fbpx
segunda-feira, julho 15, 2019
  • Carregando...
    Início Energia

    Energia

    Energia: Alemanha e Brasil têm muito a ensinar a Bolsonaro, por Luis Nassif

    A refundação do Brasil, segundo Luis Roberto Barroso, deu nisso. Nos fóruns internacionais, para debater com estadistas do porte de Angela Merkel, o Brasil é representado pelo baixíssimo clero Jair Bolsonaro.

    A Liberalização do Mercado Elétrico Brasileiro – A Disputa no Congresso

    Neste Vídeo, Ronaldo Bicalho, do Instituto Ilumina, e Íkaro Chaves, engenheiro e dirigente sindical do Sindicato dos Urbanitários no DF (STIU-DF), analisam os projetos de Lei que se encontram no Congresso Nacional

    Orçamento Base Zero? Cuidado! A Eletrobras não é uma fábrica de Ketchup, por Ikaro...

    Que o grupo 3G do bilionário Jorge Paulo Lemann está no comando da tentativa de privatizar a Eletrobras não é segredo para ninguém.

    Engenharia defende Grupo Eletrobras nos 46 anos da Eletronorte

    A Eletronorte, empresa fundada em 20 de junho de 1973 com o objetivo de integrar a Região Amazônica ao desenvolvimento social e econômico resultante da energia elétrica, comemora 46 anos de existência em 2019, no dia 20 de Junho

    “Não vem ao caso”: não há debate sobre o setor elétrico, por Ronaldo Bicalho

    Depois de mais de oitenta anos, o Estado resolve sair do setor, abandonando o seu papel histórico na garantia da segurança energética brasileira

    Petroleiros participam de lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras

    O encontro será na Câmara dos Deputados, com apresentação de dados que demonstram a importância da Petrobras e os riscos para a soberania nacional com o desmonte e privatização.

    Conta de luz: bandeiras tarifárias aumentam até 50% a partir de junho

    Aumento é decorrente da mudança de metodologia feita pela Aneel em relação à avaliação do risco de falta de água nas hidrelétricas

    A crise da transição energética alemã

    Ronaldo Bicalho e Renato Queiroz, do Instituto Ilumina, conversam com Clarice Ferraz, do Grupo de Economia da Energia da UFRJ, sobre as dificuldades enfrentadas pela política de transição energética alemã.

    Vento e sol pedem passagem, por Roberto Pereira D’Araujo

    Hoje temos o triplo de geração térmica que tínhamos há 10 anos. Ou seja, oferta temos, mas muito cara. Enquanto isso, o sol e o vento ficam abismados com o atraso brasileiro, pois, afinal, sol e vento é o que mais temos.

    Atual matriz energética, capacidade de intervenção do Estado e soberania do Brasil

    Uma área inquestionavelmente estratégica como a de energia não pode deixar de ser protagonizada pelo Estado soberano na sua capacidade de planejamento, elaboração e execução

    A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez

    É preciso entender os enormes desafios e a absoluta inadequação das propostas governamentais colocadas na mesa para resolver a crise atual do setor elétrico

    A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez 4, por Roberto Pereira...

    O modelo mercantil implementado a partir dos anos  1990s deu um calote nas hidráulicas, que geraram acima da sua garantia, “venderam” esse “extra” de energia por quase nada no mercado livre, e, agora, com enormes déficits, precisam comprar energia cara das térmicas

    Privatização da Eletrobras prejudica estratégia nacional

    A proposta de transferência do comando acionário da Eletrobras para a iniciativa privada atinge frontalmente os interesses estratégicos nacionais

    A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez 5, por Roberto Pereira...

    "No Brasil, pelo critério vigente, mesmo quando a oferta de energia é insuficiente, a hidrologia tropical exuberante é capaz de distorcer os preços no sentido inverso. Portanto, o sistema de preços, além de sinalizar o inverso do equilíbrio insuficiente, permite que apenas o mercado livre se aproveite dessa anomalia"

    Enron: ecos dos fracassos passados

    Skilling foi condenado por 18 acusações de fraude e conspiração e uma de informação privilegiada por seu papel central nos esquemas contábeis que mascaravam as dívidas da Enron e as finanças fracas dos acionistas e reguladores.

    A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez 3, por Roberto Pereira...

    Neste terceiro capítulo, discute-se a maneira pela qual as bizarrices do mimetismo provinciano dos anos 1990s plantou a semente que implodiu o setor elétrico brasileiro por dentro.

    Presidente da Petrobras convida executiva da Vale para atuar na diretoria financeira da estatal

    Com 25 anos de experiência na mineradora, Andreia Marques de Almeida foi convidada para ser diretora Executiva Financeira e de Relacionamento com Investidores da Petrobras. Ela atuou como líder da função de gestão de riscos da Vale no período de 2010 a 2014.

    A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez 2

    Roberto Pereira D’Araujo, do Instituto Ilumina,  preparou uma série de artigos que conta essa verdadeira saga de falsas promessas, tolices arrogantes e mimetismos provincianos.

     A crise do setor elétrico brasileiro: a marcha da insensatez 1

    Roberto Pereira D'Araujo, do Instituto Ilumina,  preparou uma série de artigos que conta essa verdadeira saga de falsas promessas, tolices arrogantes e mimetismos provincianos. 

    “Estamos vendo um recuo de 50 anos em 5”, diz ex-diretor da Itaipu sobre...

    Gustavo Codas analisa diálogo entre Brasil e Paraguai; Bolsonaro quer revisão de acordo sobre usina binacional

    Mais comentados

    Últimas notícias