Primeiras impressões sobre o resultado das eleições de 2018, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Primeiras impressões sobre o resultado das eleições de 2018

por Fábio de Oliveira Ribeiro

Bolsonaro ganhou o primeiro turno e disputará o segundo contra Fernando Haddad. O otimismo da esquerda em razão do apoio de Ciro Gomes me parece inadequado. Parte dos votos dele podem migrar para Bolsonaro. Os votos de Boulos serão de Haddad, mas são insuficientes para decidir a eleição presidencial em favor PT.

A votação de Alckmin foi ridícula, muito abaixo do que era esperado. Esse fato levanta a suspeita de que o eleitorado tucano pode ter optado por tentar eleger Bolsonaro no primeiro turno. Se for este o caso, me parece evidente que a estratégia do discurso “civilização x barbárie” utilizado pela campanha do PT não foi capaz de seduzir o eleitor do centro.

Para ganhar a presidência Fernando Haddad terá que adotar uma estratégia mais agressiva. O primeiro turno deixou claro que o discurso anti-comunista de Bolsonaro foi capaz de empurrar o PT para o pólo da barbárie. Haddad terá que escolher com cuidado seu discurso no segundo turno. Nosso país já foi dominado pela histeria anti-comunista nos anos 1930, nos anos 1950, 1960 e 1970. Portanto, uma disputa entre duas barbáries irá sempre favorecer a direita.

O PT fez a maior bancada no Congresso Nacional. O PSL, até então um partido minúsculo, fez a segunda maior bancada parlamentar. Os grandes partidos tradicionais, PSDB e MDB, encolheram a olhos vistos.  O desempenho do PP foi melhor que o do DEM. As bancadas dos pequenos partidos de esquerda (PCB, PCO e PSTU) desapareceram. Esse resultado é preocupante e reforça a conclusão de que o discurso anti-comunista pode er sido um fator eleitoral determinante.

Leia também:  Confissão de deputada sobre candidaturas laranjas do PSL repercute entre políticos, por Nathália Bignon

Uma coisa é certa: fracassou completamente a estratégia de criminalização da política pela Lava Jato. Os partidos de centro e de direita que “mamaram” mais dinheiro na corrupção petrolífera não foram punidos pelos eleitores. Os ataques persistentes da imprensa à corrupção do PT também não foi capaz de reduzir sua importância política.

MDB, DEM, PSDB, PDT e PP fizeram as maiores bancadas no Senado. Qualquer que seja o novo presidente, ele terá que fazer alianças com esses partidos. O fraco desempenho do PT na eleição senatorial foi uma das maiores surpresas eleitorais de 2018.

Como ocorreu na eleição passada, o fenômeno eleitoral mais importante foi a concentração da força eleitoral do PT no nordeste. A percepção de que o sudeste foi prejudicado pelos governos de Lula e Dilma Rousseff parece ter beneficiado Bolsonaro. Fernando Haddad terá que superar a resistência que encontrou nos estados mais populosos, caso contrário o adversário dele será eleito.

Aécio Neves, o maior responsável pelo golpe de 2016 foi eleito Deputado Federal. O playboy mineiro ainda não foi comido como esperava Romero Jucá, mas ele perdeu gordura e fez o partido dele quase desaparecer do cenário nacional. Valeu a pena o PSDB não ter aceitado a derrota de 2014 e ter apoiado o golpe de 2016 contra Dilma Rousseff? As urnas deixaram bem claro que a resposta a essa pergunta só pode ser NÃO.

 

35 comentários

  1. O voto útil de direita no primeiro turno

    Outra esperança é que os eleitores do PSDB, Meireles, do Novo, e de Ciro,  que poderiam votar no candidato do PSL, aderindo ao fascismo, já o fizeram no primeiro turno, restando apenas aqueles eleitores de direita que respeitam a democracia e são contra o fascismo.

    Ou seja o candidato do PSL atingiu o teto da sua possível votação.

    Lembrando que o candidato do PSDB em 2014 obte 48,5% no segundo turno.

    Uma hipótese nada desprezível.

    Além disso, resta Abstenções, brancos e nulo, que  representaram 39,4 milhões de votos. Será necessário reverter uma parte destes votos para obter uma vitória no segundo turno.

    A tragédia que se anuncia tem o poder mais do que suficiente para reverter está situação, mas mesmo assim será muito difícil.

    Temos apenas 20 dias para evitar a maior tragédia da história deste país.

     

    • Sem dúvida as abstenções,

      Sem dúvida as abstenções, nulos e brancos podem decidir a eleição.

      Todavia, é difícil dizer como essas pessoas irão se comportar no segundo turno.

      Hoje pela manhã quando cheguei ao trabalho a menina da portaria (uma evangélica) conversava com o segurança. Ela disse que votou nulo e que sempre vai votar nulo “porque todos são ladrões iguais”. 

      A percepção que ela tem da política é terrível. Nem mesmo a religião foi capaz de leva-la a votar em alguém. 

       

      • Uma gigantesca tarefa que se coloca

        Díficil, muito díficil

        Ao nosso lado conta a situação, primeiro triste, e depois assustadora da tragédia que se anuncia,

        Assustatadora a ponto de poder mobilizar parte deste eleitorado a votar contra o candidato do PSL,

      • Teocracia Universalizante….

        Fábio, talvez, se o evangélico que votou no Bolsonaro e não é da Universal, perceber que pode ser instaurado um possível monopólio da Universal, favorecido no campo denominacional ou de comunicação, pode acender uma luz de alerta de que o risco do Bolsonaro é maior que o medo de Hadad.

        Segue link do absurdo:

        https://youtu.be/Ul_7n2OBG1M

         

  2. Está  bem claro que para

    Está  bem claro que para alcançar a vitória Haddad terá que radicalizar seu discurso na medida certa para que não restem dúvidas sobre o seu profundo respeito à democracia, ao estrito cumprimento do que determina a lei, mas com intensidade suficiente para neutralizar este discurso bolsonariano que tem ganhado adeptos até no grupo dos mais beneficiados pelas políticas do PT

  3. Como residente em Natal,

    Como residente em Natal, votando no PT, passei parte substancial do meu tempo buscando um blog que citasse a votação do RN. Como comentarista, insistia em pedir dados sobre as eleições daqui. Impressionante como todos seguem o ritmo das televisões. Passaram a maior parte do tempo apresentando os dados do Sul e Sudeste. Quando foram pro Nordeste, cravaram as eleições do Ceará, por causa de Ciro, do Maranhão por Dino pra enfatizar a queda dos Sarney, deram uma passada em Sergipe, Alagos, por causa de Renan, mas, por incrível que pareça, nada sobre o RN, tão pouco sobre a Paraíba.

    Enfim, tive que ir para a Globo pra saber alguma coisa sobre os meus candidatos. Pra minha surpresa, Fátima Bezerra, a petista que disputou com o atual prefeito Eduardo Alves e outros, foi ao segundo turno com o mesmo. Ela esteve sempre com números elevados, apontada como vitoriosa no primeiro turno. Já Mineiro, meu indicado a deputado federal ganhou. Mas, não fiquei sabendo se Garibalde Alves foi reeleito ao Senado, nem de Agripino, candidato a deputado federal. Em compensação, o neto dos Alves e o filho de Robinson Farias também foram para a Camara Federal, pra minha surpresa. 

    Aliás, o UOL saiu ontem com a divulgação de uma fraude ocorrida na Caixa e no FGTS, de mais de 3 bilhões de reais, sendo os cabeças da lista de fraudadores, Cunha, Geddel, e Alves – H. Alves, que andou preso, agora solto, e nem sei se disputou as eleições. Pra começar, a prisão dele foi mais uma farsa pra Inglês ver. 

    Com relação a vários comentários sobre os votantes em Bolsonaro serem da classe mais abastada, eu sempre vi essa análise meio furada, sobretudo quando vinha em seguida a força de Haddad no NE. Não é o que presencio aqui em Natal. As carreatas pró-Bolsonaro tem sido manifestações claras e evidentes de que o cara está sendo aqui muito aplaudido; caiu no gosto de uma classe mais infeliz, de trabalhadores pobres, ou submempregados, ou desempregados, a maior parte do sexo masculino. Eu nem preciso perguntar a essa gente em quem vai votar; dá pra ver pela cara. Poranto, não me admira se Bosonaro tenha ganho de Haddad aqui no RN, pelas minhas pesquisas pessoais.

    Vale dizer que em Natal e em Brasília, nãoconsegui extrair de nenhum eleitor de Bosonaro o motivo do seu voto. Eles enrolam, enrolam, e quando a resposta não é contra o PT, é por ele poder acabar com a violência, e por ser ficha limpa, ou por ser cristão. A um segurança do hotem em Brasília, disse que bolsonaro não é cristão e o cara disse: “Mas a esposa dele é”. Assim essa gente está seguindo um candidato a Presidente sem o mínimo argumento para tal. É mesmo uma confusão de ideias que se formou na cebeça deles, que como semi-analfabetos, em geral, também incautos por seguirem as igrejas neo-pentecostais, por mais pobres têm um celular com Internet, e, portanto, seguem as fakes new como verdadeiras, e pronto. Nada a questionar.

    Ontem Morão elogiando seu neto, ou neta, terminou dizendo que o Brasil está mudando. “está branqueando”. O que significa uma declaração dessa, senão um racismo?

    A luta vai ser horrível, se houver, porque a gente pode admitir que Bollsonaro não irá a debate algum. E besta será Haddd se atender as convocações das televisões para, sozinho ser entrevistado.

    Ontem, já madrugada de hoje, na verdade, Carlos Nascimento no SBT estava entrevistando dois professores de universidade de São Paulo sobre os resultados das eleições, entre outras, e vê-se claramente sua posição contra o PT. 

    Foi uma grande lambança feita pelo PT e por Lula em tornar Haddad candidato quando Bolsonaro já subia nas pesquisas como um furacão. O petista mal veio ao Nordeste, e, portanto, passou despercebido aos eleitores como candidato de Lula. 

    Vai ser quase impossível Bosonaro não faturar esse segundo turno. As alianças serão feitas em favor dele, que hoje está dizendo na Internet que o povo nordestino é humilde, que merece não sei o quê, tentando desfazer suas grosseirias contra esse povo.

     

    • Em São Paulo eleitores do

      Em São Paulo eleitores do Bozo foram queimar uma réplica da urna e exigir o cancelamento do segundo turno.

      O desespero deles me parece evidente.

      Haddad tem espaço para crescer, o Bozo não.

      A eleição será disputada. Creio que Haddad ganhará com 1% ou 2% de votos a mais do que Bolsonaro.

  4. À revelia da lavajato, do judiciário, do PIG e das bancadas bbb

    À revelia da lava jato, da polícia, das forças armadas, das bancadas da bala, da bíblia e do boi e do fascismo, o PT avança para o segundo turno. O P$DB ficou pelo caminho, apesar da ajuda do Moro, do Pig, dos Mercadores da Fé, das forças armadas, das polícias, etc.

  5. A grande maioria das pessoas

    A grande maioria das pessoas que conheço votaram no Bolsonaro por uma simples questão usando as palavras delas: “Mudar tudo isso ai…”

    A idéia de fascismo, barbárie não foi assimilada, acho que mais pelo desconhecimento que as pessoas têm de como se instala o fascismo, como ele cresce dentro da sociedade. Acho que a maioria compreende o fascimo por vídeos da segunda guerra onde o processo já está solidificado, ou seja, eles não sabem que o fascismo começou como está sendo começado aqui…

    Na minha opinião fará mais sentido colar o bolsonaro na figura do temer do que em coisas como barbárie ou nazismo, por que é algo que as pessoas conhecem!

    O Temer é uma referência concreta, nazismo e fascismo não têm cheiro, nem cor para a maioria dos eleitores – é mais como um palavrão que estão usando contra bolsonaro…

    E sem o Alckmin que seria a continuidade natural do Temer, sobrou o bolsonaro neste intento dos golpistas!

    Se o Haddad passar a idéia que todos os “trastes” desta politica permanecerão intocados sob seu guarda-chuva, ele não ganha!

    Assim como fizeram com Dilma, o senso comum julga que os valores conquistados via PT são republicanos e estarão ai depois das eleições!

    Vai ser um duro despertar!

  6. Equívoco

    Se o que você quer e ganhar a eleição então terá que alinhar seu discurso com os anseios do povo.
    O povo está sedento por uma resposta rápida sobre a violência, qual a proposta do PT para isso? Eu não sei.
    O povo está sedento por uma resposta rápida sobre o desemprego. Qual a resposta para isso?
    Essas respostas têm que ser claras e objetivas e o discurso do PT está muito prolixo.
    Dizer que a partir de agora será uma “defesa da Constituição de 88” não levará o Haddad à vitória.
    O povão quer saber é do almoço de amanhã. Se terá emprego no mês que vem. Das garantias para seus filhos chegarem com vida e saudáveis da escola. Do atendimento no Hospital que ele nem sabe se é publico, se é do Município, Estado ou União.
    As questões de fundo (como respeito as Direitos Humanos, IDH, Macroeconomia, Sustentabilidade, Meio-ambiente, Política Internacional) devem ficar no fundo. Para o Haddad ganhar essas eleições ele terá que descer para arena do Bolsonaro, e esta arena é a das mazelas diárias que a população vivencia.

    Haddad tem que organizar um discurso direto, franco e claro com a população.

  7. Não foi uma campanha justa.

    Não foi uma campanha justa. Toda a campanha do Bolsonaro foi baseada em fake news disseminadas nas redes sociais, sorrateiramente, e tidas como verdades incontestáveis pelos seus eleitores. E isso não se iniciou agora, já vem ocorrendo a alguns anos.

    A esquerda foi extremamente inocente ao não entender esta tendência e não lutar contra ela. Não se esqueçam que Lula está preso e a maioria acha que o motivo são os bilhões que ele “roubou” e que estão nas mãos dos seus filhos, bilionários e donos da Friboi, de quase todas as fazendas de gado do país, jatinhos particulares, das Lojas Havan e etc.

    Foi uma guerra injusta, e uma das partes não entrou na guerra, apenas aceitou ser alvejada. Agora fica o dilema, mantenha-se a democracia e o diálogo ou entra-se na guerra com as mesmas armas do inimigo, no mínimo.

  8. O que me parece hoje é que a

    O que me parece hoje é que a Lava Jato conseguiu jogar a pa de cal que faltava no sistema politico brasileiro e levou o ciddão às raias do fascismo. Se o PT não ganhar a Lava Jato também não ganha com um candidato de baixo clero elevado à presidência. Na verdade, perderam todos aqueles que: ou acreditavam no combate à corrupção ou lutavam por democracia e garantias de direitos.

  9. As viúvas do amigaço dos
    As viúvas do amigaço dos coronéis cearenses e tucano enrustido não sossegam…..

    Mesmo com o resultado das urnas…..

    O cidadão não teria força pra chegar ao segundo turno, mesmo com apoio do PT….

    Se temos uma segunda chance, bem difícil, de tirar o país da obscuridade, agradeçam a Lula….

    Caso contrário, o capetão estava hoje já organizando a sua equipe de governo…..

    • Organizando sua equipe de governo ou suas milícias?

      Meu amigo, os Bolsonaristas já estavam quase partindo para agressão sobre pretos, pobres, putas e petistas. Soube de alguns ataques de bombados que saiam de carro, atacavam, entravam no carro e saiam em disparada.

  10. Eu votei no Ciro e não vou

    Eu votei no Ciro e não vou votar no Haddad, por um simples motivo: está mais que na hora de o PT levar uma grande esfrega e descer do seu pedestal de arrogância, assim como o seu grande lider, Lula. A falta de humildade em perceber que era hora de o PT deixar a linha de frente, por um momento, para reorganizar-se para voltar com força no futuro; a prepotência e arrogância de Lula ao manter a sua candidatura sabidamente natimorta; as rasteiras passadas pelo PT em Ciro a fim de isolá-lo politicamente; os erros crassos que o PT cometeu durante seus governos e desgovernos e a falta de humildade em reconhecê-los e culminou com o quadro que está aí; por último, essas “elites” e os energumenos que pensam que também o são, merecem sofrer com a forte recessão que aparece no horizente com o programa econômico a ser adotado num futuro governo do Bozo, pois uma coisa que nunca fiz e estou louco para fazer é dizer: “eu avisei”, estúpidos, agora aguente o tirão. O povão vai sofrer? Sim, mas não mais do que já está. MDB e PSDB foram varridos do mapa. O PDT deve ter um bom aporte de militância, graças à figura de Ciro Gomes. Este, para  apoiar o PT no segundo turno, deve fazer duas exigências: ter garantias de ser o candidato na cabeça de chapa nas proximas eleições, com o PT de vice, se for o caso, ou não tem mais conversa; aceita esta condição, incorporar ao programa de governo as principais proopostas do seu programa. Fora isso, o PT que se afogue na sua arrogência e prepotência. Falo isto porque miltito na política e em minha cidade o PT não é diferente da sua cúpula a nível estadual de nacional. Por último, Lula tanto fez, que vai apodrecer na cadeia, porque o PT não ganha o segundo turno nem com reza brava. Quem viver verá. PS.: O pior éainda ver miltantes petistas metendo o pau e pondo a culpa no Ciro pelo seu fracasso eleitoral. Como eu disse, prepotência e arrogância ilimitada dessa gente. Que se dispersem ou montem outra sigla, se quiserem, porque o PT está irremediavelmente morto, fora do Nordeste. Sou do sul e falo com propriedade. O ódio contra a sigla arraigou-se de tal maneira, que não tem mais retorno.

    • Olhar enviesado

      O seu candidato recebeu menos votos. Por iso não foi ao segundo turno. Tão simples como isso.

      Agora, logo você que sempre pediu aqui a bola (deixa que eu chuto!), se nega a reconhecer o inverso, do povo ter confiado mais na proposta do PT para combater Bolsonaro.

      Ao negar o seu voto diz querer dar uma lição ao PT. Preocupe não, continuaremos fazendo o que começamos, sair na luta a procurar votos de indecisos e tirar votos do Bolsonaro. Agora fica claro que o único que você queria aqui no blog era reclamar e pedir os quase 29% dos nossos votos, de graça, para o “seu” candidato.

      Falta humildade e realismo a você, além de ofender a nossa inteligência com os seus argumentos.

    • Tudo bem, é seu direito. Mas

      Tudo bem, é seu direito. Mas você está disposto a passar quatro anos sob uma ditadura de um desequilibrado? E fazer os seus vizinhos, os seus colegas de trabalho, os seus filhos sofrerem o mesmo? E provavelmente os seus netos também dado que um ditador costuma ficar bem mais do que quatro anos no poder? Eu recomendo que está mais do que na hora de você deixar de lado o maior defeito do brasileiro – pensar somente no próprio umbigo – e começar a pensar nas consequências que as suas decisões provocam em todos os que te rodeiam.

    • Não vote em Haddad, vote no Bolsonaro

      Como o Bolsonaro é contrário a que mulheres e homens ganhem salários iguais mesmo desempenhando a mesma função, se ele não aumentar seu salário, ele baixa o salário da sua mulher. Sua Mulher ganhar menos do que você é muito bom prá você, pois mostra que você tem meritocracia.

      •  
        Você acaso me conhece, para
         

        Você acaso me conhece, para fazer um comentário tão esdrúxulo. Procure por meu nome (está inteirinho ali) no facebook, camarada, e terás a tua resposta acerca do meu voto. Por causa de idivíduos arrogantes e prepotentes como você, que se acham os donos da verdade é que vamos pagar o preço de atravessar as trevas por 4 anos (duvida?). Não enchergam um palmo à frente do nariz e vivem de ilusões, como a de que o Lula conseguiria sair candidato. Nunca votei e nunca votarei na direita. Vê se acorda, o mané. De messias, chega o Bozo. PS.: Aqui em Santa atarina, agora, vamos ter também o Moises, provavelmente, no govero. Espero que não venha também o dilúvio.

  11. Nada Perplexo.

    Olhemos bem o número de abstenções. Mais de 20%.

    Só para lembrar. Haddad foi derrotado em São Paulo não por Dória, mas pelas abstenções.

    Ao meu redor, conheço pelo menos sete pessoas que não foram votar. 

    Sim, o Bolsonaro angariou votos do antipetismo, mas também de partidos tradicionais – de partidos de massa cheirosos -, que secaram dentro de seu próprio campo. Mas isto não é um fenômeno específico ou novo: para vereador em São Paulo, foi eleito um vereador com base na migração de votos de um candidato à reeleição para vereador em sua própria esfera política; eleito um, não reeleito o  outro.

    Talvez o aumento vertiginoso da bancada do PSL tenha ocorrido com base em um “vínculo” do voto, não por convicção, mas por economia: “ah, vou votar no Jair, então, vou ver em quem eu vou votar do partido dele”. É como pegar uma mercadoria colocada estrategicamente numa gôndola, como macarrão e o queijo ralado (que deveria ficar na seção de laticínios). Não riam, essa observação veio de um pessoal de marketing (se não serve para a política, pelo menos vc terá que tomar cuidado na próxima vez em que for a um grande supermercado).

    Mas foi como se leu várias vezes: pesquisa capta um momento e não todos. Não se trata de um “fenômeno surpreendente”, mas que, simplesmente, não temos acesso a todos os dados, as circunstâncias, o tempo e a forma de decidir de todas as pessoas.

    Por fim, práticas regressivas, autoritárias, individuais e (sobretudo) de grupo das coxias, dos cantos, sob mil fragmentações, tiveram eco em Bolsonaro, como sua legítima (mas não, por isto, perigosa) representação. Mas isto não é tudo e nem a isto se resume. Não acredito que todas as pessoas que votam em Bolsonaro pensem na treva, necessariamente: estão falando de esperança também; ao mesmo tempo, expressam raiva e buscam uma saída. Prestem atenção: não estou dizendo que o Bolsonaro não seja algo péssimo e que ele é a melhor escolha. Pessoas são capazes de fazer péssimas escolhas e cometer atos atrozes na melhor das intenções.

    Lukács havia apontado um problema regressivo na crítica à modernidade: há críticas à modernidade, como atomização, alienação etc. entre progressistas e reacionários; o que os diferencia está no apontamento das causas e as soluções para os problemas. Trata-se de apenas um exemplo para lhes dizer: colegas, é necessário pensar fora da caixa para que a barbárie não se instale como esperança. 

     

     

  12. Eu estou surpreso com a

    Eu estou surpreso com a ingenuidade de vocês. Primeiro os indícios:

    – A maioria dos senadores que defendiam a soberania nacional perdem as eleições de forma bastante suspeita, enquanto entram no cargo os candidatos a senador comprometidos com o golpe de estado. Esse detalhe é importante porque até aonde eu entendi são os senadores que podem mandar prender os criminosos que tomaram o judiciário brasileiro, entre eles o Moro;

    – Bolsonaro realmente esperava ganhar no primeiro turno (a mesma arrogância de Aécio), sugerindo fraude a favor dele. Afinal eu não consigo acreditar que a população brasileira seja simpatizante do fascismo em sua maioria. e muito menos estúpida ao ponto de apoiar um candidato que é abertamente contra eles mesmos;

    E agora algumas coisas que alguns passarinhos andaram me contando. Como eu disse anteriormente não é possível uma população votando contra os próprios interesses, mas fica mais fácil quando você envolve propaganda subliminar. Tal propaganda é proibida em vários países, mas o que seria uma proibição dessas em um país aonde a justiça é claramente composta de criminosos que decidem o que quiserem?

    E a tática de firehose nas mídias sociais? é preciso dinheiro e organização para afogar qualquer tentativa de falar a verdade com milhares de mensagens de ódio e lixo. E as verdades que os seguidores de Bolsonaro estão afogando em lixo são coisas sérias, como o candidato pretende “pacificar o país” por exemplo? estão me dizendo que será matando ou prendendo todos os que não forem brancos e religiosos. É uma idéia absurda demais para eu considerar como verdade mas não dá mais de duvidar vindo de quem homenagea torturadores.

    E isso sem contar que outros “passarinhos” me contaram que Bolsonaro tem tudo para ser um novo Tancredo, passando o governo de fato para o general.

    • Quando a realidade é volátil,

      Quando a realidade é volátil, não existe nada definitivo. O Bozo pode não ser eleito, senadores irão se vender e ser comprados. Se for eleito, o Bozo pode passar a faixa para o general, mas isso não significa que o Mourão conseguirá governar e/ou ficará no cargo. O país foi desgovernado e permanecerá assim até aparecer alguém como Getúlio Vargas.

  13. As eleições já estão perdidas! Bolsonaro é a cereja do bolo.

    Com fatos incríveis como a retirada de três milhões de votos dos eleitores do nordeste, o surgimento do nada de candidatos fantasmas que se elegeram ao senado, e com a maior e mais canalha representação parlamentar da história recente do nosso país, o destino de Haddad já está traçado. Ou ele ganha e não governa, até ser impedido por qualquer coisa que eles inventem, ou ele perde.

    A única coisa que Haddad poderá fazer (e provavelmente não fará) será radicalizar o discurso a esquerda e denunciar o golpe com a fraude resultante do mesmo, guardando a credibilidade do PT para um futuro.

    Bolsonaro, nunca foi o candidato do grande capital internacional, logo a sua vida não será fácil, e provavelmente se ele esticar o pescoço demais a sua cabeça será cortada, abrindo uma crise na hostes da direita.

    • Se o Bolsa não ganhar no 2º turno, ele ganha no terceiro

      O Bolsonaro só não ganha no terceiro turno se o PT mobilizar a população progressista, forçando o Congresso a ser a casa do Povo. Senão, teria sido melhor perder logo no primeiro turno.

    • O boneco gigante do general

      O boneco gigante do general vice já foi para a rua com a faixa presidencial.

      Portanto, um golpe no golpe é perfeitamente possível.

      Afinal, em se trantando de militares o cálculo leva em conta o tamalho do colhão: e o do general vale sempre mais do que o de um reles capitão.

    • Bolsonaro que se cuide

      Bolsonaro pode até ser fascista (para a curriola dele) mas é preciso lembrar que o núcleo conservador que domina o congresso nacional não é fascista, e na verdade, não tem ideologia nenhuma, só querem continuar no poder. Eles só apoiarão Bolsonaro enquanto Bolsonaro os satisfizer. Do contrário, poderá ter o mesmo fim que Collor de Mello.

      Se Bolsonaro tem juízo, ele vai preparar um manifesto tipo “Bolsonarinho-paz-e-amor” que nem o feito por Lula em 2002, e assim acalmar os mercados, garantir a governabilidade, concentrar-se na economia e esquecer o discurso radical de palanque.

  14. Sugestões de um militante amargurado

    (Pior que uma provável derrota eleitoral será uma derrota POLÍTICA e eleitoral)

    AÇÕES DOS DIRIGENTES DO PT PARA ESTE TENEBROSO MOMENTO

    Urgência nº1 :

    a) Preservar a integridade e o conforto físico de Lula 

    Intensificar contatos com organizações e governos estrangeiros para um necessário pedido de asilo político.

    AÇÕES POLÍTICO-ELEITORAIS

    1) Nenhuma concessão à direita golpista/fascista

    a) Intensificar e amplificar as denúncias no Brasil E NO MUNDO sobre as criminosas perseguições do judiciário e da mídia ao Lula e demais dirigentes do partido 

    b) Deve-se utilizar todos os espaços da propaganda eleitoral para esclarecer didaticamente a diferença das propostas da coligação PT/PCdoB e as propostas da chapa do Capitão Facínora & e o Vice-Jumento (Bolsa Família X Bolsa Bala  – Proteção as Minorias X Extermínio das Minorias  – Respeito a Todos os Credos e Raças X Perseguição aos Espíritas, Muçulmanos, etc..)

    c) Massificar em todas as mídias (PRINCIPALMENTE NO WHATSAPP) a fecunda ligação do Capitão Facínora e o sub-governo do bandido Vampirão (O apoio do Capitão Facínora para a aprovação de leis contra o povo)

    d) Conclamar (se possível orientando) a militância de esquerda e pessoas anti-fascistas para que ocupem as ruas e partam para uma guerrilha cibernética (PRINCIPALMENTE ATRAVÉS DO WHATSAPP) para desqualificar o Capitão Facínora, suas demagogas propostas e seus degenerados fake-news 

    É FUNDAMENTAL COLAR A IMAGEM DO CAPITÃO FACÍNORA AO GOVERNO DO ODIADO VAMPIRÃO GOLPISTA 

  15. Mapa das eleições
    Bolsonaro lidera nos três maiores colégios eleitorais: São Paulo, Minas Gerais e Rio de janeiro. Na Bahia 4° maior colégio eleitoral, Haddad lidera, lá já se tem o governador no primeiro turno, Rui Costa do PT. No centro-oeste Bolsonaro lidera, não há nenhuma chance de Haddad mudar está realidade. Bolsonaro ganha disparado no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. No norte a região mais pobre e atrasada do país, Bolsonaro lidera. Haddad só ganha no nordeste e os nordestinos já estão sendo atacados nas redes sociais. E no sul sem comentários é a região dos fascistas, lá eles usam até uma carteira com a foto de Bolsonaro fascista, risos.

    Os candidatos Meirelles, Amoedo e Álvaro Dias vão apoiar o Bolsonaro, Amoedo inclusive já disse que vai apoiar Bolsonaro, ou seja, estes farsantes só se candidataram para desestabilizar a campanha de Haddad, uma estratégia para aumentar o antipetismo.

    O Brasil merece o fascista Bolsonaro, o povo tem o governo que merece. O mensalão, a lava jato e os erros do PT, fizeram chocar milhares de antidemocráticos e antipetismo. Noam Chomsky disse que o PT deveria criar uma Comissão da verdade para verificar seus erros, pois é Historia e Memória são inseparáveis. Há uma grande parcela da sociedade que pensa como Bolsonaro, tem o discurso de ódio e violência, então que tenham um governo totalitário, que sintam na pele a barbárie. Vai acontecer …

  16. abstenção, votos em branco e nulos e outros temas

    A altíssima abstentação, votos em branco e nulos chegam a 29% do eleitorado,  ou seja, maior do que a votação de Haddad. Está aí um local para buscar adesão a Haddad. Buscar estes votos, que demonstram desencanto com a democracia pode ser a tarefa urgente por parte de dos progressistas. Eles precisam entender que a democracia é a única saída para o povo.

    Fora isto, há muitos que votaram em Bolsonaro por fakenews intenso, como, v. gratia, a noticia de que Haddad iria queimar a bíblia. Foram centenas de fakenews, notícias mentirosas que muitos entenderam como verdadeiros e aderiram a Bolsonaro. É importante desmentir isto tudo na campanha, seja de boca em boca, seja em discursos, seja na TV. Aí também há possibilidade de reversão de votos.

    Penso que precisamos fazer Bolsonaro falar sobre o programa de governo dele, principalmente nos debates e ainda sobre as suas assertivas a respeito das mulheres, negros, homosexuais e outros temas. Vai ser uma lástima, pois é despreparado.

    Temos que indagar e mostrar possível quem vai ser se constituir o ministério dele. Imaginem, Alexandre Frota como Ministro da Educação e o programa escola Sem Partido.

    É importante ainda que Haddad mostre que iremos mergulhar na escuridão. Não se sabe, visto pelos ditos do futuro ministro da economia e de seu vice, e os desmentidos que Bolsonaro fez, não transmitindo a que veio e porque veio. Não sabemos o que iremos ter no futuro. O estado mínimo, que é um aprofundamento da política de Temer, para Bolsonaro vai ser aprofundado, o que importará um futuro desastroso para os servidores públicos e, é claro, para o povo.

    Ligar a imagem de Bolsonaro a um Temer piorado é essencial. Se a campanha de Haddad conseguir isto, milhares de votos poderão ser revertidos.

     

     

     

  17. legitimação do facismo

    Bom dia caros,

    Primeiro: Votei em Haddad, Mas o Paulo Henrique não está longe da razão. É bom o PT cair na real. Juntos, temos mais força, eles deviam ter se juntado ao Ciro. Já estaríamos montando a equipe de governo.

    Dois: Sem essa de manipulação de fake news galera. Quem votou no coizo é facista, assumam, sejam parentres, amigos , pobres, negros ou mulheres. Não são tão manipulados assim. Algum preconceitozinho no subconsciente é necessário ter para se identificar com o coizo ruim. Ademais , são adultos e responsáveis pelos seus atos.

    Terceiro e o mais triste para mim: foram quantos? 50 milhões de coizos? Ah peraí… Claro que vou votar 13 de novo no segundo turno, mas, se quisermos que essa aventura facista tenha fim, o coizo tem de ganhar logo pra merda feder e o povo cheirar. Afinal, quanto tempo esse jacú vai durar?

    Fica aqui uma pergunta: Vale o desgaste lutarmos por algo para o povo, contra a vontade deste. eu voto sempre esquerda, mas … 50 milhoes?????? É bom o povo ir se acostumando com os pés de bota dentro de casa… Vida que segue.

    PS: Putz!!!!! que dó do LULA!!!! acho que ele nao dura muito. Pena.

     

  18. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome