Notas Sobre a Teocracia: o perigo do Capital Ministries, por Alessandra Impalea

Historicamente percebe-se que regimes teocráticos agem por práticas de persuasão que vão de dialógicas (o valor político-religioso do discurso, ou a "orientação política-religiosa") até a dominação pela força física, com a violência psicológica, moral e emocional.

Notas Sobre a Teocracia: o perigo do Capital Ministries

por Alessandra Impalea

EXTREMAMENTE DANOSAS E IRREVERSÍVEIS, as ações de regimes teocráticos se baseiam em princípios e condutas de ordens religiosas (imateriais e simbólicas), em certa dissonância com fatos que constituem o cotidiano  comum na sociedade global. A teocracia e o teocentrismo é um regime e movimento político religioso que coloca Deus como centro de todos os tipos de orientações e ações humanas. No Ocidente a Teocracia consolidou -se com os processos armados para a conversão ao cristianismo romano do Ocidente desde a Antiguidade católico-romana, no período conhecido como Idade das Trevas (era medieval), onde ocorrem as “cruzadas”, guerras santas promovidas pela Igreja Católica Romana.

❌Mas a Teocracia antes de tudo, constitui estruturas estruturantes doutrinadoras, que conduzem de imediato à perda da liberdade de expressão individual e coletiva, e logo a perda de direitos individuais, civís e sociais.

❌Historicamente percebe-se que regimes teocráticos agem por práticas de persuasão que vão de dialógicas (o valor político-religioso do discurso, ou a “orientação política-religiosa”) até a dominação pela força física, com a violência psicológica, moral e emocional.

Tais práticas hoje compõem a categoria dos crimes contra a humanidade, pois hitoricamente exterminaram populações inteiras tentando impôr a ordem através de normas e condutas sob sistemas de doutrinas de discursos e regras religiosas (imateriais, simbólicas e não realistas).

❌Hoje a estratégia de dominação teocrática, para implantação de governos fundamentalistas religiosos (principalmente evangélicos) está sutilmente se articulando e ascendendo, em boa parte dos partidos da direita ultraliberal dos países que constituem o G7.

Leia também:  Bolsonaro usa sonda nasogástrica e tem alimentação via oral suspensa

Mas as estrategias de persuasão e de dominação graduais mas violentas  atentam contra a segurança e a integridade humana, e contra a garantia da liberdade individual e coletiva.

❌Regimes teocráticos tendem a se tornar, em curto prazo, radicais e fundamentalistas: seus princípios e condutas doutrinadores  objetivam o controle e a  delimitação  irracional do pensamento e das ações dos indivíduos. Este controle irracional baseado em ordens e autoridades imateriais incorre em:

1) processos de estagnação filosófica e sociologica;  censura científica, tecnológica, política e socio-econômica (à médio e longo prazo);

2)  negação da realidade e confrontos internos de todas as ordens, pois abomina e refuta a realidade histórica como constructo sócio-cultural dinâmico e transformador, por natureza.

IMPALEA, Ale.

18/08/2019

NOTA referente à reportagem “Os pastores de Trump chegam à Brasília de Bolsonaro”, de apublica.org, com alguns destaques:

🆘️Evangélicos da Capitol Ministries de Trump se aliam à Bolsonaro. A Capitol Ministries (Ministério do Capitólio, símbolo do Congresso americano) foi fundada pelo ex-jogador de basquete Ralph Drollinger em 1996, que evangiliza a política como evangelizou atletas.

🆘️Ele converte políticos e servidores públicos à visão “cristã evangélica” da política, aliada à visão da ultradireita americana: “Sem isso é difícil chegar a políticas que satisfaçam a Deus e à nação”. Suas pregações têm efeito prático no governo, que reconhece ter sido eleito graças ao voto evangélico.

➡️Drollinger usa a Bíblia pra justificar todas as ações de Trump: construir o muro na fronteira do México e rejeitar imigrantes equivale ao princípio cristão da compaixão: “No Gênesis 11, as nações, pelos desígnios de Deus, devem ter diferentes línguas, culturas e fronteiras”.

Leia também:  8 filmes para entender a ditadura militar no Chile, por Bárbara Vida

➡️Até 2010 seu público eram deputados estaduais. Mas qdo funda o 1o. ciclo de estudos bíblicos em Washington no Congresso americano em 2017, Drollinger entra na política mundial, com o 1o. grupo bíblico dedicado ao governo Trump.

🆘️O encontro semanal, em local não revelado, reúne 10 membros do alto escalão do governo, incluindo o vice-presidente (Mike Pence) e o secretário de Estado (Mike Pompeo), que dirige a política externa. CONTINUE LENDO: https://apublica.org/2019/08/os-pastores-de-trump-chegam-a-brasilia-de-bolsonaro/#.XVilQdCUoeE.whatsapp

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Partilho da opinião de que Política e Religião não se devem misturar. Sempre que se misturam dogmas religiosos com temas políticos e sociais fica ameaçado o ideal democrático de toda a nação.

    A nossa Constituição contempla a pluralidade de crenças e a liberdade de culto, princípios básicos dos Estados laicos.

    A imisção de doutrina religiosa em assuntos políticos abre um perigoso precedente para que preceitos religiosos de caráter dogmático se imponham sobre a administração pública como um todo, limitando ou suprimindo a liberdade de agir e interagir das pessoas, o que resultaria no domínio de grupos político-religiosos sobre os demais estratos da sociedade, estimulando o aumento da intolerância de uns sobre outros, que poderia evoluir para o fundamentalismo. o qual resulta quase sempre em conflitos sangrentos motivados pela fé, a exemplo do que ocorre em Estados do Oriente Médio.

Comments are closed.