Seca e usinas térmicas podem prejudicar abastecimento de energia

Jornal GGN – No ano que vem, o fornecimento de energia elétrica pode ser prejudicado em razão da previsão de seca para as regiões Norte e Nordeste. Segundo meteorologistas, estas regiões sofrerão com a seca no próximo período chuvoso, com previsões de chuva entre 35% e 45% da média histórica. Na demais regiões a expectativa é de chuvas normais.

Com a falta de chuvas, as hidrelétricas do Nordeste poderão ser obrigados a suspender a geração de energia. A represa de Sobradinho, na Bahia, maior reservatório da região, deve chegar ao volume morte ainda em 2016.

A seca também pode parar usinas termelétricas a carvão, já que em alguns locais, como no Ceará, o governo pode ter que escolher entre o fornecimento de água para a população ou para o resfriamento das usinas.

A energia eólica tem atingido recordes de geração, chegando até mesmo a atender 67% da demanda no Nordeste, mas o verão é um período com menos vento.

Por outro lado, alguns especialistas creem que as poucas chuvas pode ser compensado por uma redução no consumo energético causado pela queda no nível de atividade da economia.

Já o Ministério de Minas e Energia afirma que o risco de deficit de energia neste ano é nulo e também não vê risco de desabastecimento. Além disso, o ministério diz que os problemas com as usinas termelétricas estão sendo resolvidos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora