Randolfe desiste e PSOL lançará Luciana Genro ao Palácio do Planalto

do Estadão

Randolfe Rodrigues desiste de candidatura ao Palácio do Planalto

João Villaverde

Senador do PSOL deve se candidatar ao governo do Amapá; Luciana Genro (RS), que era cotada para vice, deve ser a substituta

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) não é mais pré-candidato à Presidência da República e deve se candidatar ao governo do Amapá. Em seu lugar, o PSOL decidiu lançar Luciana Genro (RS), filha do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT). Inicialmente, Luciana seria candidata à vice na chapa “puro sangue”.

Em nota oficial, o presidente nacional do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Luiz Araújo, assinala que a desistência de Randolfe está “vinculada à necessidade de construir uma alternativa política contra o retorno das forças conservadoras no Estado do Amapá”.

A decisão começou a ser costurada na quinta-feira, em reunião de lideranças nacionais do PSOL, como Marcelo Freixo (RJ), o deputado Ivan Valente (SP), o presidente Araújo e a própria Luciana Genro. Ficou decidido, então, que Luciana seria a indicada pela direção nacional do partido para a convenção nacional, que ocorre em Brasília nos dias 21 e 22.

“Agindo assim, o PSOL manterá a campanha no mesmo rumo que vínhamos trilhando e permitirá ao povo brasileiro o direito de escolher uma real alternativa de esquerda e socialista nestas eleições”, afirmou o partido, em nota.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Saiba a diferença entre votos brancos e nulos, que não têm nenhum efeito na eleição

10 comentários

  1. Randolfe pediu pra sair…

    Pediu pra sair porque a direita já tem um candidato, é o Ilustríssimo, o Nobre Senhor Aécio Neves. Randolfe, ta aí mais um pobre coitado que foi usado e enganado pela Mídia Gorda.

     

     

  2. Caixa 2

    Que motivos levam um partido nanico, sem chances eleitorais e pifios 2%, a manter a sua candidatura que outros senão o de ser um apêndice da direita, fazer o jogo desta e assim levar o pleito ao 2º turno, tentando ganhar algum retorno financeiro.

    E estes oportunistas ainda estufam o peito com a hipocrisia de seus discursos nacionalistas…

  3. Ta  ai, nao podemos dizer que

    Ta  ai, nao podemos dizer que nao tinhamos escolha, que era trocar seis por meia duzia ou (bost por merd), tem opçao melhor, ainda que sem chances de vitoria……….eu voto.

  4. Ahhhhhh agora vai…de 0,5%


    Ahhhhhh agora vai…de 0,5% dos votos válidos…subirão para 0,75%. Um “GANHO” significativo de VINTE CINCO POR CENTO. Nem Dilma consegue TUUUUUDO isso. ahahahahahahahaha

    Mas, pelo que representam, não é um gasto muito grande de papel ou bites para a gente comentar isso nãum? ahahahaha

    Contudo, é divertido. 🙂

  5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! Me perdoem, mas não resisti…essa senhora, jb de saias, não conseguiu se reeleger para deputada qui no RS, vai é ter, como disse a Dulce, 0,25% de votos, ou seja, só dos filiados do psol, porque nem a fam[ilia vota nela. Mas, me divertindo um pouco, imaginem essa ditadora presidente do país? Guerra civil, na certa! Ela não sabe mediar, só atacar. É da essência dela. Tive oportunidade de conhecer essa senhora…bom, vou ficar por aqui, porque, senão, entro no pesadelo.

  6. Ahhh Randolfinho!!!

    E queria tanto votar em você!

    Eu vou pra rua, visto gorro, xingo a Dilma, me descabelo, uso máscara, apanho da polícia e na hora… na hora.. você desiste…

    Ahhhh, broxei com você!!!

  7.  
     Sou servidor público

     

     Sou servidor público federal, e do ponto de vista da minha vida pessoal, Aécio e Dilma são iguais: só valorizariam as “carreiras típicas de Estado”.

     

     Simpatizo com a candidatura do PSOL, mas pretendo votar em Mauro Iasi, do PCB.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome