fbpx
segunda-feira, setembro 16, 2019
  • Carregando...
    Início Energia

    Energia

    A privatização da Eletrobras e a desestruturação do setor elétrico brasileiro, por Roberto Pereira...

    Para avaliar o que ocorreu é preciso compreender como o setor brasileiro funciona. Quem entender verá que há duas grandes vítimas do desastroso processo implantado no Brasil: Uma, a Eletrobras, a outra, o próprio consumidor brasileiro.

    A nova crise de Itaipu, por Ronaldo Bicalho

    O vazamento dos termos de um acordo firmado entre o Brasil e o Paraguai sobre a usina de Itaipu gerou uma crise política no país vizinho

    Quais são as questões levantadas pelo recente apagão do Reino Unido?, por Jillian Ambrose

    O apagão mais severo da Grã-Bretanha em mais de uma década causou perturbações na hora do rush nas maiores estações ferroviárias, ferrovias, rodovias e aeroportos do Reino Unido na última sexta-feira à noite (9/08) e deixou quase um milhão de lares em todo o país no escuro.

    A energia nuclear pode ser pacífica?, por Kazue Suzuki

    O bombardeio de Hiroshima completa 74 anos, mas quer se trate de uma bomba atômica ou de eletricidade, devemos encarar a verdade que o uso pacífico da energia nuclear é mera fantasia

    Precisamos falar sobre o nuclear, por Michael Liebreich

    Pessoas sérias finalmente estão falando sobre a descarbonização das economias nacionais em meados do século, mas essa conversa deve ser acompanhada por planos confiáveis ​​- e nenhum plano pode ser considerado crível se não lidar explicitamente com a energia nuclear.

    Itaipu no rolo do setor elétrico brasileiro, por Roberto Pereira D’Araujo

    Como o sistema brasileiro vem se modificando ao longo do tempo, a GF associada a Itaipu vem sendo reduzida porque ela cede mais energia para o “condomínio” das hidráulicas. Ou seja, a secundária vem aumentando.

    O Brasil e a Transição Energética Mundial, por Ikaro Chaves 

    A construção de políticas públicas visionárias no passado nos colocou como exemplo para o mundo, porém novos desafios se colocam ao país e caberá à atual geração de brasileiros encontrar as melhores soluções

    A conta do nuclear inglês vai para os consumidores e contribuintes, por Ronaldo Bicalho

    Especialista do setor elétrico e professor da UFRJ comenta o novo modelo nuclear inglês no qual o financiamento é bancado pelo consumidor e os riscos pelo contribuinte

    Setor elétrico: deu ruim, por Roberto Pereira D’Araujo

    O que se verá nessa análise é um dos resultados de um Brasil que não aprofunda temas com debates que coloquem frente a frente visões distintas.

    O risco de um Brasil sem a Eletrobras, por Roberto D’Araujo

    Se a privatização fosse uma experiência inédita no Brasil, poderíamos nos perdoar por cometer erros. Todavia, o Brasil já teve um largo processo de privatização na década de 90.

    A retomada de Angra 3 e o programa nuclear brasileiro em xeque

    Dois fatores cruciais dificultam a retomada da construção da usina nuclear Angra 3: o parceiro estratégico e os recursos político-institucionais. Ronaldo Bicalho, do Canal Ilumina, chama a atenção sobre a importância desses fatores.

    No setor elétrico segue a distribuição de micos

    No setor elétrico segue a distribuição de prejuízos aos consumidores e contribuintes com a aprovação do projeto de lei 10985 pela Câmara dos Deputados.

    Furnas e o setor elétrico brasileiro na dança da insensatez, por Ronaldo Bicalho

    Desde 1957, quando a empresa foi criada, até hoje, esse diagnóstico permanece válido. Para isso, basta ver a importância dos investimentos do setor estatal, diretamente ou via SPEs, na manutenção da segurança do abastecimento elétrico do país na última década.

    Furnas não era só um prédio em Botafogo, por Roberto Pereira D’Araujo

    Como convencer a sociedade brasileira de que, sem Furnas e Eletrobrás, o Brasil estaria mais atrasado do que já está e seus cidadãos pagariam muito mais caro pela sua eletricidade? Como convencer o cidadão que o “pujante” capital brasileiro só atua com muito BNDES e Eletrobras?

    Energia: Alemanha e Brasil têm muito a ensinar a Bolsonaro, por Luis Nassif

    A refundação do Brasil, segundo Luis Roberto Barroso, deu nisso. Nos fóruns internacionais, para debater com estadistas do porte de Angela Merkel, o Brasil é representado pelo baixíssimo clero Jair Bolsonaro.

    A Liberalização do Mercado Elétrico Brasileiro – A Disputa no Congresso

    Neste Vídeo, Ronaldo Bicalho, do Instituto Ilumina, e Íkaro Chaves, engenheiro e dirigente sindical do Sindicato dos Urbanitários no DF (STIU-DF), analisam os projetos de Lei que se encontram no Congresso Nacional

    Orçamento Base Zero? Cuidado! A Eletrobras não é uma fábrica de Ketchup, por Ikaro...

    Que o grupo 3G do bilionário Jorge Paulo Lemann está no comando da tentativa de privatizar a Eletrobras não é segredo para ninguém.

    Engenharia defende Grupo Eletrobras nos 46 anos da Eletronorte

    A Eletronorte, empresa fundada em 20 de junho de 1973 com o objetivo de integrar a Região Amazônica ao desenvolvimento social e econômico resultante da energia elétrica, comemora 46 anos de existência em 2019, no dia 20 de Junho

    “Não vem ao caso”: não há debate sobre o setor elétrico, por Ronaldo Bicalho

    Depois de mais de oitenta anos, o Estado resolve sair do setor, abandonando o seu papel histórico na garantia da segurança energética brasileira

    Petroleiros participam de lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras

    O encontro será na Câmara dos Deputados, com apresentação de dados que demonstram a importância da Petrobras e os riscos para a soberania nacional com o desmonte e privatização.

    Mais comentados

    Últimas notícias