Nassif: Debate entre candidatos virou “show midiático completamente sem relevância”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Relatório das Nações Unidas alerta para perda de biodiversidade sem precedentes na história

19 comentários

  1. …na cidade spin, cabe ao

    …na cidade spin, cabe ao poder verbalizador, como o proprio nome indica, verbalizar a realidade perantes os habitantes da cidade-estado, o que implica em trazer à tona contradição para que ele seja exposta assim como o câncer que precisa vir à tona para ser curado….aqui há uma sindrome da avestruz por parte dos meios de ocmunicação: a Globo, que comanda o poder verbalizador, levou nosso pais ao caos ao mentir manipular como se fosse partido, e é, politico escravagista…

  2. desculpe,Nassif, mas a blogosfera também não. Os debates têm sim

    me baseio em números q as emisoras divulgam(e desconfio,claro).O debate da Rede TV(q rarissimamente dou olhada)diz q bateu record mundial considerando as múltiplas plataformas.À medida em q as eleições se aproximam(a da Globo é a última e que pode influir,com seu estardalhaço e audiência com imagem maravilhosa do Oiapoque ao Chuí).Ou não pode, pelo descré-dito generalizado entre PARTE da populaçao).As assim autodenominadas redes sociais e afins só circulam entre nichos com opinião rígida,preformada.Uma ilustrração:enviei um artigo pra uma conhecida minha de Apublica.org ).Ela, professora de escola pública no interior de Pernambuco.Me respondeu como se nada tivese lido,e com uma opinião prévia anti-Lula.Mas as rígidas precocpções também poderia me responder pró-Lula. Tá tudo indefinido e sou pessimista. Voto em Ciro Gomes com quem o PT e afins podiam se aliar já meses atrás. Mas é uma satanização de lado a outro… Perde a democracia, ou tentativa.

  3. Pelo o que está dito, Lula ou

    Pelo o que está dito, Lula ou Haddad participando desses debates no primeiro turno, somente dariam mais audiência ao evento midiático, mas pouco acrescentariam à discussão; É uma perda irrelevante não participar dos debates, com todas as fichas já postas postas na mesa. Lula ou Haddad só se exporiam diante de adversários, todos sem conteúdo, somente procurando melhorar a imagem junto eleitorado, a maioria sem nenhuma chance, que não seja de participar. Na realidade, um debate inócuo, uma perda de tempo e recrusos, resultado em traço, traço na audiência.

  4. Nassif: Debate entre candidatos virou “show midiático completame

    o General Mourão é vice de um Capitão. Bolsonaro por sua vez tem desempenho nos debates inferior ao Cabo Daciolo.

    em evento no BTG Pactual, o poste boa pinta de Lula, Haddad “golpe é uma palavra um tanto dura”, defende “sem preconceitos” Alckmin, do qual nunca viu “nenhum empresário sequer sugerir uma conduta equivocada”.

    Ciro afaga BolsoNazi, que manda Marina submeter-se em silêncio à leitura das epístolas de S. Paulo.

    Boulos prossegue obcecado em ser algum dia o ungido de Lula, muito embora já o tenha sido: como indicado a candidato pelo PSOL.

    Alckmin mais uma vez demonstra seu insuperável carisma para ser um picolé de chuchu.

    com a decisão da ONU garantindo direito de Lula ser candidato, o Lulismo enfrenta grave crise de identidade: corre sério risco de ser obrigado a admitir que foi mesmo um golpe e portanto estamos numa ditadura.

    59% do eleitores ainda não tem candidato ou votam nulo.

    que se vayan todas as máscaras. que se vayan todos.

    .

  5. Ciro Gomes tem sido o destaque dos debates

    Apesar de concordar com o Nassif em relação à irrelevância dos debates de um modo geral para formar a opinião dos eleitores, que têm sim uma clareza sobre o que esperar de um governo de Alckmin ou Marina Silva de um lado e Ciro Gomes e Haddad do outro, penso que Ciro Gomes, por dois aspectos, já mostrou com, muita nitidez porque é um candidato diferenciado: primeiro por sua inteligência, sua capacidade intelectual de compreensão dos problemas que o país atravessa e de apresentar breves sínteses de seu programa de governo de modo claro e objetivo, sendo portanto o único que foge das generalidades ocas, vazias, dos outros candidatos. Segundo, pelas novidades que apresentou de modo igualmente objetivo, como um plano para limpar o nome dos brasileiros inadimplentes e a intenção de resgatar nossas riquezas entregues a preço de banana, indenizando as multinacionais que compraram nosso petróleo por valores indigentes.

    Esses dois fatores podem trazer para Ciro os eleitores de “centro-direita”  que sejam moderados em sua antipatia ou ódio a “tudo o que lembre ideologias de esquerda”, e não se sintam representados pelos medíocres candidatos da direita brasileira, mas jamais votariam no PT – pelo nojo vigente em nossa sociedade por esse partido, fruto do trabalho selvagem e perverso de nossa mídia e fruto também de sua própria ignorância, característica secular de nossas elites e classes médias.

    Um dos dois deverá estar no segundo turno – Haddad ou Ciro – enfrentando um dos três candidatos com chances da direita: Alckmin, Marina ou Bolsonaro.  Haddad tem um trunfo extraordinário chamado “apoio do Lula” e uma militância aguerrida. Ciro Gomes tem a si mesmo, suas ideias e – talvez! – o apoio dos brasileiros de esquerda que não querem mais o “espírito conciliador do PT” no próximo governo, somado aos brasileiros “neutros” ou de direita moderada, cansados da guerra (criada ou não pela mídia, a essa altura pouco importa….) PT X PSDB e buscando uma espécie de “terceira via”. Ora, porque não um candidato que está anos luz à frente dos medíocres que apareceram em dois debates e nada disseram de concreto?

    Se alguém conseguiu mostrar o rosto, um tico de ideias e programas de governo, esse candidato único, até agora, foi o Ciro Gomes.  Se conseguirf multiplicar essas impressões iniciais, terá alguma chance na eleição.

     

    • Quem tem a melhor proposta ?

      Tema Segurança: o que os candidatos poderão fazer ?

      (1) Bolsonaro – seu programa é “bandido bom é bandido morto”.

      (2) Alckmin – ampliar em nível nacional o acordo com o PCC feito em SP

      (3) Ciro – federalização dos crimes envolvendo organizações criminosas, por meio de ações de inteligência.

      (4) os demais candidatos não sei dizer o que pretendem…

       

  6. Discordo dessa análise. Os
    Discordo dessa análise. Os debates podem não servir para esclarecer muitas dúvidas a respeito de programa de governo mas mostram os candidatos ao eleitor na base do “olho no olho”. Um eleitor indeciso não se decidirá com base nos debates mas pode querer procurar saber mais a respeito de um determinado candidato conforme este tenha se desempenhado. Marina, por exemplo, faturou bem nos poucos segundos que teve à frente de Bolsonaro ao lhe dar uma enquadrada. Te garanto que muita gente vai passar a acompanhá-la mais de perto.

    • Acho que para governador,

      Acho que para governador, senador e deputados, onde há muitos indecisos, você tem razão, o debate é extremamente útil. Agora, para presidente, se as pesquisas estiverem certas, o número de indecisos é muito baixo, algo em torno de 6%; por isso acho que o Nassif está correto na avaliação.

  7. desculpe,Nassif, mas a blogosfera também não. Os debates têm sim
    me baseio em números q as emisoras divulgam(e desconfio,claro).O debate da Rede TV(q rarissimamente dou olhada)diz q bateu record mundial considerando as múltiplas plataformas.À medida em q as eleições se aproximam(a da Globo é a última e que pode influir,com seu estardalhaço e audiência com imagem maravilhosa do Oiapoque ao Chuí).Ou não pode, pelo descré-dito generalizado entre PARTE da populaçao).As assim autodenominadas redes sociais e afins só circulam entre nichos com opinião rígida,preformada.Uma ilustrração:enviei um artigo pra uma conhecida minha de Apublica.org ).Ela, professora de escola pública no interior de Pernambuco.Me respondeu como se nada tivese lido,e com uma opinião prévia anti-Lula.Mas as rígidas precocpções também poderia me responder pró-Lula. Tá tudo indefinido e sou pessimista. Voto em Ciro Gomes com quem o PT e afins podiam se aliar já meses atrás. Mas é uma satanização de lado a outro… Perde a democracia, ou tentativa. 

  8. Desisti de assistir
    Quando após a primeira pergunta, que, em meu parco entender, exigia uma boa explanação, o mediador dá um minuto e meio para o candidato se pronunciar.

  9. Sugestão com Reclamação ao GGN Nassif e Equipe

    Há falhas de Programação pelo setor de TI. Às vezes, por não aparecer a mensagem de que a mensagem foi enviada aguardando possível moderação (ou não) uma ou outra vez tive que enviar e saiu em duplicidade. / Outra coisa, como Visitante, não posso deletar e reescrever melhor (digito rapidamente supondo que digitei bem) aí ou sai em duplicidade, ou sai em palavra que eu teria que corrigir pra evitar ma leitura (que me parece o pessoal lê muito rapidamente). Não é questão de esperar 0 ou 5 estrelinhas (destoou da grande maioria apenas por colocar “uma vírgula” de contraponto. E tem gente que mete o pau, só não escreve que sou lindo. / Escrevo pra pessoas pensantes que não estão com pensamento opinião petrificada – o que acho um terrível erro do Nassif e Equipe não estimular alguma diversidade dentro da linha editorial – uma vez na TV ele dissera que prefere as opiniões divergentes do que as mil e umas convergentes./  Ou o Blog mudou pra ter uma meia-dúzia ou centenas cativas, e patrocínios, mas que eu acho que pouquíssimo influem nas visitações, e o Blog é desprezado pelas mesmices previsíveis – é um quase OAntagonista às avessas. Um apena. Escrevo sempre pelo lado esquerdo – e a esquerda é múltipla, por mais que alguns pensem que não, ou que só números e estatísticas medem qualidade. Cordialmente, Não peço cadastramento porque ao final da noite ou madrugada vou ver os resultados (uso o Navegador SlimJet, mais indicado pra quem fixa cerca de 20 Abas (Sites) por praticidade (entre elas, música do Youtube, contos, poesias, em qualeur época – poesia, literatura pode ter mais sabedoria e estalos do que postagens políticas uma cópia da outra).

     ” The greatest threat to freedom is the absence of criticism” Wole Soyinka

     

     

  10. Com 10 candidatos …

    Com 10 candidatos é o que dá para fazer , a não ser que se faça um programa de 12 horas.

     

  11. Perfeito.
    Concordo. Ninguém muda o voto por causa de debate se mudasse Bolsonaro estaria frito. O mais preparado para governar está preso o segundo melhor é Haddad com certeza. Ciro tem conhecimento mas queimou sua candidatura não soube se colocar diante da força petista. Boulos está fazendo bonito em caso de um golpe sobre a candidatura do partido dos trabalhadores, tem muita chance de receber o apoio de Lula.

  12. Debate e os ataques a democracia.

    Os debates pelo formato twiter ( 1 minuto ou uma frase) e pela presença constante do ausente se torna um teatro vazio, pois o que chega e o que fica ao público é muito pouco Não há tempo para que os que tem propostas se mostrem e nem se consegue mostrar quem não tem proposta. Não existem temas e também não existem embates entre candidatos, pois o embate central seria de fato com o grande ausente. Assim fica esta sensação de teatro vazio. Mas existem perigos, principalmente pela parte daqueles que manipulando clichês, e estimulando os mais baixos instintos civilizatórios, exarcebam o que  há de pior. 

    O  debate vazio se une a  uma  mídia que  tem escondido as questões eleitorais, com seu noticiário policial, e ou consultas vazias sobre o que o cidadão quer para o país, criando  uma imagem caótica da sociedade e estimulando cada vez mais o voto branco e nulo. A falta de comprometimento com um candidato em especial, não significa neutralidade para uma mídia que todos sabemos não neutra.  Mas tem sim um papel de estimulando o voto branco e nulo e  propagandizando a falência das instituições criar um caldo pós eleitoral, totalmente anti-democrático.

    Porém o  maior perigo vem de  ataques sucessivos à democracia. Quando  Aécio  perdeu as eleições começou o questionamento das urnas e das eleições. Hoje  Dacciolo e Bolsonaro, colocam a eleição sob suspeita.  A Casa Grande do golpismo, na figura do  TSE, teima  em não dar respostas claras a estes questionamentos.

    Na sociedade em nome da transparência começam a surgir propostas, de fiscalização, até mesmo através de aplicativos. São propostas  que, clamando pela transparência, pedem que todos tirem fotos dos relatórios publicos de urnas que serão coletados por um aplicativo.  Pela presunção da inocência eu devo acreditar que são propostas bem intencionadas, focadas na coleta dos dados públicos das urnas.  Mas sabedor de que a estrada do inferno está asfaltada de boas intenções, eu afirmo que  o cidadão comum não terá como  analisar de forma transparente estes  milhões de dados.  Isto só  poderá ser feito por  grupos que são dotados de programas que, mesmo que abertos, não são transparentes para toda a sociedade. Isto pode  criar um tumulto imenso, para que em caso de derrota eleitoral   o ruido seja  suficiente para gerar um outro golpe.

    E isto ocorrerá sem dúvida caso as instituições públicas não dêem uma resposta  clara e credível para a sociedade. O TSE parece estar apenas preocupado em cassar Lula, e muito pouco atento às suas funções.

  13. IBOPE, pesquisa por Estado: Lula dispara

    Cientista político e autor do best-seller “A Cabeça do Brasileiro”, Alberto Carlos Almeida faz uma análise sobre as pesquisas estaduais realizadas pelo Ibope entre 13 e 17 de agosto; “Dão uma dimensão da força eleitoral de Lula”, diz Almeida, destacando os resultados no Rio Grande do Sul, onde Lula tem 43%; segundo ele, o Estado “é a grande novidade quando comparado com eleições anteriores, talvez porque agora o PT seja oposição ao governo federal”

     

    19 DE AGOSTO DE 2018 ÀS 21:22

    Ver imagem no TwitterAlberto [email protected]

     

  14. Há muito tempo eu deixei de assistir debates

    E hoje, como bem disse o Nassif, eles não passam de um teatro vazio, cheio de regrinhas que os organizadores estabelecem mais para ressaltar o seu próprio poder do que promover uma real discussão de ideias. É sintomático o tempo que a band passa mostrando os “bastidores”, a preparação dos debates e comentando não os debatedores, mas, como faz o infatigável Boechat, a sua própria performance.

    É incrível como, em vez de contribuir para informar aos eleitores – ainda mais considerando o curtíssimo tempo desta campanha – os jornalistas percam um tempo precioso falando do próprio umbigo. Lastimável.

  15. DACIOLO QUER AFASTAR O GALO MINEIRO DO BRASILEIRÃO..

    O presidenciavel e combatente anti-comunista Cabo DACIOLO que afastar o GALO MINEIRO  do Brasileirão de futebol, motivo: No jogo contra o BOTAFOGO do RJ, os gols foram marcados por membros da URSAL, jogadores da ARGENTINA e EQUADOR.rzrzrzr Só para zoação está servindo esses debates.

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome