Energias renováveis empregam 9,8 milhões de pessoas no mundo, diz IRENA

Enviado por Almeida

Não tem mais volta, não há mais espaço para o retrocesso, a opção pelas fontes renováveis não é uma escolha ideológica, mas baseada no realismo político e econômico: as renováveis geram empregos e negócios.

As fontes fósseis e físseis não são renováveis, portanto, por definição não têm futuro.                                        
 
da Abeólica
 
 

Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) divulgou, em seu relatório “Renewable Energy and Jobs – Annual Review 2017”, que as energias renováveis empregavam mais de 9,8 milhões de pessoas em 2016. Excluindo-se as grandes hidrelétricas, este número é de 8,3 milhões de trabalhadores em todo o mundo em 2016. A maior parte dos empregos se concentra na China e o Brasil é o segundo País com mais empregos em renováveis no mundo, como mostra a ilustração abaixo do relatório.

Relatório da IRENA traz os dados mais recentes sobre empregos e análises detalhadas sobre os fatores que afetam o mercado de trabalho nos variados tipos de energias renováveis ao redor do mundo.

No que se refere à energia eólica, o documento faz uma avaliação sobre as perspectivas de crescimento: “A aceleração de implantação da energia eólica, em linha com as necessidades por causa das questões climáticas, pode levar a cerca de 3 milhões de postos de trabalho até 2030, em comparação com o nível atual de 1,2 milhões e 4 milhões até 2050 (IRENA, 2017b). O Global Wind Energy Council – GWEC projeta que os postos de trabalham poderiam dobrar para 2,4 milhões até 2030, considerando o cenário mais favorável (GWEC, 2017)”. O relatório traz os dados brasileiros: a energia eólica no Brasil foi responsável por criar mais de 30 mil postos de trabalho.

Para ler o relatório completo da IRENA, clique aqui.

Fonte: http://www.abeeolica.org.br/noticias/energias-renovaveis-empregam-98-milhoes-de-pessoas-no-mundo-diz-irena/

 

 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome