Privatização da Eletrobras: quem vai pagar a conta no final

Enviado por Ronaldo Bicalho

Privatização da Eletrobras: quem vai pagar a conta no final

No treceiro vídeo da série Tarifa e Eletrobras, o Instituto Ilumina apresenta quem ganha e quem perde no atual modelo elétrico brasileira e identifica quem vai pagar a conta da privatização da Eletrobras e do novo modelo elétrico.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A retomada de Angra 3 e o programa nuclear brasileiro em xeque

1 comentário

  1. Privatização…..

    Não vou nem citar o imbecil que pagará por tarifas extorsivas e serviços medíocres, em contratos que impõe todas obrigações em detriimento a serviços minimos. Quero lembrar das Tarifas de Pedágio, apenas no estado do PR, orçado em 20 reais. 425% de superfaturamento para repasses ao feudo que ficou com o controle deste assalto. Para variar, o Tucanistão, por trás. Se 425% sobre 20 reais. Quanto é o superfaturamento dos pedágios paulistas em mais de 25 reais? Esclareça para nós Familia Covas? Honestidade e AntiCapitalismo para deleite de Fanáticos Ideológicos. A parte que Picolé de Chuchu destinou à família de seu mentor político. Enquanto um dos povos mais miseráveis deste planeta, não tem poupança interna e vêem seus salários depositados obrigatoriamente em FGTS, que tem correção medíocre, nas Empresas Estatais que foram Privatizadas, foram doadas por um valor irrisório e hoje valem milhares de vezes a mais do seu valor privatizado. Vejam o retorno financeiro, as garantias de retorno e a valorização que obtiveram? E todo Povo Brasileiro ficou fora deste espetáculo de enxurradas de dinheiro. Aliás, ficou de fora Não !!! O Anão Diplomático bancou estas fortunas, pagando as contas. A sua miséria fazendo a alegria de Empresas, Interesses Internacionais e Agências Reguladoras, regiamente enriquecidas. Não nos faltam nem as penas. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome