentar o tranco da disputa com Gilmar Mendes, e alegadamente por problemas de saúde, pretenda disputar a presidência do país em um dos momentos mais críticos de sua história no último século: por acaso a presidência do país é menos exigente que ser ministro na corte novelística do judiciário? Como ficarão as dores lombares ao ter que negociar com o Congresso sem a caneta do “decido, publique-se, intime-se, cumpra-se”? 

    É o típico candidato outsider, sem passado de vida política ou militância social – que eu saiba – que lhe dê consistência ou viabilidade, e mesmo credibilidade, como se estivesse à altura do mais alto cargo executivo do país, e cujo maior trunfo para se apresentar como candidato é ter sido um destemperado ministro voluntarista, precursor do moralismo antipolítico – despolitizante pelo discurso de criminalização da política que preparou o golpe que hoje nos castiga – pela via judicial, o decano dos lesa-pátrias que pretendem criar uma república de togados autoritários sem qualquer vínculo com o povo, e com a sociedade apenas através da manipulação da opinião pública para bancar seus interesses, ou cruzadas pessoais falso-moralistas. 

    De uma entrevista de final de junho de 2017, para o panfleto do estado-mínimo de SP, o ideólogo da nova centro-direita Eduardo Gianetti, já adiantava – ou lançava a idéia ao público para avaliar a repercussão; pouco mais de um mês depois dessa entrevista, conforme relato do jornalista José Trajano em seu blogue Ultrajano que foi visitado por engano por ser vizinho, Gianetti teria sido visitado por um dos herdeiros globélicos em sua residência, olha a intimidade… – a possibilidade que agora se apresenta, da candidatura do ex-ministro do stf e mesmo da dobradinha com a  Marinamorfa, o que levanta curiosidade sobre como se deu a aproximação do  ex-ministro com o mundo político. 

    Nessa rede de relações, tanto o ex-ministro do judiciário quanto a ex-ministra do executivo (duas apostas de Lula que se mostraram ambiciosas demais e competentes e confiáveis de menos, quem nunca avaliou errado o caráter de alguém que atire a primeira pedra ou mostre sua bola de cristal infalível; ao menos servirá de aprendizado e as apostas que deram e estão dando certo superam as decepções ou fracassos) têm em comum (a) ligações diretas em períodos eleitorais com o PSB, (b) a simpatia do melífluo Gianetti, e assim como este, (c) proximidade ideológica com a Globélica e a famiglia-parasita do poder, os Marinho – agora com o enfraquecimento do parasita-oficial do poder, o MDB, qual a dúvida  de que sua equivalente no mundo corporativo-midiático vai ocupar o espaço no caronismo político para sanguessugar, ainda mais, o país? Não leio o panfleto globélico mas os primeiros resultados do buscador com o nome do ex-ministro e do panfleto mostram o destaque dado e a “surpresa” – mal disfarçada a alegria… – com seu potencial eleitoral supostamente demonstrado em pesquisa da Farsa de SP, conhecida por manipular resultados de pesquisa e até mesmo sua feitura… A Globélica, como seus produtos televisivos, é tão previsível e canastrona e, mesmo assim, consegue manter influência sobre o país e as pessoas, um autêntico case de fraude cultural e ideológica que resiste ao seu desmascaramento e, como acontece com coisas muitos ruins que capitalizam sobre seu fracasso, ela em breve perderá o resto de pudor  ao ser atacada como golpista e passará a se alimentar da má fama, orgulhosa, aliás como sua ex-empregada e atual senadora medieval, Ana Ameba, fez no passado com a mesma pecha e ainda ostenta em seus encontros na “base” – aquelas tabernas com ogros urrando a cada confissão de apoio à truculência: “a burguesia fede”, e se for ruralista, a culpa não será dos equinos e bovinos… 

    Pessoas que têm em comum a simpatia da Globélica e de ideólogos da centro-direita com fachada de centro-esquerda socialdemocrata (ai, quanto rótulo para enganar trouxa…), simpatia pela operação Lesa-Pátria e pelo ativismo judicial como agentes políticos legítimos (ohhhhhhhhhhhhhhhhhhh, quanta contradição desejarem tanto aquilo que desprezam, a política e seus poderes…), discurso que oscila entre o apolítico autoritário e a criminalização da política ou pior, de messiânica purificação da política pela sua negação, se apresentam como a redenção moral do país, têm cara de povo e origens longínquas nesse estrato – o que lhes dá um glamour “meritocrático-sentimentalóide-hipócrita” porque nada mais longínquo de sua atuação política ou social que o povo ou o que ele representa de antidemagógico -, ambição, ingenuidade e vaidade suficientes para serem manipuladas por grandes corporações – de bancos a revendedoras de cosméticos, e a Globélica que faz de tudo isso e mais um pouco em sua disseminação virótica repulsiva -, muita agressividade verbal e completa pusilanimidade em momentos decisivos ou quando são exigidas, pela sociedade ou pela situação, tomadas de posição que ensejem mais que gritos, histrionismos ou discursos pré-fabricados por mentores de campanhas, e por último mas não menos importante, encarnam, literalmente, o antipetismo patológico. Ou seja, são perigosos porque têm tudo que pode servir, de um lado, para confundir e atrair a população pouco afeita aos bastidores do teatro político e portanto, presas fáceis para salvacionistas fabricados, e como consequência direta, por outro lado, agradam, e se agradam de, abutres do fazer-político que tanto gostam de criticar representados por corporações tão grandes quanto menores os escrúpulos – bancos e empresas de comunicação: eles já têm posição definida e objetiva sobre alguns temas candentes como regulação do mercado de comunicação comercial, regulação do mercado financeiro e renegociação da dívida pública? Ou se aquele banco laranjabytrump que sonega com aval do judiciário milhões de reais em impostos pedir para evitar o assunto, a Marinamorfa, por exemplo, pode tirar de seu projeto eleitoral? O mundo não merece outra Trampa. 

     

    Trecho da referida entrevista que trata do ex-ministro do judiciário, galã da AP470: 

    “Joaquim Barbosa tem aparecido como possível candidato à presidência pela REDE. O que o senhor acha disso?

     Não vou discutir nomes para 2018, mas admiro demais a figura pública do Joaquim Barbosa. Ele tem um compromisso ético sério. E é muito importante o fato de ele ter conquistado o que conquistou por meio da educação, mesmo vindo de condições profundamente adversas. Torço para que ele se anime a entrar na vida pública brasileira. Se como candidato à presidente não sei dizer, mas queria vê-lo com destaque no cenário político nacional. Acredito que ele e Marina comporiam uma bela proposta de renovação para a política brasileira.”

    (fonte:http://brasil.estadao.com.br/blogs/inconsciente-coletivo/o-pais-dos-shakespeares-analfabetos/)

     

    Sampa/SP, 19/04/2018 – 23:27 (alterado às 23:42)

     

     

    #LULALIVRE

    #LUTAERESISTÊNCIA

    #BRASILSOBERANO

    #POVOEMPAZESEMFOME

  5. Pitaco Musical

    Construção: Chico Buarque / Barbosa

    Bateu na sua mulher quando ainda era mínimo…

    Pegou o seu diploma e se sentiu messiânico…

    Atravessou o planalto com seu passo tímido…

    Subiu no Judiciário qual se fosse máquina….

    Ergueu no STF uma barreira sólida…

    Partiu para Alemanha a mitigar as cólicas…

    Voltou com muita raiva pra prender políticos…

    E condenou Dirceu como se fosse único…

    Genoino com Delúbio num desenho sórdido…

    E liberou geral quando o assunto é tráfico..

    Comprou casa em Miami como aristocrático…!

    Ferrando com Dirceu deu entrada na política!

  6. Não ofereça a ninguém aquilo que você não quer que lhe ofereçam

    Já que o Joaquim Barbosa não quer ser vice de ninguém, ele também não deveria oferecer a vice-presidência a ninguém.

    Questão de coerência cristã.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome