Aneel registra alta no roubo de energia

Jornal GGN – De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o índice de perdas da indústria passou de 10,89% no ano passado para 13,02% nos últimos 12 meses, terminando em maio deste ano. O aumento se deu principalmente nas perdas não técnicas, ou seja, roubo de energia.

Em entrevista para a Folha de S. Paulo, o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales, disse que o aumento das ligações clandestinas é um reflexo da crise econômica. “Dava para antever o fenômeno, mas não para prever o nível, até porque é preciso ver como as empresas e o poder público vão reagir”.

Para o executivo, a tendência é que o roubo de energia cresça a velocidades mais altas no curto prazo. “É como uma epidemia, o furto começa a ser disseminado e cresce a oferta de agentes especializados em ligações clandestinas”, afirmou.

No Rio de Janeiro, onde os índices são historicamente mais altos, um diretor de uma concessionária disse ao jornal que o aumento da violência em áreas urbanas também dificulta a fiscalização e punição dos delitos.

As distribuidoras do Rio têm índices superiores a 12% levando em conta apenas as perdas não técnicas. Na Eletropaulo, que atende a região metropolitana de São Paulo, esse número foi de 3,5% em 2015, de acordo com a Aneel.

Com informações da Folha de S. Paulo

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ruy Acquaviva

- 2016-06-28 17:17:52

Associações

Roubo, energia

Energia, Furnas

Furnas, Roubo

Roubo, Aécio

Vem ao caso?

O que são milhões de "gatos" diante de uma ratazana como o Aécio?

E o CUnha no esquema de Furnas?

Lista de Furnas, roubo, energia...

evandro condé de lima

- 2016-06-28 16:39:01

Sinto muito

Não é roubo, é apropriação. Aliás o que não se rouba nas distribuidoras...

Jose de Almeida Bispo

- 2016-06-28 15:15:33

"(...)o presidente do

"(...)o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales, disse que o aumento das ligações clandestinas é um reflexo da crise econômica."

Tem nada disso!

Não tem nada de crise econômica levando as pessoas a roubar. O que ocorre é que ficou mais que claro no Brasil dos últimos dias e dos últimos espetáculos judiciosos de que o que o sujeito precisa é SER UM LADRÃO BEM SUCEDIDO. Do tipo que rouba e se o roubado chiar, ele o põe na cadeia. Como agora virou moda.

"Quem é que vive mais o ladrão besta ou o sabido?

O besta morre logo e o sabido é garantido." (Caju e Castanha)

Estamos indubitalvelmente num país de ladrão. Roube e roube muito! Mas muito mesmo; o suficiente pra comprar "autoridades" e "imprensa"; e você será um rei. Sem máscara; SEM VERGONHA NA CARA.

 

 

Abdias

- 2016-06-28 15:11:51

Não  reclamem. Energia é uma

Não  reclamem. Energia é uma das  poucas coisas que nós, brasileiros comuns, podemos roubar.

O roubo de milhões e bilhões é pra gente que tem prestígio, tipo Eduardo Cunha, Sérgio Machado, Michel Temer, etc.

Eu sou um simples ladrão de galinhas, mas exijo respeito. Repeito, ouviram?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador