Xico Graziano entrega o jogo de cena com FHC em torno da presidência

Jornal GGN – Embora Fernando Henrique Cardoso tenha negado que foi sondado sobre concorrer à presidência novamente, seu aliado Xico Graziano, autor de um artigo na Folha levantando a hipótese, entregou o jogo de cena com o ex-presidente.

Graziano admitiu, de acordo com a edição desta sexta-feira (4), que “avisou FHC que escreveria sobre o assunto”. Ele ainda disse que não tinha a intenção de provocar insegurança no governo Michel Temer, sustentado pelo PSDB.

Na contramão da informação, FHC usou, ontem, sua página oficial no Facebook para afirmar que “jamais cogitei dessa hipótese nem ninguém me consultou sobre o tema”.

Depois disso, ainda foi entrevistado pela Folha, momento em que alegou que “seria um despropósito que eu viesse a ser candidato” e que “passou da época de mudarmos não só as pessoas, como também as gerações.”

Para amenizar a situação, a Folha ouviu Moreira Franco, que teria dito a Temer que “o príncipe [FHC] não tem jeito. Ele não enquadra os seus”. Ou seja, FHC não tem o perfil para pedir que Graziano não lançasse um balão de ensaio na mídia.

Mais do que colocar FHC o páreo para 2018, o aliado, fundador do PSDB, disse que “com certeza” o ex-presidente é a melhor opção em caso de queda de Temer. O peemedebista é alvo de uma ação no Tribunal Superior Eleitoral que pode lhe render a cassação, embora Gilmar Mendes, presidente da corte eleitoral, venha dizendo na imprensa que a separação da chapa seria viável para condenar apenas Dilma Rousseff, sem atingir Temer.

Leia também:  Prefeitura de SP instaura monopólio no Zona Azul em leilão do serviço à empresa ligada do BTG

Ainda assim, enquanto a ameaça de queda de mais um governo paira no ar, o Congresso debate, nos bastidores, dois nomes para uma eventual eleição indireta. Um seria Nelson Jobim, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal. Outro seria FHC.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

14 comentários

  1. Esse ex-professor fhc,  é

    Esse ex-professor fhc,  é mais danoso e nocivo ao meio ambiênte e a sustentabilidade que o gás HFC. 

    Este sujeito é um  incorrigível farsante. Vá ser mentiroso assim na pqp!

    Orlando

  2. Fóóóóóra golpistas

    Fóóóóóra golpistas filhosdaputa saqueadores puxabagos!!! Quando a gente fala que droga e puxa saco são os maiores problemas do mundo, notadamente no Brasil que transitam de helicóptero nos 4 cantos, taí 2 exemplos clássicos! Um chupa cá e outro chupa lá. E a hillary há uns tempinhos atrás, saiu dizendo em tom de acionista majoritária que estava preocupada com as movimentações no Brasil. Depois, vimos aqui mesmo no blog, o marcelo tas comprado, uma das milhares de compras que hillary fez para para fazerem um servicinho golpista pra arrancar nossa Presidenta eleita pela maioria do povo brasileiro na unha, no voto. Agora, hillary está chegando, trazendo o cabra bill junto, óbvio. Com a volta de bill cabra macho, advinhem quem ficou todo assanhadinho e que sabe o que o clinton gosta? Exatamente!: o papai político do golpe! Fernandinho cHupa Cabra! fhc! Fernandinho Henriford Clinton! Um toma posse lá, e outro cá! O de lá ganhou no voto demmocrático, e o de cá vai ganhar do de lá! É a volta dos que não foram, já que o estrupício ficou enchendo o saco nos últimos 14 anos, armando o golpe!   

  3. O “malaco” da USP ataca novamente

    No dia seguinte à vitória de Dilma, começou o processo de desestabilização do governo. Na linha de frente, o “João Grandão” Aécio e seus comparsas, Carlão Sampaio entre eles. Por trás, agindo nos bastidores, açulando os cachorros, FHC, o malaco da USP, essa figura resgatada pelo Luís Nassif, em texto de 06.12.2014, “Aécio tornou-se o João Grandão de FHC” (http://jornalggn.com.br/noticia/aecio-tornou-se-o-grandao-bobo-de-fhc )

    “Nos anos 70 e 80, quando recomeçaram as manifestações estudantis, havia um tipo popular nas universidades paulistas, especialmente na USP e na Unicamp. Eram aqueles estudantes grandalhões e com raciocínio lento que as lideranças colocavam na linha de frente das manifestações para levar porradas em nome delas.

    Fernando Henrique Cardoso é “malaco” – esperto, como ele gosta de se autodenominar e aprendeu na escola uspiana. E conseguiu o seu grandão da hora: o candidato derrotado à presidência da República Aécio Neves.”

    Eis que o malaco da USP volta à cena, desta vez fazendo de João Grandão o Xico Graziano e seu balão de ensaio. Se a situação estiver favorável, sinais claros e consistentes de recuperação econômica, em março de 2017, cassada a chapa Dilma-Temer, FHC, docemente constrangido “sacrificar-se-á” pelo País, e oferecerá o seu nome para o escrutínio do Congresso Nacional, e conduzirá a nação até o parlamentarismo de 2018, eternizando-se Presidente. Se, ao contrário, a situação estiver catastrófica, que é o mais provável, FHC sacará do bolso o segundo João Grandão, o general genérico Nélson Jobim, e empurrará o abacaxi para ele. 

    Perfil físico para João Grandão Jobim tem, porém não é bobo, muito pelo contrário, com 7 meses de governo Dilma 1, olhou ao redor, olhou por quem estava cercado, viu de perto o perfil da presidente e pulou fora do Titanic, que navegava célere em direção ao iceberg.  

    • FHC

      O Fernando Henrique tem como única ligação com a USP, a aposentadoria, ganha há 50 anos, por ter dado aulas por seis meses, se auto-exilado no Chile por orientação da CIA e o resto, a história da dependência entreguista todos conhecem. É sacanagem tentar ligar o tucano à USP ainda hoje. É ranço de não uspiano.

       

  4. Esse pessoal estava na

    Esse pessoal estava na oposição desde 2002 com um único propósito: derrubar o PT e tomar o poder novamente; a estratégia de “sangrar o PT” está na rua desde 2005; o Sr. FHC esteve desde 2012 percorrendo todos os salões promovendo o “todos contra o PT”; no primeiro programa do partido apos as eleições de 2014, no início de 2015, ele culpa explicitamente Lula por tudo de ruim que a chacrinha golpista promovera e viria a promover….

    Portanto, só acredita quem quer que essa história surgiu agora, que foi coisa da cabeça do Graziano, que FH não sabia, etc., etc.

    Vai morrer como golpista. Ele sabe disso. E é mais um que já passou do ponto de retorno há muito.

    Como o Paulo Nogueira Batista já sugeriu, quem quiser um dia escrever a biografia de FHC, o título já está pronto: “Dependencia, da Teoria à Pràtica”. O Parlamentarismo é só um meio pra isso.

  5. Para FHC, a Terra gira em torno de seu umbigo

    Xico Graziano sempre foi porta-voz do seu guru Dom Fernandito e é obvio que ele não sairia com uma historia dessas sem antes ter discutido com o guru e esse ter dito algo mais ou menos assim: “Querer, eu não quero”, mas se me chamarem, estou pronto a me sacrificar…” Esse Fernando Henrique….

    Seja quem for que assumir a cadeira deposta, tem que lembrar que um bom ministério é tudo. Chega de colocar essa gente anacrônica sem nenhuma visão de Pais.

    • para fhc….

      Mas lembremos que o Brasil de hoje é o projeto deste bando de canalhas farsantes que implementaram a Redemocratização, redigindo a Constituição Cidadã. Aqueles que diziam que a Política não é profissão.  Que privatização é crime de lesa-pátria, traição contra a soberania nacional. E outras cafajestices, que a maciça maioria da imprensa apoiou, para levar o povo a trágico engano. O Brasil de 2016 está aí para quem quiser enxergar. E para aqueles que não querem também. Onde estão todos que apoiaram esta farsa fantasiada de pseudo-socialismo? O cachorro atrás do rabo. Quando cremos que já testamos todos os tipos de medíocres, eis que ressurge FHC.

      • Seu comentario é ironia ou você pensa assim mesmo?

        Precisa ter um cérebro muito especial para achar que democracia ou uma constituição que defende uma sociedade mais justa são problemas. Nem vou mencionar o que eu penso sobre o seu comentario sobre o tal pseudo-socialismo, você deve andar lendo muito Marx e Hegel.

  6. FHC e sua irremediável ida

    FHC e sua irremediável ida para a lata do lixo da História.

    Um irremediável vira-latas que, do alto de sua viralatice, torna-se golpista. E agora claramente usa o golpe para satisfazer seu ego enorme, sua tão procurada “redenção” (embora a tal volta seja nos braços da plutocracia, não do povo).

  7. O Povo não exerce a soberania popular em caso de vacância?

    Vagando os cargos de Presidente e Vice-Presidente da República nos últimos dois anos do período presidencial, a soberania não será exercida pelo povo, coonforme dispõe o art. 14 da CF/88, já que o voto não é direto nem universal, mas por seus representantes no Congresso Nacional. Nesse caso, o congresso é mais soberano do que o povo.

    É que nos termos do parágrafo único, do art. 2º, da CF, a população é constituída pelo povo e por seus representantes eleitos.

  8. Essa notícia só será boa se

    Essa notícia só será boa se for um indício que a delação da Odebretch é forte pra derrubar três tucanos = Serra, Aécio e Alckimin de tal forma que destroem suas pretenções a ser presidente. E aí so restaria FHC – pra ser derrotado no colégio eleitoral na eleição de 2017 – que eu tenho pra mim que haverá. Eleição indireta validada pela constituição… esse país é uma píada de mau gosto. 

  9. Sejamos Justos

    “Num pais onde cafetão tem ciúmes, traficante se vicia; que puta se apaixona e pobre vota na direita, um Pais assim não pode dar certo”.

     —Tim Maia.

     

    Nassif: nem tudo foi tragédia no governo do Intelectual Tardio, apesar de chôcho e quase vazio de propósitos nobres e moral impecável. Não falei de “ética” pra não dizerem que é perseguição.

    Não podemos esquecer de dona Ruth, Betinho e um pessoal que mal chegava a 10. Mas tirantes estes o resto é resto do resto. Se jogados fossem numa fossa séptica, contaminariam até os coliformes fecais. Diga algum, tirando esse tiquinho, que prestasse para alguma coisa? Quem?

    Portanto esse balão de ensaio é mais que verdadeiro. Além de desviar a atenção das falcatruas que vêm sendo implementadas pelos tucanídeos, em conluio com o do Jaburu, deixa livres, leves e soltos os safados. Mais à frente, a grande mídia lança uma campanha de “limpeza”.

    E, nessa óptica dos corruptos e golpistas, estão eles certos. Cada qual no seu submundo.

    Sem criar paralelo, só por argumentar, Al Capone tinha ou não tinha lá suas razões? Não dizem que “o charco é para os porcos o Paraíso”? Então vamos deixar que o Intelectual Tardio e sua trupe chafurde naquilo que de melhor sabem fazer…

     

    PS.: e veja você que nem toquei nas nomeações para o Supremo!

  10. Do Adeus, Sem Cerimônia

    “A Cerimônia do Adeus” de Cardoso, não será escrita por sua Simone por questões de materialidade e mesmo se não fosse,  não permitiria outro, se não ele, escreve-la, como vem fazendo pateticamente desde que terminou o mandato, em 31 de dezembro de 2002, e descobriu-se ameaçado pela história a ocupar, na dita, apenas um mísero canto de página, que o deixou arrasado a ponto de só pensar nisso desde então: Como escapar do pé de página que a história lhe reserva?

    E lá vai Fernando dependente, descendo a ladeira cediça do desintegrar humano, na prática, nos bons e maus costumes e exemplos, acompanhado por, Aécio, Gilmar, Janot, Moro e os irmãos Marinho, rumo ao inexorável Campo Santo, jus esperneando contra o destino que construiu para si, para escapar.

    Quanto menos caminhar resta-lhe, mais apressado fica em escapar desse destino não pretendido, mas reservado ao pé, não mais na cozinha, mas na página, em cantinho sem direito a holofote, banquinho e violão.

    Do limite da irresponsabilidade, ao limite da senilidade, vai Fernando, sem vida, porém falante, carregando o imenso ego rumo ao fim da fita. 

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome